Em frente ao espelho...

16/05/2021

 

O tema do Culto de Confirmação é o ESPELHO. Então, um rápido resgate histórico. No princípio, as pessoas viam seu próprio reflexo nas águas. Era a maneira que tinham para se admirar. Depois, passaram a notar a sua imagem no metal polido. Por último, no primeiro século, com o manuseio do vidro, inventaram o espelho. Agora, pense: Quantas vezes por dia você se olha no espelho? Conta em casa, no carro, na escola, na empresa, no espelhinho da bolsa...

Bem cedo, ao iniciar o dia, já nos colocamos diante do espelho. A preocupação pode ser ajeitar o cabelo ou apenas lavar o rosto. Faço e observo e, se necessário, repito o ritual. Se melhorou, sigo em frente. Mas, antes de sair de casa, normalmente passo diante do espelho “grandão” do quarto, para reparar no visual completo. Se algo não está certo, ainda há uma chance de mudança. É assim na vida. Se você se espreguiçar na cama, terá a chance de levar um dia mais tranquilo. Se você se ajeitar diante do espelho, colocar um perfume e dar um sorriso para si mesmo, terá mais chance de ter um dia feliz. Falo, fisicamente. Agora espiritualmente, qual seria o ritual? O que posso fazer para me espreguiçar ou me ajeitar melhor?

O Salmo 119, no verso 11, diz: “Senhor! Guardo no meu coração as tuas palavras, para não pecar contra ti”. Ou seja, matinalmente, tirar uns minutinhos para colocar-se diante do espelho da alma só faz bem. Orar, ler a Bíblia, meditar é a melhor preparação para o dia. O que virá? Não sei. Mas, Deus sabe. Ele pode tranquilamente me preparar. Simples assim. Então, por que não entregar o dia ao Senhor? Como Palavra de Deus, a Bíblia sempre aponta para Jesus, nossa maior inspiração. Se quisermos ter sucesso no dia, não deveríamos tirá-lo do pensamento. Que tal sair de casa de mãos dadas com Jesus? O “virar-se por conta” ou “caminhar” com Jesus é sempre uma decisão pessoal. Ninguém pode nos forçar. A liberdade de escolha é uma dádiva de Deus. As consequências da escolha, já observamos por experiência própria.

Através dos séculos, o espelho evoluiu da água ao vidro. Hoje, você pode usar o próprio “smartphone” para contemplar-se. A imagem ficou mais nítida e os recursos maiores. Assim também, historicamente, o ser humano conseguiu reconhecer a sim mesmo através da natureza, percebendo suas limitações. Em seguida, Deus enviou as leis, mostrando a diferença entre o certo e o errado. Por fim, chegou em Cristo, como revelação maior de sua própria imagem e semelhança. Interessante é que, até mesmo na história do espelho, somente depois de Cristo, no primeiro século, é que surgiu o vidro com sua nitidez. O apóstolo Paulo também reconhece: Antes valia a lei, agora o caminho é Jesus. Ame a Deus. Ame ao próximo. Ame a si mesmo. Ame até ao inimigo. Mas, só com Jesus é possível.

Convido agora você para fazer um pequeno passeio pela Bíblia em torno da palavra “espelho” com seus desafios. A primeira referência está em Êxodo (38.8), onde o espelho faz parte dos apetrechos usados no templo. Ou seja, na Casa de Deus há espelhos que possibilitam às pessoas se enxergarem. Então, a Comunidade com seus momentos de encontro são úteis também na caminhada espiritual. Não esqueça disso. Outra passagem do Antigo Testamento vem do profeta Isaías (3.23), que cita o espelho como uma joia. De fato, a Bíblia faz um convite para valorizarmos o “colocar-se diante do espelho” como possibilidade diária de auto avaliação. Ele nos ajuda a melhorar. São dois desafios: Agradeça a Deus pela possibilidade valiosa de mudança. Faça da Comunidade uma oportunidade de avaliação constante.

No Novo Testamento, o apóstolo Paulo cita duas vezes o espelho à Comunidade de Corinto. Na primeira (1Co 13.12), ele diz que a nossa vida espiritual é como uma caminhada rumo à perfeição, que se completará somente na eternidade. Enquanto, vivemos aqui, a nossa imagem será sempre turva, imperfeita. Somente diante de Cristo nos veremos com perfeição. Logo adiante (2Co 3.18), ele compartilha que estamos em constante mudança, onde Jesus é o nosso melhor modelo. Ou seja, a vida cristã é um constante desafio do imperfeito ao perfeito, do humano ao eterno. Como vivemos no mundo sob o pecado, somente na eternidade, ao lado de Deus, haverá a perfeição.

Por fim, o último desafio quem nos traz é o apóstolo Tiago, o qual fecha o sermão. Ele escreve: “Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a uma pessoa que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesma, sai e logo esquece a sua aparência. Mas, quem observa atentamente a lei perfeita que traz a liberdade e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu, mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer” (Tiago 1.23-25). Você deseja a felicidade? Quer ser uma pessoa de sucesso? Isso só é possível com Deus. Longe dele, o desastre é certo. A medida que você se reflete na imagem de Cristo, notará distorções, as quais dia a dia você pode ajeitar. É uma jornada que tem um início com uma decisão, a qual entendemos hoje como CONFIRMAÇÃO e só termina no encontro com o próprio Deus. Quando falamos nosso “sim” para Jesus, passamos a permitir conscientemente que o Espírito trabalhe em nós. Amém!
  


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Missão / Nível: Missão - Adolescentes
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Testamento: Novo / Livro: Tiago / Capitulo: 1 / Versículo Inicial: 23 / Versículo Final: 25
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 62481
REDE DE RECURSOS
+
Procurem a ajuda do Senhor. Estejam sempre na sua presença.
Salmo 105.4
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br