Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

O amor é o cumprimento da lei

Caderno de Celebrações 2019 - Sínodo da Amazônia

07/07/2019

LITURGIA DA ENTRADA

ACOLHIDA

Bom dia a todos!
Que graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos nós, amém!
Lema da semana: “Se guardares o mandamento que hoje te ordeno, que ames o Senhor, teu Deus, andes nos seus caminhos, e guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, então viveras e te multiplicaras, e o Senhor, teu Deus, te abençoara”. Deuteronômio 30.16
Assim como Deus promete abençoar aqueles que o obedecem, podemos ter certeza de que Deus tambem abençoa nosso encontro.
HINO 58 (entre nós está) – O nosso encontro vai ser abençoado
SAUDAÇÃO TRINITARIA – E no nome e na presença deste Deus que nos abençoa, o Pai, Filho e Espírito nos reunimos nesta (manhã, tarde, noite).

CONFISSÃO DE PECADOS
Em Cristo Jesus Deus fala conosco. Nós tambem devemos falar com Jesus
HINO 125 (entre nós está) – Meu irmão tu precisas falar com Jesus
(Convidar as pessoas a se colocar de pé) Em Romanos 3.23 diz que todos nós somos pecadores, e todos precisamos da graça e perdão de Deus. O pecado nos separa de Deus, mas por causa de Cristo Jesus podemos nos unir a Ele, por isso oremos ao senhor:
ORAÇÃO DE CONFISSÃO – Senhor Deus, tu sondas e conhece nossa mente e coração. Por isso nos achegamos diante de ti reconhecendo que sim, somos falhos e pecadores e clamamos pelo teu perdão. Te pedimos perdão quando pecamos contra nosso próximo, quando deixamos de ser a mão que ajuda para ser o dedo que aponta. Te pedimos perdão quando deixamos de acolher para afastar as pessoas de nós mesmos, e principalmente de ti. Te pedimos perdão quando somos filhos rebeldes, que deixam de falar contigo, o Pai Nosso que estas no céu. Somos sim homens e mulheres pecadores, mas cremos que em Cristo Jesus tu estende a tua mão e oferece perdão e salvação mediante ao verdadeiro arrependimento. É por isso que oramos clamando pelo teu perdão, mas não em nosso nome e nem em nome da igreja, oramos em nome de Cristo Jesus, nosso Senhor e Salvador de hoje e para sempre. Amém.
ANUNCIO DO PERDÃO – Somos todos pecadores com diz em Romanos 3.23, mas em Romanos 3.24 lemos que pela sua graça e sem exigir nada, Deus aceita a todos em Cristo Jesus. Por isso se você orou na certeza de que Jesus é o senhor e Salvador da tua vida, creia nisto, em Cristo Jesus Deus ouve a tua oração, a nossa confissão e perdoa os nossos pecados, amém (Convida a todos para se assentar).

HINOS DE LOUVOR
HINO 147 (entre nós está) – Graças dou por esta vida
HINO 156 (entre nós está) – Em coro a Deus louvemos

PRÉDICA

TEMA: O amor é o cumprimento da lei

Uma das maiores dificuldades que nós temos é obedecer regras. Regras não são descumpridas apenas por bandidos, corruptos e pessoas más. Regras são descumpridas por alunos que colam na prova, pessoas que faltam ao trabalho, pessoas que cobram mais do que deveriam pelo seu serviço, pessoas que mentem ou omitem a verdade de alguem, enfim, regras são descumpridas por todos nós. E isso não tem acontecido de alguns anos para cá, mas tem sido assim desde o início da criação, quando Adão e Eva desobedeceram a única regra imposta por Deus no jardim do Éden.
Nós temos uma relação muito complicada com as regras, porque quando lemos uma placa dizendo que não podemos pisar na grama parece que temos ainda mais vontade de pisar na grama, ou então quando ganhamos uma caixa de bom bom e alguem diz que podemos comer apenas um por dia, parece que só aumenta a vontade de comer tudo de uma vez.
Quando pensamos nas regras mundanas, podemos concordar ou discordar, afinal sabemos das consequências da obediência ou não destas regras, porém quando olhamos para as regras divinas, como as leis de Deus e os seus mandamentos, não podemos imaginar o tamanho do impacto delas em nossa vida e em nossos relacionamentos.
Quero convida-los para a leitura do primeiro texto bíblico de hoje:
Deuteronômio 30. 9-14
A leitura que foi feita é parte de um grande discurso de Moisés ao povo perdido no deserto. Um discurso onde Moisés fala sobre as consequências de obedecer e desobedecer a Deus. Um discurso onde ele anuncia a benção e maldição conforme praticamos ou não as leis do Senhor. Mas isto não significa que devemos cumprir estas leis apenas para ter uma vida perfeita, afinal de contas é impossível ter uma vida perfeita em um mundo de pecado. As leis e mandamentos falam de uma vida de relacionamento com Deus e o nosso próximo, não é algo centrado apenas em nós mesmos.
Estas palavras ditas por Moisés, alertam que quando obedecemos as regras de Deus, ou seja, quando colocamos a sua vontade em primeiro lugar e quando cumprimos a sua vontade, colhemos as coisas de Deus. A obediência as regras de Deus traz justiça, ordem e paz ao coração do ser humano, e como ensina Moisés, traz bênçãos a nossa vida. Uma consequência tão boa através de uma ação tão simples, é assim que Moisés fala da obediência as regras no versículo 11 (ler versículo 11).
Antes de entregar o livro da lei ao povo, Moisés deixa claro que não precisamos nos esforçar ou sacrificar para conseguir entender a vontade de Deus, mas Ele nos revela esta vontade através destas leis entregues por Ele. Como diz Moisés a partir do versículo 12, a vontade de Deus revelada nas leis não está do outro lado do mar ou no céu, mas ela está em nosso coração, e se guardamos as guardamos em nosso coração e podemos recita-los, e então podemos e devemos cumpri-los.
Mas será que conseguimos cumprir com as leis e mandamentos? Será que seguimos as regras de Deus?
Quero convida-los para a leitura do primeiro texto bíblico de hoje:

Lucas 10. 25-37
Em muitas vezes sofremos as dificuldades da obediência aos mandamentos de Deus sem compreender de verdade estes mandamentos. Pensamos nos mandamentos de forma isolada um do outro, e nos esquecemos que todos falam sobre a mesma coisa, o amor. Em Mateus 22. 36-40, Jesus ensinou que quando amamos a Deus e ao próximo como nós mesmos, estamos cumprindo com a lei. Este talvez seja um dos mais importantes ensinamentos de Cristo Jesus.
Um ensinamento que ficou marcado inclusive nos coração dos inimigos de Jesus, os fariseus. É importante lembrar que os fariseus eram os líderes religiosos da época, e procuravam um erro nos ensinamentos de Jesus para acusa-lo de falso ensinamento e então acusar o filho de Deus. E vemos no versículo 27, que apesar deste fariseu procurar um defeito no ensino de Jesus, no seu coração estava gravado o ensinamento de Jesus que fala a respeito do amor como o verdadeiro mandamento.
Conforme Jesus ensinou, devemos amar a Deus sobre todas as coisas, e em seguida devemos amar nosso próximo como a nós mesmos, fazendo isso teremos a vida eterna. Mas vemos que aquele fariseu não havia compreendido por completo o ensinamento de Jesus. No versículo 29 ele pergunta quem afinal é o nosso próximo.
Jesus conta a parábola do bom samaritano, uma história onde um homem que foi atacado por ladrões é ignorado por um sacerdote, e um levita. Um homem que foi ignorado por seus conterrâneos, e o mais escandaloso de tudo, quem o ignorou era muito religioso. Este homem que foi atacado estava condenado a morrer, foi acolhido por um samaritano. Lembrem que Judeus e samaritanos não se davam nada bem. Eram tantas diferenças religiosas, que um não suportava o outro. Mas em sua parábola, Jesus contou que um samaritano ajudou um Judeu, que apesar de todas as diferenças religiosas e culturais, o Samaritano salvou o Judeu. Aquele fariseu compreendeu que o próximo não é apenas aquele que consideramos digno do nosso amor, mas é todo aquele que cruza o nosso caminho, todo aquele que que precisa de nossa ajuda.
Nesta parábola Jesus ensinou que o amor ao próximo significa amar a todas as pessoas, até mesmo aquelas que nós pensamos não merecer nosso amor. Em sua oitava obra selecionada Martinho Lutero escreveu que Cristo Jesus é o nosso bom samaritano, aquele que nos acolhe, cura e promete a vida eterna. Muito mais do que ensinar sobre a lei, sobre regras e mandamentos, Cristo Jesus nos amou incondicionalmente e infinitamente.
Moisés quando apresentou os dez mandamentos, ensinou que através da obediência a estas regras, Deus abençoa e cuida do seu povo. Jesus ensinou que quando amamos a Deus e ao próximo (que é todas as pessoas), cumprimos com as leis de Deus. Cristo Jesus nos ama, e através deste amor nos cura de nossos sofrimentos e da pior doença de todas, o pecado. Que nós tambem possamos seguir esta regra, este mandamento que nos concede a vida eterna. Que nós também possamos amar como Ele nos amou.

E na certeza do amor de Deus, revelado de forma plena em Jesus, queremos confessar a nossa fé através das palavras do Credo Apostólico:

CONFISSÃO DE FÉ
Creio em Deus Pai ...

AVISOS
Acolhida aos Visitantes
Data do Próximo Culto:
Destino da Coleta:
Avisos Comunitários
HINO PARA COLETA 74 (entre nós está) – Obrigado Pai Celeste

LITURGIA DE DESPEDIDA
ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Querido Deus, nos achegamos mais uma vez em Tua presença, te louvando e agradecendo porque até aqui Tu nos trouxe. Te somos gratos pelo Teu cuidado em nossa vida, pelas bênçãos derramadas sobre nós. Mas de forma especial queremos lembrar daqueles que sofrem com a sua saúde, que Tu possas ser força aos que se sentem fracos e refugio aos cansados. Te pedimos pela nossa familia, comunidade e amigos, que Tu possas estender tua mão sobre nós e cuidar de nós. Cremos que Tu és nosso Deus, e nós somos o Teu povo, é por isso que como uma única família, em uma única voz, oramos juntos a oração que Tu nos ensinou...
ORAÇÃO PAI NOSSO: Pai nosso ...

BÊNÇÃO:
O Senhor te abençoe e te guarde, O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti, O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Amém.
ENVIO: Agora vão em paz e sirvam ao Senhor em alegria e gratidão!
HINO FINAL 249 (entre nós está): viver com Jesus é cantar
 


Autor(a): Missionário Ricardo Neumann
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 52114

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Ao deixar de orar por um único dia sequer, perco grande parte da minha fé.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria nem o forte na sua força nem o rico nas suas riquezas, mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que Eu sou o Senhor e faço misericórdia.
Jeremias 9.23-24
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br