Jornal Evangélico Luterano

Ano 2016 | número 791

Quinta-feira, 20 de Junho de 2024

Porto Alegre / RS - 08:46

Formação - Diaconia

Secretaria da Ação Comunitária

   Feliz Ano novo! O Poeta gaúcho e alegretense Mario Quintana dizia que, muitas vezes, a felicidade está muito próxima da gente, só que temos tanta coisa para fazer que não a enxergamos. É como o vovô que procura os óculos tendo-os na ponta do nariz. 

   Tem muito de simplicidade naquilo que entendemos ser felicidade. Para muita gente, felicidade é ter uma cama quente onde dormir ou um prato diário de comida ou um lápis e um caderno para escrever as lições da escola ou poder fechar os olhos sem ouvir barulho de tiros ou bombas.

   Toda pessoa em sua sã consciência almeja a felicidade, por isso desejamos, a cada virada de ano, que o próximo seja feliz – ou mais feliz. Só que muita gente no mundo teve o seu direito de ser feliz negado ou até mesmo roubado.

   Em 2016, a IECLB irá refletir sobre o Tema Pela graça de Deus, livres para cuidar e o Lema, de Amós 5.14a, Buscai o bem e não o mal. Um dos três subtemas é As pessoas não estão à venda. Por que se chegou a este subtema? Por que é preciso reafirmar, em pleno século 21, que as pessoas não estão à venda?  

   É preciso reafirmar este subtema porque muita gente ainda é roubada, enganada, vendida, comercializada, transformada em mercadoria. São pessoas, principalmente mulheres jovens, mas também crianças, vendidas para o trabalho ilegal, a escravidão ou a prostituição. O tráfico humano é a terceira maior indústria criminosa do mundo, perdendo apenas para o comércio de drogas ilícitas e a venda ilegal de armas. Estima-se que de 20 a 30 milhões de pessoas sejam vítimas desse comércio e que ele gere um lucro de 32 bilhões de dólares ao ano.

   É por isso que precisamos bradar: Não! As pessoas não estão à venda. Pessoas não estão à venda, porque são criaturas de Deus, são o rosto do próprio Deus. Elas têm direito à felicidade – e nós podemos ajudar.

   Fica o convite para, nestas férias, abrirmos os olhos, os ouvidos e a boca para qualquer violação dos direitos humanos. 

P. Dr. Mauro Souza
Secretário da Ação Comunitária
Secretaria Geral da IECLB

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Ser Igreja de Jesus Cristo em contexto de pandemia

Em perspectiva de balanço do ano que passou, compartilhamos, de forma adaptada e atualizada, partes da Carta Pastoral da Presidência, de Pastoras e Pastores Sinodais, publicada em agosto de 2020. A partir de março de 2020, passamos a conviver com a pandemia do Covid-19, (+)



Educação Cristã Contínua

Igreja que valoriza o Sacerdócio Geral (parte 3/3)

Desafios Com base nas atividades que estão sendo realizadas e considerando o cenário atual, a Coordenação de Educação Cristã (CEC) vislumbra os seguintes desafios para a efetivação da Meta Missionária 1 (Áreas de prioridade (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Cristo nos libertou para que nós sejamos realmente livres.
Gálatas 5.1
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br