Imposto de Zaqueu - ZacTax Lançado novo recurso online para apoiar igrejas a advogarem em favor de impostos justos

Organizações ecumênicas pedem políticas econômicas ousadas para acabar com a exploração das pessoas e do planeta

19/11/2021


(LWI) – Os apelos por um sistema de tributação global mais justo estiveram no centro do recente evento paralelo durante a Cúpula dos Povos COP26, intitulado “Taxe os Ricos, Salve o Planeta”, com a participação de ativistas de várias religiões clamando por uma ordem econômica que possa reparar a exploração sofrida pelas pessoas e pelo planeta. Para educar e capacitar as igrejas a apoiar esta campanha por maior justiça fiscal, a Federação Luterana Mundial (FLM) e seus parceiros publicaram um novo recurso online chamado ZacTax Toolkit, Manual do Imposto de Zaqueu.

A campanha Zaccheus Tax– Imposto de Zaqueu - foi lançada no verão de 2019 nas Nações Unidas em Nova York. É uma iniciativa ecumênica apoiada pela FLM em parceria com a Comunhão Mundial das Igrejas Reformadas, o Conselho Mundial de Igrejas, o Conselho para a Missão Mundial e o Conselho Metodista Mundial, no âmbito da ONU que busca uma Nova Arquitetura Financeira e Econômica Internacional (NIFEA).

O nome da campanha é inspirado no coletor de impostos mencionado no Evangelho de Lucas, que foi transformado após um encontro com Jesus e reparou sua exploração dos pobres do primeiro século na Palestina. Quando Jesus falou com Zaqueu, que havia subido em um sicômoro para ter uma visão melhor, o rico cobrador de impostos anunciou que dará a metade de todos os seus bens aos pobres e restituirá o quádruplo de tudo o que tiver tomado ilegalmente.

O Manual é um recurso educacional para equipar as igrejas com reflexões teológicas, percepções de políticas e formas práticas que fortalecem a ação local e nacional. - Pastor Dr. Sivin Kit, Executivo do Programa da FLM para Teologia Pública e Relações Inter-religiosas

A campanha aborda injustiças, incluindo colonialismo e escravidão, bem como exploração ecológica, propondo um ‘imposto sobre a poluição’ e outras medidas fiscais para criar um sistema econômico mais justo. A introdução ao novo manual de materiais explica por que as igrejas “podem e devem desempenhar um papel importante no incentivo aos sistemas nacionais e internacionais que recompensem o trabalho e redistribuam os ganhos, promovam a justiça de gênero e a sustentabilidade ecológica”, enquanto também penalizam aqueles que investem em atividades especulativas, poluentes e que esgotam os recursos naturais.”

O manual de ferramentas inclui capítulos sobre a história de Zaqueu e a teologia da tributação, bem como sugestões práticas para o envolvimento das igrejas e uma seção para crianças refletindo sobre o conceito do bem comum. Seus objetivos ecoam o apelo urgente feito por líderes religiosos aos chefes das nações do G20 antes da Cúpula em Roma no final de outubro, pedindo uma reinicialização do atual modelo de desenvolvimento mundial baseado no crescimento econômico movido a combustíveis fósseis.

O Pastor Dr. Sivin Kit concluiu: “A advocacia global, que pode causar impactos e que promova uma redistribuição de recursos para comunidades empobrecidas visando combater a pobreza e proteger o planeta, deve estar enraizada em nossos esforços conjuntos e coletivos desde o início. Este recurso educacional equipa as igrejas com reflexões teológicas, percepções de políticas e formas práticas que fortalecem a ação local e nacional para um futuro melhor para todos”.

FLM / P. Hitchen
 

COMUNICAÇÃO
+
ECUMENE
+
Eu anunciarei a tua fidelidade e te louvarei o dia inteiro.
Salmo 35.28
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br