Sínodo Sul-Rio-Grandense



Rua José Júlio da Cunha , 235 Três Vendas
CEP 96065-626 - Pelotas /RS - Brasil
Telefone(s): (53) 3283-2864
sinodosr.sul@terra.com.br
ID: 19

Você pode fazer a diferença

24/02/2011

“Não terei medo de ninguém sobre a terra. Temerei apenas a Deus. Não terei má vontade para com ninguém. Não aceitarei injustiças de ninguém. Vencerei a mentira pela verdade e, na minha resistência à mentira, aceitarei qualquer tipo de sofrimento.” (Oração de Mahatma Gandhi) “Eu tenho um sonho de que um dia, os homens se ergam e percebam que são feitos para viver uns com os outros, como irmãos. Hoje, ainda tenho o sonho de que, um dia, todos serão julgados com base no seu caráter e não na cor de sua pele e de que todos os homens respeitarão a dignidade e o valor da personalidade humana.” (Pastor Martin Luther King Junior). Certamente as palavras acima sejam do conhecimento dos/das leitores/as. Ainda hoje Mahatma Gandhi e Martin Luther King Júnior são considerados líderes e exemplos, ao colocarem em prática em seus países, em décadas diferentes, no século XX, o ensino da resistência não-violenta ao mal.

Também são conhecidas as palavras de Jesus do Sermão do Monte, que tem sido lidas e ouvidas nas igrejas cristãs nos últimos domingos, destacando hoje o texto de Mateus 5.38-48. E este ensino de Jesus inicia assim: “Ouvistes o que foi dito: ´Olho por olho, dente por dente´. Eu porém, vos digo: não resistais ao perverso...” (Mateus 5.38-39). “Ouvistes o que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem,...” (Mateus 5.43-44).

Mahatma Gandhi, embora não fosse membro da igreja cristã, teria declarado, ao ler o Sermão do Monte: “Foi esse sermão que me fez estimar tanto a Jesus”. Sabemos que sob a sua liderança foi colocado em prática na Índia a resistência não-violenta ao mal e que conseguiu vencer o grande e poderoso exército britânico. Inspirado em Gandhi o pastor Martin Luther King Júnior resistiu pacificamente aos que defendiam a discriminação racial na década de 60, século XX, nos Estados Unidos e, embora vítima do ódio de seu opositores conseguiu a vitória em sua luta pela justiça.

Assim também o princípio do amor até aos inimigos é um convite para um amor ativo, o que sem dúvida é difícil colocar em prática. Vivemos em uma sociedade capitalista onde ser avarento e egoísta acabam se tornando virtudes sob o pretexto de que é necessário ser previdente e poupador. Assim, por exemplo, um programa de TV, apreciado por muitos, ´ensina´ como faturar um milhão e meio, fazendo de tudo para se ver livre do convívio de cada um dos participantes do programa. E se, porventura, detestamos este programa, tomo a liberdade de pergunta: o que fazemos pela conservação de nosso planeta, além de juntar e colocar o lixo da casa na rua para o lixeiro levar? Como resistimos ao vizinho barulhento, que ignora a necessidade de um sono reparador para quem trabalha e, que ao chegar em casa de madrugada usa som alto e até buzina?

Os exemplos acima e outros mais são questões que necessitam ser enfrentadas, para que por meio de uma ação não-violenta ´nossos sonhos´ de um mundo melhor e mais justo se tornem realidade. Certamente, num mundo onde prevalece a vontade de Deus, o estilo de vida tem princípios, onde cada pessoa e o nosso espaço de vida merecem amor e dedicação, para que haja verdadeira paz, construída por todos e todas.

Dietmar Teske – pastor sinodal

 


Autor(a): Dietmar Teske
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sul-Rio-Grandense
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 7649

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Sejam bons administradores dos diferentes dons que receberam de Deus. Que cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros!
1Pedro 4.10
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Quisera não ter outro pensamento que este: a ressurreição aconteceu para mim!
Martim Lutero
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br