Jornal Evangélico Luterano

Ano 2018 | número 813

Terça-feira, 25 de Junho de 2024

Porto Alegre / RS - 03:32

Prioridades

Programas de Acompanhamento

Buscai primeiro o seu Reino e a sua justiça (Mt 6.33). A Bíblia é clara quando se trata de prioridades. Não é por menos que a IECLB tem, como Fundamento, o Evangelho de Jesus Cristo e, como Missão, propagar o Evangelho de Jesus Cristo, estimular a vivência evangélica pessoal, familiar e comunitária, promover a paz, a justiça e o amor na sociedade e participar do testemunho do Evangelho no País e no mundo (Art. 3º da Constituição da IECLB).

 Aonde se quer chegar com este Fundamento e esta Missão? O Plano de Ação Missionária da IECLB (PAMI) responde esta questão. A IECLB quer ser reconhecida como Igreja de Comunidades atrativas, inclusivas e missionárias, que atuam em fi delidade ao Evangelho de Jesus Cristo, destacando-se pelo testemunho do amor de Deus, pelo serviço em favor da dignidade humana e pelo respeito à Criação. Esta Visão mostra que tipo de Igreja a IECLB almeja ser, aponta a direção do que quer alcançar e sinaliza as áreas nas quais devem ser feitos investimentos.

A Presidência tem reforçado sistematicamente a Missão e a Visão da IECLB no cumprimento da sua responsabilidade de zelar pela unidade confessional e eclesial. Trata-se de reafi rmar que a Igreja tem direção clara, orientação precisa sobre onde devem ser investidos todos os esforços. Como alinhar as ações que partem das instâncias nacionais de modo que cooperem expressamente com a Missão e Visão da IECLB? A quais ações dar prioridade dentro de uma gestão que sempre defendeu a qualificação do cuidado com a fé, os valores institucionais, a missão e as pessoas?

No que é estratégico investir nacionalmente? Essa foi a questão colocada pela Presidência aos Pastores e às Pastoras Sinodais no seu Encontro de março de 2011. Diversas necessidades foram levantadas e sistematizadas, até se chegar a várias frentes consideradas importantes: Educação Cristã Contínua, Capacitação Funcional, Formação Ministerial, Exercício do Ministério, Habilitação Ministerial, Comunicação, Ecumene e Gestão.

Quando o Conselho da Igreja foi envolvido na questão, Conselheiros e Conselheiras Sinodais agregaram aspectos ao levantamento feito pelos Pastores e pelas Pastoras Sinodais, como a necessidade de definição de Políticas para Formação, Comunicação, Pessoal e Finanças, bem como investimentos no Acompanhamento Ministerial e melhor apropriação de Normas e de Orientações Administrativas.

Munida desses impulsos, a Presidência considerou como estratégicas três frentes que chamou de Prioridades de Gestão: 1 - Acompanhamento a Ministros e Ministras, 2 - Acompanhamento a Estudantes de Teologia e 3 - Qualificação Funcional. No Relatório ao Concilio de 2014, a Presidência destacou ‘o empenho conjunto em torno das três Prioridades de Gestão demonstra a capacidade que temos como Igreja em firmar frentes estratégicas para a Ação Pastoral e Missionária’.

Em 2015, a Presidência, novamente com base na escuta a instâncias, agregou duas Prioridades de Gestão às três já defi nidas: 4 - Qualificação da Ação Missionária e 5 - Qualificação da Comunicação. As cinco Prioridades, como diz o Relatório ao Concílio de 2016, ‘são consideradas estratégicas para a sustentabilidade de toda a Igreja e, por este motivo, mobilizam toda a ação nacional e desafiam os Sínodos a sintonizar as prioridades sinodais com estas’.

A cada uma das cinco Prioridades de Gestão correspondem os respectivos Programas, que, junto com o Programa da Habilitação ao Ministério, compõem as seis ênfases desta Gestão da Presidência da IECLB. Os seis Programas são expressão dos consensos construídos entre Presidência, Conselho da Igreja, Pastores e Pastoras Sinodais, com a intenção de promover sustentabilidade institucional, para que a IECLB faça frente à sua Missão.

Pelas próximas edições de 2018, vamos apresentar os Programas que compõem as Prioridades de Gestão: Acompanhamento a Estudantes de Teologia, Habilitação ao Ministério, Acompanhamento a Ministros e Ministras, Qualificação Funcional, Qualificação da Ação Missionária e Qualificação da Comunicação. 

Socióloga Cerise Tereza Pahl | Assessora do Pastor Presidente da IECLB

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Ser Igreja de Jesus Cristo em contexto de pandemia

Em perspectiva de balanço do ano que passou, compartilhamos, de forma adaptada e atualizada, partes da Carta Pastoral da Presidência, de Pastoras e Pastores Sinodais, publicada em agosto de 2020. A partir de março de 2020, passamos a conviver com a pandemia do Covid-19, (+)



Educação Cristã Contínua

Igreja que valoriza o Sacerdócio Geral (parte 3/3)

Desafios Com base nas atividades que estão sendo realizadas e considerando o cenário atual, a Coordenação de Educação Cristã (CEC) vislumbra os seguintes desafios para a efetivação da Meta Missionária 1 (Áreas de prioridade (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Ninguém deve fazer tudo o que tem direito a fazer. Cada qual deve olhar para o que é útil e o que é benéfico para o seu irmão, para a sua irmã.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br