Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Ecumene



ID: 2676

Líderes ecumênicos das Igrejas membros do CMI se reúnem em preparação para a 11ª Assembleia do CMI

29/10/2021

Foto Gloria Koymans-CMI
Foto Gloria Koymans-CMI
1 | 1
Ampliar


Quase 60 líderes ecumênicos se reuniram entre os dias 24 a 29 de outubro para planejar a 11ª Assembleia do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) em 2022 e seu tema, “O amor de Cristo move o mundo para a reconciliação e a unidade”. Representando a IECLB, participou o P. Mauro Batista de Souza, 2º Pastor Vice-Presidente da Igreja e responsável pela Missão Global


Em suas palavras de boas-vindas, o Secretário Geral interino do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), Rev. Prof. Dr. Ioan Sauca, expressou sua alegria pelo fato de que as pessoas responsáveis pelas relações ecumênicas puderam se reunir novamente após dois anos. “Durante os últimos dois anos, enfrentamos muitas questões em nossos diferentes contextos, sobre nosso mundo e a vida de nossas igrejas”, afirmou Sauca. “O mundo mudou de maneiras que não poderíamos imaginar.”

À medida que os preparativos para a Assembleia vão tomando forma, disse Sauca, se reforça a sensação de avançarmos em conjunto. “Esta reunião é parte integrante do processo de preparação para a próxima Assembleia. Aguardamos com muito interesse suas opiniões sobre os frutos de nosso trabalho e a colheita que podemos levar para Karlsruhe”, disse ele.

“Nosso mundo precisa de amor, reconciliação e unidade. E a nossa comunidade de igrejas é chamada a responder com oração e com atos que refletem um discipulado transformado e transformador”, acrescentou Sauca.

O Rev. Dr Benjamin Simon, responsável pelo programa de Relações com as Igrejas do CMI, disse que o encontro foi um exemplo de como uma reunião pode ocorrer tanto pessoalmente quanto online, e ainda reunir as pessoas em um ambiente genuíno. “Estamos muito agradecidos por poder contar com a presença de quarenta responsáveis ecumênicos presentes, de todas as partes do mundo, em Bossey, e por poder passar um tempo juntos presencialmente”, disse Simon. “Estamos igualmente gratos por mais 30 oficiais ecumênicos que participam da reunião de diversas partes do mundo, porque não puderam estar presentes devido a restrições relacionadas pela Covid-19.”

Entre os dias de encontro, as pessoas representantes fortaleceram a colaboração e o espírito comum de trabalho, caminhada e oração conjuntas entre as igrejas-membro e o CMI. Parte dessa discussão também girou em torno de considerar como os formatos de reunião híbridos podem melhorar a cooperação futura.

O diálogo se concentrou em aprender com as experiências durante a pandemia de Covid-19 e como as igrejas lidaram com - e ainda estão lidando com - os desafios em andamento.

As lideranças do CMI atualizam as representações sobre as últimas notícias do Comitê de Planejamento da Assembleia, bem como aspectos pontuais dos programas da Assembleia. Também foi possível compartilhar as diferentes perspectivas sobre o tema da Assembleia, com um olhar para temas especiais como a superação do racismo e o futuro da peregrinação por justiça e paz.

Além disso, as pessoas representantes ecumênicas também se reuniram com estudantes de Bossey, ouvindo suas visões e perspectivas sobre o movimento ecumênico e a Assembleia. Da mesma forma, a juventude do movimento ecumênico também compartilhou suas inquietudes e desafios, assim como sua visão sobre o caminho a se seguir.

(Fonte: Comunicação/Conselho Mundial de Igrejas)
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O Senhor conduza o vosso coração ao amor de Deus e à constância de Cristo.
2Tessalonicenses 3.5
REDE DE RECURSOS
+
Bom é o Senhor para os que esperam por ele, para a alma que o busca.
Lamentações 3.25
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br