Maria e José levam Jesus ao Templo e o encontro com Simeão e Hanna

26/12/2020

Estimados ouvintes da radiowebluteranos.com:

Estamos ainda respirando o clima do Natal. Apesar de ter sido um Natal bem diferente dos Natais anteriores – pois desta vez ficamos mais em cada, junto aos nossos familiares mais próximos. Mas mesmo assim, aqui na Igrejinha também fomos desafiados a ser solidários, escrevendo uma carta para as vitimas das enchentes em Presidente Getúlio e Ibirama. Se vc não escreveu, ainda dá tempo. Escreva uma mensagem de esperança para essas famílias. Muitas delas perderam a casa e outras perderam algo ainda mais valioso: os familiares. A família Wiese de Presidente Getúlio membro da nossa igreja, perdeu 8 pessoas numa única noite. Por isso, escreva uma mensagem de esperança, coloque a mensagem numa carta e entregue sua carta aqui na Igrejinha ou envie sua carta pelo correio para a Comunidade de Ibirama. Os pastores e pastora vao entregar a sua carta para alguma família enlutada.

Esse ano de 2020 também foi muito difícil para muitas pessoas. Nunca tivemos uma ano assim, onde muitas atividades foram paralisadas por conta do coronavírus. Um ano em que vivemos com medo de sair de casa. Medo de ser contagiado pelo COVID-19. Até nossos cultos ainda não são presenciais. Aconteceram casos de doença na família, falecimentos, desemprego.

No entanto, uma pesquisa perguntou qual seria a palavra apropriada para definir o que aconteceu com você durante o ano de 2020? De forma impressionante a maioria das pessoas disse: GRATIDÃO. Não era gratidão pelas crises, pelo coronavirus. A palavra gratidão se refere somente a Deus, que – apesar do coronavirus, Deus nos conduziu por todas essas dificuldades e nos deu um olhar de esperança com o anúncio de várias vacinas que podem nos devolver al convívio familiar, ao trabalho e também aos cultos presenciais. Portanto, depois de um ano de medo, terminamos o ano com anúncios de esperança.

O Evangelho de Lucas que ouvimos, também nos fala de Maria e José também estavam se acostumando com a novidade de ter uma criança em casa. A lei do Antigo Testamento dizia que o primeiro filho homem era de Deus. Assim também o filhote macho dos animais. Por isso, para que o casal pudesse ficar com o primeiro filho homem, era necessário então pagar por ele um preço determinado fazendo um sacrifício no Templo. Assim diz em Exodo 13.12-13:
Vocês darão ao Senhor todo primeiro filho homem. Todo primeiro filhote macho também pertencerá a ele. Mas se quiserem ficar com o filhote de uma jumenta, ofereçam a Deus um carneiro. Se quiserem ficar com o primeiro filho homem, paguem por ele o preço determinado.

Esse preço variava muito de acordo com as condições financeira das família. Os mais ricos pagavam a Deus com o sacrifício de grandes animais. Os mais pobres sacrificavam rolinhas ou pequenas pombas.
Por isso, segundo a Lei, depois da quarentena de Maria, foram cumprir o que a Lei mandava. O menino deveria ser levado ao templo onde receberia um nome e onde deveria ser circuncidado e os pais deveriam fazer um sacrifício a Deus.

Lá no templo, Maria e José se encontram com duas pessoas idosas: Simeão e Ana. Apesar de suas idades, essas duas pessoas estavam esperando uma novidade, algum sinal de Deus de que as coisas seriam melhores no futuro.

Não se sabe muito deles. Talvez fossem pessoas que diziam coisas sobre o futuro das pessoas. O certo é que quando Simeão e Ana viram o bebê Jesus, tomaram a criança no colo e disseram que através desta criança Deus estava começando um mundo novo. Disseram que essa criança vai se destacar por sua inteligência, por seu humanismo e pelo seu profundo sentido de misericórdia e de justiça. Os doutores da Lei vão ficar de boca aberta diante da sabedoria dessa criança. Mas, apesar de ter sido enviada por Deus, essa criança vai despertar muito ódio em algumas pessoas. Algumas pessoas vão se chocar profundamente com suas palavras e por isso vão persegui-la e muitas vezes tentarão matá-la.

Esse menino sempre vai estar do lado dos mais fracos, dos pobres, dos doentes, dos marginalizados. Ele vai condenar a hipocrisia dos piedosos e o esforço dos governantes em aprovar leis anti-populares, feitas somente com o objetivo de favorecer e eles mesmos e mostrar sua fidelidade ao império romano. Suas palavras serão ouvidas por bilhões de pessoas ao longo da história. Mas, .... ele não vai viver muito tempo sobre a terra. Muitas pessoas falarão contra ele e um dia a tristeza vai cortar o coração de Maria, pela forma em que esse menino será morto. Ele vai ser preso, humilhado, torturado e sentenciado à morte.
No entanto, os seus ensinamentos de amor, de misericórdia, de gratidão e de generosidade terão muitos seguidores. Lamentavelmente haverá muitos que dirão que são seguidores desse menino, mas farão isso apenas para enganar as pessoas. Os seus verdadeiros seguidores terão o mesmo comportamento, o mesmo pensamento de Jesus: vão ser pessoas agradecidas a Deus e vão expressar essa gratidão sendo também generosas com o seu semelhante e com a Criação de Deus.

Os primeiros seguidores de Jesus foram chamados de apóstolos e entre eles estava o apóstolo Paulo. Os apóstolos criaram uma organização chamada igreja, pois não basta ter boas ideias e boas intenções, é preciso construir também organizações capazes de converter essas boas ideias e intenções em ações concretas. Por isso, a igreja deve se orientar exclusivamente pelo exemplo e pelos ensinamentos de Jesus. Na carta aos Gálatas o apóstolo Paulo enfatiza que a igreja deve ser uma organização diferente da religião judaica, que ao invés de impor a obediência individual a lei, deve enfatizar o contrário: Deve dizer que Deus enviou o Espírito de seu Filho ao nosso coração para que outras pessoas sejam atraídas a Deus através de nossa forma de vida. Portanto a igreja deve ser o lugar onde o mais importante é o amor, a solidariedade, a gratidão a Deus manifestada em generosidade com o seu semelhante.

Simeao e Ana reconheceram que em Jesus estava começando um novo tempo de Deus. Também hoje, na virada de ano há uma expectativa que 2021 sejá um novo tempo, um tempo onde aconteça a solução de muitos problemas. Apontam para isto a frase que mais se ouve nesses dias: “Feliz Ano Novo, com muita paz, saúde e amor!”

No entanto, a partir do testemunho bíblico de hoje, ouvimos que o novo tempo a partir de Jesus não será algo mágico. A transformação requer de esforço, dedicação, paciência, perseverança e até de sacrifício. Como filhos e filhas de Deus, Deus nos quer como sujeitos nesse movimento que permite uma igreja onde o Senhor da Igreja seja Jesus Cristo.

Como será o ano de 2021? Muitas pessoas dizem que ele não vai ser muito diferente do ano de 2020. É verdade que o COVID não vai acabar com as vacinas. Ainda precisaremos usar máscaras, lavar as mãos frequentemente e evitar aglomerações.

Mas será um ano de esperança. E tomara que tenhamos aprendido algo desse ano de 2020. Precisamos continuar cuidado para que o covid ou novas doenças não se espalhem. Precisamos cuidar da nossa saúde e da saúde dos outros. Pois, em 2020 aprendemos que não basta eu estar bem, se o meu vizinho estiver doente. O cada um por si mesmo – não é um bom conslho para viver em sociedade.

Precisamos aprender com a Boa Criação de Deus. Certa vez o Papa Francisco lembrou que:
“Os rios não bebem sua própria água; as árvores não comem os seus próprios frutos,; o sol não brilha para si mesmo, as flores não espalham fragrância para si. Viver para os outros é uma regra da Natureza. A vida é boa quando você está feliz; mas Jesus nos veio dizer que a vida é muito melhor quando os outros estão felizes por sua causa”.

Portanto, a felicidade não depende um novo ano, mas depende de novas atitudes nesse novo ano. Não é o ano de 2021 que precisa ser diferente. Somos nós, você e eu que precisamos ser diferentes.

Que a graça de nosso Senhor

Amém.

MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Um pregador deve fazer três coisas: ler a Bíblia com afinco, orar de coração e permanecer um discípulo e aluno.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br