Vou fazer a minha parte!

13/05/2021

 

Osvaldo estava passando por uma série de provações. O casamento não ia bem. Ele via muita injustiça na empresa que trabalhava. Ficava perturbado com a violência no bairro. Quase não acreditava mais em possíveis mudanças. À noite teve um sonho, onde foi levado ao céu. Reparou que, junto aos portões celestiais, havia um armazém, daqueles de antigamente, que vendia de tudo um pouco. No balcão estava assentado um anjo que lhe deu as boas-vindas: Que bom receber sua visita. Lembre-se de que você não está morto. Isso é só um sonho. Mas afinal, já que você está aqui, o que posso fazer por ti? Osvaldo pensou bem e disse: Lá em casa está difícil. Cada um puxa para o seu lado. Tem que mudar! O que mais? Não gostei que meu colega, que se empenhava pela empresa, foi demitido, enquanto os puxa-sacos da gerência continuam numa boa. O que mais? Detesto e não quero comprar uma arma, mas lá no bairro está complicado sair à noite, nem consigo mais chegar tranquilo na igreja. Em seguida, o anjo que escutava com muita atenção disse: Pois, vou resolver os teus problemas. Osvaldo deu um grande sorriso. Agora sim, está ficando bom! Pensou. Virando as costas, o anjo partiu para as prateleiras e voltou com um envelope nas mãos, entregando-o ao freguês. Osvaldo curioso pegou, abriu e espiou. Dentro estavam três pequenas sementes. O que eu faço com isso? Questionou. Em seguida, veio a lição: Você quer ajeitar a tua vida? Você deseja experimentar o céu? Então, plante estas sementes. Comece com a semente do diálogo dentro de casa. Convide e proporcione oportunidades de lazer com a esposa e seus filhos. Sempre leve em conta a Palavra de Deus. Na tua empresa, plante a semente da justiça. Não acoberte maus procedimentos, incentive o esforço, faça com que o bom trabalho seja sempre reconhecido. Valorize os colegas. No teu bairro, participe das organizações não-governamentais e públicas que buscam melhorias. Alerta a igreja sobre a responsabilidade de agir e não apenas falar de paz. Na manhã seguinte, quando Osvaldo acordou, tinha três sementes miúdas na mão.


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 62446
REDE DE RECURSOS
+
Deus não está amarrado a nenhum lugar e de lugar nenhum se acha excluído.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br