Jornal Evangélico Luterano

Ano 2016 | número 800

Terça-feira, 28 de Junho de 2022

Porto Alegre / RS - 06:07

Atualidade - Notícia

XXX Concílio da Igreja

   A história da Comunidade de Brusque/SC iniciou em 1860, com a chegada dos imigrantes alemães. Pouco tempo depois, estabeleceram-se à margem esquerda do Rio Itajaí Mirim, no Bairro Bateas, originalmente denominado Schleswig, onde foi construída a primeira casa de oração, sendo o serviço religioso praticado por colonos. As famílias, porém, sentiam-se abandonadas quanto ao atendimento, pois, para batizar, casar e serem confirmados, era necessário deslocar-se até Blumenau/SC, onde o P. Oswaldo Hesse estava instalado.

   A primeira Ordem da Comunidade Evangélica de Brusque foi aprovada em 17 de abril de 1863, com a presença do P. Hesse, data oficial da fundação da Comunidade. Sobre o primeiro Culto, este provavelmente aconteceu no dia 19 de abril, domingo.

   Os Cultos dominicais eram realizados em um galpão. Antes, reuniam-se no rancho da imigração. A visita do P. Hesse era periódica até o início de 1865, quando da chegada do P. Johann Anton Heinrich Sandreczki, que foi Ordenado em 1864, em Hütt inger, na Suíça, e designado pela missão da Basiléia para ser pregador dos colonos alemães no Brasil, precisamente para ser Pastor na colô- nia de Brusque.

   O Pastor recém-chegado requereu um lote de terra do Governo para construir a Igreja e a Casa Paroquial para Comunidade, então formada por 220 famílias. Em 1872, o P. Sandreczki fundou a Escola Evangélica, que, inicialmente, funcionava em uma sala anexa à sua casa. Em 1873, a Escola era frequentada por 53 crianças. O primeiro prédio da Escola foi concluído em 1878, tendo sido o P. Sandreczki Professor da Escola até o ano de 1880.

   O Pastor deixou a Comunidade de Brusque em l880, para assumir a Comunidade de Blumenau. Mesmo assim, continuou a dar assistência à Comunidade de Brusque até 1889, quando transferiu-se para os Estados Unidos.

   Em 1890, a Comunidade recebeu o seu segundo Pastor, P. Julius Von Czecus, que permaneceu em Brusque até 1896, quando se transferiu a Blumenau e foi substituído pelo P. Lange. Em 1909, o P. Lange, por motivos de saúde, deixou a Comunidade, sendo substituído pelo P. Gerold Hobus, que desenvolveu as suas atividades em Brusque até 1914. O sucessor, P. Eberhard Neumann, residiu em Brusque até 1920, quando pediu transferência para Blumenau e, no seu lugar, ficou o P. Albert Bornfl eth.

   Em 1934, foi realizada, pela primeira vez em Brusque, a reunião do Sínodo Evangélico de Santa Catarina e Paraná. O Coro de Trombones teve seu início em 1936. A Igreja foi renovada em 1942. O Coral da OASE iniciou em 1947.

   A Juventude Evangélica fez a sua primeira reunião em 1952. O início da Hora Evangélica se deu em 1956, com o P. Dr. Lindolfo Weingärtner, pelas ondas da Rádio Araguaia. A inauguração do Centro Evangélico ocorreu em 1971.

   Um acontecimento muito relevante para a Comunidade foi ter sido Sede do XVI Concílio da Igreja, nos dias 18 a 23 de outubro de 1988.

   Em 1996 foram criados três pastorados na Paróquia de Brusque: Martin Luther, Unidos em Cristo e Brusque - Centro. Para atuarem nestes Pastorados, foram instalados os Pastores Milton Tribess, Mauro Behling e Cláudio Siegfried Schefer.

   Para compartilhar os trabalhos com o P. Cláudio, em 1998, foi instalado o P. Renato Creutz berg, sendo o 2º Pastor para a Comunidade Centro e o 4º Pastor da Paróquia. Em 2001, o P. Creutz berg iniciou o seu novo trabalho frente ao Pastorado Martim Lutero. Com a transferência do P. Mauro para a Alemanha, assumiu o Pastorado Unidos em Cristo a Pa. Lígia Schünke Delandrea.

   Em 2004, os três Pastorados da Paróquia de Brusque se transformaram em três Paróquias: Paróquia Bom Pastor (Centro), Paróquia Martim Lutero (Bateas) e Paróquia Unidos em Cristo (Paquetá), formando a União Paroquial de Brusque.

    Atualmente, a Paróquia Bom Pastor recebe a assistência de dois Pastores: P. Cláudio Schefer e P. Edélcio Tônio Tetz ner. O Conselho Presbiterial, composto por 36 Conselheiros, é presidido por Sérgio Kuchenbecker.

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Ser Igreja de Jesus Cristo em contexto de pandemia

Em perspectiva de balanço do ano que passou, compartilhamos, de forma adaptada e atualizada, partes da Carta Pastoral da Presidência, de Pastoras e Pastores Sinodais, publicada em agosto de 2020. A partir de março de 2020, passamos a conviver com a pandemia do Covid-19, (+)



Educação Cristã Contínua

Igreja que valoriza o Sacerdócio Geral (parte 3/3)

Desafios Com base nas atividades que estão sendo realizadas e considerando o cenário atual, a Coordenação de Educação Cristã (CEC) vislumbra os seguintes desafios para a efetivação da Meta Missionária 1 (Áreas de prioridade (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Façam todo o possível para juntar a bondade à fé que vocês têm. À bondade, juntem o conhecimento e, ao conhecimento, o domínio próprio. Ao domínio próprio, juntem a perseverança e, à perseverança, a devoção a Deus. A essa devoção, juntem a amizade cristã e, à amizade cristã, juntem o amor.
2Pedro 1.5-7
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br