Cuidado com a Criação



ID: 2691

XXI SEMANA INTERAMERICANA DA ÁGUA E A XIV SEMANA ESTADUAL DA ÁGUA”.

Crianças de Sinimbu se reúnem e discutem o problema água

27/09/2014

P1120734
P1120726
P1120806
P1120835
P9270737
1 | 1
Ampliar

A Atividade consistiu em promover a reflexão sobre o uso da água. É difícil encontrar uma criança que não goste de brincar com água, seja na piscina, no mar, no rio ou até no quintal de casa. Pode ser que algumas briguem para entrar no banho – mas só até elas perceberem que brincar dentro no chuveiro também pode ser uma delícia. Mas aí mora um grande problema: a água não é brinquedo e não pode ser desperdiçada. Cerca de 97% da água que existe no planeta é salgada. Do restante, 2% está congelada e somente 1% encontra-se disponível para nada menos que 7 bilhões de pessoas, população atual da Terra. O resultado desse cenário é que nem todo mundo tem acesso à água. O Brasil conta com grandes reservas de água doce. Esse fato costuma provocar, no inconsciente coletivo, uma falsa impressão de que o recurso é inesgotável. Infelizmente, muita gente ainda lava as calçadas com mangueiras que não controlam a saída de água – conduta que, em algumas cidades, é proibida e passível de multa. Isso, sem contar os banhos demorados: 15 minutos com o chuveiro elétrico ligado consomem, em média, 45 litros de água.

A escassez de água ao redor do planeta indica que a preservação do recurso deve ser praticada e disseminada em todos os países, independentemente da reserva que possuem. Os próximos 50 anos serão decisivos, pois as projeções apontam que, nesse prazo, metade da população mundial conviverá com a falta de água caso nenhuma providência seja tomada. Portanto, hoje, mais do que nunca, toda criança deve aprender, desde cedo, a importância da preservação desse recurso natural indispensável à vida. Nestas atividades com crianças, jovens e adultos, o consumo consciente será abordado com base na observação da quantidade de água usada em casa e na escola.

Essa atividade foi focada em mostrar às crianças e jovens a importância do tema água. Propor, de início, a seguinte questão: “quais atividades vocês conhecem que precisam de água?” – independentemente de ser tratada, filtrada ou mineral. Esta lista conteve itens como lavagem de roupa, de louça, lavar as mãos, banho e escovar os de dentes. Como o uso doméstico não varia muito (ao menos em áreas urbanas), conversar sobre essas atividades com a turma a perceber que as famílias utilizam a água de modo semelhante.

Depois de refletir sobre o consumo de água em casa, na escola, foi o momento para uma oficina de bombas de sementes nativas. Esta atividade consiste na confecção de bolas feitas de terra e argila que em seu interior contenham sementes de árvores nativas locais, colhidas pelos próprios alunos das escolas em suas propriedades. Elas podem ser arremessadas na mata, em locais de difícil acesso e possuem um bom índice de germinação em contado com a umidade da chuva. Também foi feito o plantio de mudas nativas na mata ciliar na localidade de Linha São João.


Como participantes desta atividade tivemoss a Comunidade Evangélica de Sinimbu com o Grupo do Culto Infantil e Grupo de Jovens, Grupo de Escoteiros MC Laren de Santa Cruz do Sul, Secretaria da Educação, Meio Ambiente, Emater, ASDERPA(Associação Sinimbuense de Defesa do Rio Pardinho), Comitê Pardo, Rede de Educação Ambiental do Pardo – Redenção.

Como fechamento desta atividade houve um culto com a comunidade Evangélica de Sinimbu, com participação das crianças e orientadores do encontro, tendo o tema “Água: Fonte de Vida”.


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O Senhor é cheio de bondade e de misericórdia.
Tiago 5.11b
REDE DE RECURSOS
+
Que cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros!
1Pedro 4.10b
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br