Presidente implantou administração empresarial

FUNDAÇÃO ISAEC DE COMUNICAÇÃO

01/08/1988

Presidente implantou administração empresarial

Eleito, como o segundo mais votado, para o Conselho Diretor (CD) da IECLB, no Concilio Geral no Rio de Janeiro, em outubro de 1986, Genésio Körbes também foi eleito, em dezembro do mesmo ano, como presidente da Fundação ISAEC de Comunicação (FIC), que tem sua sede em Porto Alegre. Genésio é membro da Paróquia Martin Luther de Porto Alegre, onde já atuou como presidente, e exerce sua profissão de administrador de empresas no hospital Moinhos de Vento, na capital gaúcha.

Perguntado sobre o que mudou a partir do momento que assumiu a presidência da FIC de fato, em 25 de maio de 1987, Gentio Körbes afirma categórico: Mudou tudo! O primeiro e único objetivo do novo presidente foi perseguir a implantação de uma administração empresarial, o que em momento algum se via anteriormente na FIC, garante Gentio. Ele já fazia parte, desde 1985, do Conselho Deliberativo da FIC, e junto com Vilson Baade e os pastores Silvio Schneider e Carlos R. E Dreher, vinha integrando o grupo que examinou a viabilidade das rádios da FIC para a Igreja.

Para conseguir viabilizar a intenção de dotar a FIC de uma estrutura empresarial, Gentio Urbes tomou algumas providências. Em primeiro lugar, implantou o sistema de administração por objetivos, e para tal forma eleitas várias áreas de resultados: recursos financeiros, clientela no sentido comercial (anunciante e ouvinte), produtividade e recursos tecnológicos.

ADMINISTRAÇÃO INFLEXÍVEL

Como segundo passo Genésio persegue implantação de uma administração empresarial na FIC houve enxugamento da máquina administrativa e funcional, o que significa racionalizar recursos humanos. Dos 147 empregados da FIC em janeiro de 1987, apenas 118 continuam no quadro de funcionários de junho de 1988, e sem qualquer prejuízo na qualidade geral, afirma o presidente da FIC. Ele também deixa claro que executa uma administração inflexível nas despesas, de forma tal que toda e qual- quer despesa pode ser feita somente com a sua autorização, desde a compra do pó de café para o cafezinho até uma máquina sofisticada para transmissão radiofônica.

Como terceiro ponto da estrutura comercial implantada na FIC está o incremento nas vendas de anúncios comerciais, os patrocinadores dos programas das rádios da FIC. Como, afinal se faz uma administração cristã dentro do conceito capitalista? Não há nenhum segredo, afirma Genésio. Para ele, o lucro não é coisa feia, não é coisa do diabo, não é opressor. 'Tudo é uma questão de como se aplica o lucro. Deve haver coerência em todos os sentidos, incluindo o modo de vida, encaixando ai também a humildade tanto para reconhecer erros como para receber os resultados positivos. Estes, no momento, ainda são muito poucos na FIC, reconhece Genésio.

SUJEITO OTIMISTA

Ele faz questão de salientar que a FIC permanece a mesma entidade de antes, juridicamente autônoma, porém com participação direta da direção da IECLB. Afirma, inclusive, que o que salvou a FIC foi a direção da Igreja tê-la assumido, também sendo aproveitadas todas as oportunidades para se dizer que a FIC é da Igreja. Körbes garante que pretende fazer uma administração transparente, e dentro desta proposta compartilha em toda reunião do Conselho Diretor as dificuldades da FIC. Entre elas se encontra a herança com causas trabalhistas ganhas por ex-funcionários, o que atinge a cifra de aproximadamente 25 mil OTN's (Obrigações do Tesouro Nacional). Em função destas e outras dificuldades — relata Körbes — foi vendida a Rádio AM em Blumenau. A FIC conta, ainda, com quatro rádios FM — as de Blumenau e Florianópolis, em Santa Catarina, a União de Novo Hamburgo e a Imigrantes de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Essa última está sendo vendida também. Afora disso, tem dois estúdios de gravação de discos, de 8 e de 16 canais, em Porto Alegre.

Por natureza sou um sujeito otimista e tenho expectativas realistas e muito positivas para a FIC, ressalta Genésio Körbes. Segundo seus planos, a previsão era usar os primeiros dois anos de sua gestão para o saneamento da situação da FIC, mas garante que, após o primeiro ano, já há alguns resultados concretos. Isto, por sua vez, permite que operacionalmente já estamos caminhando com as próprias pernas, o que significa excluir as heranças trabalhistas, sublinha. Genésio, no entanto, garante: No ano que resta, temos grandes chances para colocar a FIC novamente no caminho.


Voltar para índice de Um Século de História de Nossa Imprensa 
 

HISTÓRIA
+
Todas as coisas foram criadas por Ele e tudo existe por meio dele e para Ele. Glória a Deus para sempre! Amém!
Romanos 11.36
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br