Sínodo Sudeste



Rua Barão de Itapetininga , 255 Cj 510 - Centro
CEP 01042-001 - São Paulo /SP - Brasil
Telefone(s): (11) 3257-8418 | (11) 3257-8162
sinodosudeste@luteranos.com.br
ID: 18

PRÉDICA - CULTO DE ENCERRAMENTO DA XIX ASSEMBLEIA SINODAL DO SÍNODO SUDESTE

17/05/2015

XIX ASSEMBLEIA SINODAL DO SÍNODO SUDESTE
ARARAS - 16 A 17 DE MAIO DE 2015

Salmo 1
“Quem tem prazer na Palavra de Deus e medita nela dia e noite, é como uma árvore plantada à beira de um rio; ela produz seus frutos no tempo certo, suas folhas não murcham e tudo o que faz será bem-sucedido.” (v. 2-3)

Irmãos e irmãs em Cristo

Nossa XIX Assembleia Sinodal teve como objeto de estudo o Tema/Lema da IECLB para o ano de 2015: “Igreja da Palavra – chamad@s para comunicar”/ “O que vocês estão conversando pelo caminho?” (Lc. 24.17). O Tema nos chama para comunicar. Ele passa a idéia de movimento. Sentimo-nos chamad@s e enviad@s para nos colocarmos a caminho e ir ao encontro das pessoas para compartilhar as boas Novas do amor de Deus reveladas por meio de Jesus Cristo.

Já o texto bíblico indicado para este 7º Domingo da Páscoa é o Salmo 1, que nos compara com árvores cujas raízes devem estar bem aprofundadas em terra fértil e úmida – que assim também a nossa vida esteja firmada na Palavra de Deus.

Num primeiro momento, poderíamos ter a impressão de que o Salmo pouco ou nada teria a ver com o Tema do Ano. Enquanto o Tema sugere deslocamento, o ir ao encontro das pessoas para comunicar, o Salmo fala de lançar raízes, estabelecer-se, de manter-se firme num solo seguro e fértil.

No entanto, ao examinarmos o Salmo mais de perto, perceberemos que existe, sim, uma relação muito profunda entre as duas dimensões, entre o lançar raízes firmes e o ir, o comunicar. Pois nós só teremos condições de comunicar, de dar conta de uma mensagem concreta e coerente, se estivermos bem alicerçados, pessoal e comunitariamente, sobre uma base firme. A nossa preocupação não deve ser somente: “para quem comunicamos” nem somente: “como nós comunicamos”, mas, sobretudo, “o que comunicamos”.

É relevante saber que o Salmo 1 não é apenas mais um Salmo ao lado dos outros Salmos. Ele é a introdução ao Saltério. Ele é uma espécie de título para os demais 149 Salmos. Por isso, tudo o que nele é afirmado, reflete nos demais Salmos. E tudo o que os demais Salmos abordam, está contido nas palavras do Salmo 1. O Salmo reflete as situações que são abordadas nos demais Salmos, situações estas que tratam de louvor e gratidão, mas também de lamento e dor. Os Salmos deixam claro que todas essas experiências fazem parte da vida e o que verdadeiramente importa é como nós nos comportamos em cada uma dessas situações, onde buscamos socorro e em quem expressamos nossa confiança e a nossa esperança. Desse reconhecimento dependem profundamente a forma e o conteúdo daquilo que nos comunicamos. Os Salmos nos ensinam a suportar os sofrimentos e a externar a nossa confiança em Deus; eles nos ensinam a reconhecer com gratidão e louvor o maravilhoso agir de Deus – O Novo Testamento verbaliza tudo isso através do evangelho que aponta para Jesus Cristo. Onde fazemos esse reconhecimento, passamos a compartilhar nossa fé, nossa esperança e nossa alegria com o próximo. Tornamo-nos solidários com ele na sua dor e na sua necessidade de comunhão. Então começa comunicação – O que segue é a criatividade e o uso dos meios que estão ao nosso alcance para que nossa comunicação se torne mais eficiente e chegue melhor ao coração das pessoas.

Portanto, a comunicação à qual fazemos referência não é tão somente o domínio da técnica do uso de palavras, nem o domínio de técnicas sofisticadas e modernas das mídias, mas é o colocar-se junto a, é a interação, a construção de relacionamentos, é a edificação de comunidade – porque somos solidários uns com os outros a partir da nossa fé e da nossa gratidão a Deus.

É fundamental ter essa clareza sobre o que comunicamos, pois a sociedade está muito confusa, perdida, nem sempre sabendo fazer as escolhas certas. O mal existe e é resultado de escolhas mal feitas, de escolhas enganosas que aparentemente oferecem vantagens pessoais. As escolhas mal realizadas jogam as pessoas no egoísmo e prejudicam a comunhão. Fazem perder o interesse pelo coletivo e não deixam assumir responsabilidades pelos outros. Ignora-se que a vida é um bem precioso comum a toda a Criação conforme a vontade de Deus. Sem critérios, as pessoas acabam escolhendo o mal como se fosse o bem, porque lhes parece mais vantajoso, e não percebem a armadilha na qual estão se metendo. Por isso, não basta comunicar. Quem engana, comunica muito bem. Nisto reside o seu sucesso. Precisamos estar convictos do que nós comunicamos.

Para que tenhamos firmeza na nossa comunicação, o Salmo 1 nos oferece pistas de como fazê-lo: Sejamos como árvores bem plantadas perto das águas!
Nós gostaríamos de ter a firmeza de uma árvore, não só no aspecto da saúde física, mas, sobretudo, espiritualmente. Uma que árvore sabe se vergar diante das tempestades e dos vendavais dificilmente quebra. E, se tiver raízes profundas, então, dificilmente será arrancada. Como gostaríamos de ter esta mobilidade e esta persistência. Muitas vezes, nós nos sentimos como árvores secas plantadas no deserto. Sentimo-nos frágeis nas dificuldades e nas tentações. Por isso, a comparação das árvores é tão significativa: O Salmo nos indica onde encontrar esse solo fértil e úmido que nutre a nossa fé e a nossa perseverança:
Assim como árvores plantadas junto às águas, assim também nós necessitamos da fonte que nos nutra espiritualmente. Justamente, quando as pessoas ignoram essa fonte verdadeira, elas ficam desorientadas e acabam correndo atrás de ilusões, de tudo que lhes ofereça vantagens pessoais imediatas.

A fonte que nos vivifica é a Palavra de Deus. Ela nos oferece o cuidado, a orientação e a coragem necessários para termos firmeza e clareza na nossa fé, na nossa vida pessoal, familiar e comunitária. Então teremos condições suficientes para comunicar com perseverança a maravilhosa boa Nova do amor de Deus, oferecido à humanidade por meio de Jesus Cristo. E não faremos isto somente de “boca pra fora”, mas falaremos daquilo “que o coração está cheio”. E faremos dessa mensagem a razão de nossa comunhão e cuidado de uns pelos outros.

Nós podemos buscar essa fonte por meio da oração. Nós podemos encontrar o que nos firma e fortalece na palavra de Deus. Então seremos como árvores plantadas próximo às águas. Então teremos orientação e direção naquilo que comunicamos.

O Sínodo Sudeste existe para caminhar junto com comunidades, paróquias, núcleos, áreas missionárias, instituições diaconais, setores de trabalho e encontrar com todos eles essa fonte maravilhosa da Palavra de Deus, que nutre, fortalece, une e nos prepara para cuidarmos uns dos outros e para darmos conta da maravilhosa mensagem que recebemos para comunicar em palavras e ações. Para tanto, nós nos alimentamos em cursos de aprofundamento bíblico e confessional, seminários e encontros, em cultos, em pequenos grupos familiares de estudo bíblicos em bairros e localidades, em grupos de interesse, de casais, de homens e de mulheres, de jovens, de crianças e de adolescentes, de lideranças comunitárias, de ações diaconais, de música e de liturgia...

Sejamos, pois, como árvores plantadas à beira das águas. Que possamos comunicar uma mensagem repleta do amor de Deus, que permaneçamos persistentes, perseverantes na palavra do Senhor.
Com certeza, os bons frutos aparecerão!
Amém.

P. Geraldo Graf
17.05.2015
g.graf@uol.com.br
 


Autor(a): Pastor Sinodal Geraldo Graf
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Testamento: Antigo / Livro: Salmos / Capitulo: 1 / Versículo Inicial: 2 / Versículo Final: 3
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 33378

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O Senhor é o Deus verdadeiro. Ele é o Deus vivo, o Rei eterno.
Jeremias 10.10
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Orar é a obra mais primorosa, por isto é tão rara.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br