De olho nas alturas!

26/06/2020

A reflexão não é minha, por isso não sei se os fatos conferem. Todavia, a conclusão é legítima, pois eu mesmo já experimentei. Se você colocar um falcão em um cercado com um metro quadrado e o deixar inteiramente aberto por cima, o pássaro, apesar de sua incrível habilidade de voar, será um prisioneiro absoluto. A razão é que um falcão sempre começa seu voo com uma pequena corrida em terra. Sem espaço para correr, como é seu hábito, nem mesmo tentará voar, mas permanecerá um prisioneiro pelo resto da vida em uma pequena cadeia sem nenhum teto. O morcego, que voa através da noite, uma criatura notavelmente ágil no ar, não pode sair de um lugar nivelado. Se for colocado em um piso completamente plano, tudo que consegue fazer é andar de forma confusa e, sem nenhuma dúvida, dolorosa, até que alcance alguma ligeira elevação de onde pode se jogar ao ar. Então, sai como um raio. Um zangão se cair em um pote aberto, ficará lá até que morra, a menos que seja removido. Nunca vê os meios de fuga no alto, mas persiste em tentar encontrar saída de alguma maneira através dos lados próximos ao fundo. Procurará uma maneira onde não existe nenhuma, até que se destrua completamente. Da mesma forma, há muitas pessoas como o falcão, o morcego e a abelha. Se esforçam na luta contra todos os seus problemas e frustrações, não percebendo que a resposta certa está logo acima delas. “Elevo os meus olhos para os montes. De onde virá o meu socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra” (Salmo 121).


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Testamento: Antigo / Livro: Salmos / Capitulo: 121
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 57411
REDE DE RECURSOS
+
Assim, outros carregam o meu fardo, a força deles é a minha. A fé da minha Igreja socorre-me na perturbação. A oração alheia preocupa-se comigo.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br