Medos...

20/07/2021

 

Desde bebê, Jessé tinha um medo danado de escuro. Por isso, a mãe deixava sempre uma pequena lâmpada acessa no quarto. Ajudava, mas não resolvia o problema. Ela conversava, orava e até tentava apagar a luz depois do sono do menino, que sempre acordava com um grito. Lá pelos 8 anos, Jessé cismou que havia um monstro debaixo da cama. A mãe suspeitava que eram as sobras das luzes. Então, tento convence-lo de que, apagando a luz, o monstro sumiria. Não, mãe! Disse ele: Sem luz, o bicho me pega. A situação era, ao mesmo tempo, cômica e triste. Certa noite, antes de deitar ela orou com o filho e pediu que Deus trouxesse uma solução à questão. Depois, ela sonhou algo estranho. No fim da rua, havia um velho que recolhia latinhas. Ela o viu em sonho. Noutro dia, ao cruzar por ele, contou a situação do filho. Ele disse que tinha um jeito, acompanhando-a até sua casa. Não foi feito nenhum “abracadabra” ou algo misterioso. Mas, naquele dia, ao voltar da escola, Jessé não pode entrar no quarto até o momento de dormir. Na hora do sono, ele estava curioso. De imediato, acendeu a luz e percebeu algo diferente. Os pés da cama foram serrados. Ela estava colada ao chão. A mãe disse: Durma tranquilo, Jessé! O monstro perdeu a sua morada e foi embora. As luzes se apagaram e o menino dormiu. Antes de deitar, a mãe orou e agradeceu a Deus pelo vizinho e amigo.


 


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 63740
REDE DE RECURSOS
+
A misericórdia de Deus é como o céu, que permanece sempre firme sobre nós. Sob este teto, estamos seguros, onde quer que nos encontremos.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br