A lição da Catarina...

17/07/2021

 

Devido à revolução, criou no início do século passado uma situação muito ruim na Rússia. Uma extraordinária jovem de apenas 20 anos decidiu abandonar o seu país. Seu nome era Catarina de Hueck. Chegou em Londres grávida do primeiro filho e sem recursos. Um tio havia lhe falado de Nova Iorque, onde a riqueza era tamanha que os dólares caíam das árvores. Ela decidiu partir rumo à América. Inicialmente, trabalhou numa lavanderia, onde ganhava uns trocados. Tentou escrever para jornais, contando fatos que viveu da guerra na Rússia que tão bem conhecia, mas ninguém se interessou. Buscou uma instituição de caridade, onde foi maltratada e humilhada. Naquele momento, pensou em tirar sua vida. Dirigiu-se até o rio Hudson e ficou olhando às suas águas. Do nada, ouviu uma voz: Ei, loirinha! O que você está fazendo aí? Era um motorista de táxi. Continuou: Quer que eu a leve para algum lugar? Ela respondeu: Não tenho para onde ir, nem dinheiro para pagar um táxi. Continuou o taxista: Você estava pensando em pular no rio? Ele a convidou para fazer um lanche. Ela desconfiou. Ele insistiu. O jovem era pai de família e homem de fé. Ela foi para a casa dele e passou dois dias com sua família. Depois, ele lhe emprestou dinheiro para pagar uma pensão. Ela voltou a procurar emprego. No frio da manhã, animada pelo anfitrião seguiu pela rua em constante oração: Meu Deus! Perdoa-me pelo pensamento desesperado ao lado do rio. Ajuda-me a arranjar um emprego. Naquele momento, um vento forte lançou ao seu rosto um pedaço de papel. Era uma folha com anúncios pedindo empregadas domésticas. Catarina se animou, pois era a primeira vez que ela reconhecia uma resposta de oração. Só que, ao invés de vir do céu, veio do chão, trazida pelo vento. Ela pensou: Deus é muito estranho mesmo. Manda motoristas de táxi atrás de uma jovem desesperada. Fala na voz dos ventos. Responde até pelo jornal. Anos mais tarde, Catarina se tornou famosa proferindo conferências, contando a sua história. Em outubro de 1930, ela fundou as casas da amizade, que amparam pessoas necessitadas. Então, por mais difíceis que sejam os problemas, jamais pense em desistir. Sempre existe alguém que pode ajudar você. E, quase sempre, a pessoa está bem perto. Olhe, procure, conte as suas dificuldades. Seja qual for a provação, entregue-se a Deus em confiança. Ele é o caminho. Em fé, aguarde. O auxílio alcançará você. Desistir, nunca! Ouça o áudio anexado...


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 63710
REDE DE RECURSOS
+
Assim como o fogo sempre produz calor e fumaça, também a fé sempre vem acompanhada do amor.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br