Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Ecumene



ID: 2676

Vale do Itajaí e Nordfriesland discutem teologia pública e pluralidade religiosa

28/06/2022

Vale do Itajaí e Nordfriesland discutem teologia pública e pluralidade religiosa
Vale do Itajaí e Nordfriesland discutem teologia pública e pluralidade religiosa
Vale do Itajaí e Nordfriesland discutem teologia pública e pluralidade religiosa
Vale do Itajaí e Nordfriesland discutem teologia pública e pluralidade religiosa
Vale do Itajaí e Nordfriesland discutem teologia pública e pluralidade religiosa
Vale do Itajaí e Nordfriesland discutem teologia pública e pluralidade religiosa
Vale do Itajaí e Nordfriesland discutem teologia pública e pluralidade religiosa
1 | 1
Ampliar

Pelo segundo ano consecutivo, a parceria entre os sínodos Vale do Itajaí e Nordfrielsand/Norte da Alemanha promove workshops virtuais para debate de temas comuns entre brasileiros e alemães. Na terça-feira, 28 de junho, aconteceu o quarto encontro, a partir do tema proposto pelo Sínodo Vale do Itajaí: “Teologia Pública e Pluralidade Religiosa”, conduzido pelo pastor Dr. Oneide Bobsin, professor de Ciências da Religião da Faculdades EST, em São Leopoldo/RS. O pastor sinodal Guilherme Lieven e o coordenador da parceria no Vale, P. Sigfrid Baade, conduziram o encontro virtual.

O sínodo brasileiro propôs uma pauta socioantropológica, a partir da análise a respeito da realidade religiosa no Brasil, com destaque nas implicações éticas e políticas mais recentes no espaço público. No primeiro momento, Bobsin fez um resgate do universo europeu e americano do século 16, com a era das grandes navegações e o projeto colonial. Com o passar dos séculos, segundo o palestrante, a religiosidade no país foi se misturando a partir de diferentes matrizes como a cristã-católica, a africana e a indígena, e, recentemente, a espírita kardecista e a evangélica pentecostal. A partir deste sincretismo também cresce o preconceito e o fundamentalismo.

“O Brasil, hoje, tem novos cenários político-religiosos. O crescente interesse pela política no mundo evangélico-pentecostal e neopentecostal nos últimos 25 anos parece ser um novo fato quando se trata da presença pública das igrejas nos espaços do Estado, com pautas neoconservadoras de frentes parlamentares evangélicas”, resumiu Bobsin, que ao finalizar a explanação, disse: “Este debate é público. Diante de Cristo precisamos tomar posição quer nas igrejas, quer na política. Secularização e pluralidade religiosa no espaço público não se contradizem”.

O grupo alemão ainda pôde fazer perguntas e entender melhor a organização social brasileira, além de brevemente compartilhar experiências com a matriz muçulmana e a realidade europeia com as duas grandes igrejas cristãs: a católica e a evangélico-luterana.

Os dois primeiros workshops virtuais aconteceram em 2021, em virtude do adiamento da visita de Nordfriesland, por causa da pandemia. O terceiro encontro aconteceu no mês passado com uma pauta socioambiental. Segundo o coordenador da parceria, P. Sigfrid Baade, essa foi uma forma de compartilhar temáticas importantes para ambas as igrejas e suas realidades locais. A próxima agenda do grupo das Parcerias Ecumênicas está marcada para o dia 25 de setembro, às 09h, na igreja do Badenfurt, com o Culto de Ação de Graças.
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Cada qual deve se tornar para o outro como que um Cristo, para que sejamos Cristos um para o outro e o próprio Cristo esteja em todos, isto é, para que sejamos verdadeiros cristãos.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Nós te damos graças, ó Deus. Anunciamos a tua grandeza e contamos as coisas maravilhosas que tens feito.
Salmo 75.1
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br