Jornal Evangélico Luterano

Ano 2021 | número 846

Sábado, 15 de Junho de 2024

Porto Alegre / RS - 07:27

Presidência

Nem tudo pode, nem tudo edifica, nem tudo dignifica!

É momento de grande divisão nas Igrejas e entre pessoas dentro da mesma Igreja. Também dentro da IECLB. A alegria e a gratidão de ser pessoa batizada em nome do trino Deus, receptora da promessa de vida eterna mediante a fé um Jesus Cristo, ficam relegadas à segunda importância. O que importa hoje, para muita gente, é garantir que o seu ponto de vista seja o vitorioso, diante do qual todos os outros devem se curvar. Se não se curvarem, não prestam, não valem, devem morrer.

O mais triste é que este pensamento se fortalece em meio a uma grave pandemia, da qual já deveríamos ter tirado lições de solidariedade, companheirismo, amor ao próximo. Infelizmente, testemunhamos o contrário: a pandemia continua firme e forte, assim como a nossa incapacidade de nos relacionarmos de forma saudável, justa e ética. Quem negou a gravidade da pandemia e fez pouco caso das medidas de proteção, agora corre para furar a fila da vacinação.

É preciso ter fé forte para não sucumbir diante de contradições tão básicas e tão grandes, inclusive dentro do cristianismo. A violência, a exclusão, a tortura e a morte são defendidas, com a maior naturalidade, por pessoas batizadas – inclusive em público! Esquece-se justamente do centro da fé cristã, o próprio Jesus Cristo, cuja vida, morte e ressurreição aconteceram exatamente para que não mais houvesse sofrimento.

Sempre existiu a diversidade de dons, pensamentos e hermenêuticas no âmbito das Igrejas e mesmo das Comunidades da IECLB. Diversidade é uma dádiva bonita que Deus concede, mas respeito à diversidade não significa que tudo é permitido. Nem tudo pode, nem tudo edifica, nem tudo dignifica. Tem coisas que são centrais à fé, que não estão em discussão. Fazer o bem é um dos eixos da fé. Quem faz o mal não é de Deus. Simples assim!

Queridas leitoras e queridos leitores, o momento é difícil. É preciso persistir e fazer o bem, mesmo que, ao redor, o mal esteja sendo feito. Façam o bem. Denunciem o mal. Vençam o mal com o bem.

P. Dr. Mauro Souza | Pastor 2o Vice-Presidente da IECLB e Assessor para Missão Global e Ecumenismo 

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Ser Igreja de Jesus Cristo em contexto de pandemia

Em perspectiva de balanço do ano que passou, compartilhamos, de forma adaptada e atualizada, partes da Carta Pastoral da Presidência, de Pastoras e Pastores Sinodais, publicada em agosto de 2020. A partir de março de 2020, passamos a conviver com a pandemia do Covid-19, (+)



Educação Cristã Contínua

Igreja que valoriza o Sacerdócio Geral (parte 3/3)

Desafios Com base nas atividades que estão sendo realizadas e considerando o cenário atual, a Coordenação de Educação Cristã (CEC) vislumbra os seguintes desafios para a efetivação da Meta Missionária 1 (Áreas de prioridade (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Eu também sou parte e membro dessa congregação, coparticipante e codesfrutante de todos os bens que possui. Pelo Espírito, a ela fui levado e incorporado, pelo fato de haver ouvido e ainda ouvir a Palavra de Deus, que é o princípio para nela se entrar.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br