Presidência da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil



Rua Senhor dos Passos , 202 V andar - Centro
CEP 90020-180 - Porto Alegre /RS - Brasil
Telefone(s): (51) 3284-5400
presidencia@ieclb.org.br
ID: 2275

Mensagem da Presidência - Pentecostes 2015

19/05/2015


Estimados membros da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil!

Irmãos e irmãs em Cristo!

Cantamos do nosso hinário: Vento que anima e faz viver, vento que empurra e faz mover, vento que dá vida, vida de alegria, sopra sobre nós dia e noite, noite dia.

A realidade nos ensina que o vento sopra livre. Às vezes, a sua força causa grandes estragos. Sim, o vento sopra onde quer e com a força que a natureza lhe dá. Nos dias quentes, o vento é brisa agradável. No inverno, o vento frio convida ao recolhimento. O vento é, em verdade, o ar que nos mantêm vivos. Salvo os acontecimentos extraordinários, o vento é vida, traz vida, sustenta vida.

O acontecimento que a Igreja celebra em Pentecostes tem no vento um dos seus símbolos mais significativos para o agir de Deus em nosso mundo e em nossas vidas. Pentecostes é a festa da vinda e da presença do Espírito Santo, que cria e sustenta a Igreja de Jesus Cristo. Em relação a essa presença de Deus, o livro de Atos dos Apóstolos escreve, no capítulo 2, versículos 1 a 2: Quando os discípulos estavam reunidos, veio do céu um som, como de um vento forte, e encheu toda a casa onde estavam assentados. Todos ficaram cheios do Espírito Santo.

Pentecostes é uma experiência comunitária! Aponta para a soberania de Deus. Todos ficaram cheios do Espírito Santo. Não apenas alguns, melhores ou escolhidos! O Espírito Santo remete a Jesus, “não ensina outra coisa do que Jesus em tempos de sua vida terrena disse ou fez” (Brakemeier, Sabedorias da Fé, p. 72). Ter esta clareza é fundamental, porque seguidamente fala-se e age-se em nome do Espírito Santo como se a sua presença sempre e somente gerasse ações extraordinárias, manifestações fora do comum e fosse privilégio de alguns. Buscam-se experiências, emoções fortes! Pergunto: é assim que se manifesta o Espírito Santo?

Penso que o que o apóstolo Paulo escreveu à comunidade dos Gálatas, no capítulo 5, verso 22 pode iluminar a nossa reflexão: o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Repito: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio.

Cada palavra dessas contém um significado profundo. Proponho resumi-las em uma só palavra: atitude. Sim, o fruto do Espírito Santo é, essencialmente, atitude. Olhemos para o exemplo de Jesus. Após a sua ressurreição, para saber sobre o que os dois caminhantes conversavam, Jesus se aproxima deles (Lc 24.15). Jesus se aproxima, pergunta, escuta, sintoniza, interessa-se, quer conhecer aquelas duas pessoas e o assunto da sua conversa.

A sua presença e o seu ensinamento fazem arder o coração. Depois, ao redor da mesa, acontece revelação e comunhão. Acontece conversão, mudança de rumo, reorientação. Ocorre uma profunda mudança na vida daqueles dois caminhantes. A ação e presença de Cristo vivo libertou do medo, deu lucidez, capacitou para uma viva esperança.

Neste Pentecostes, quero convidar vocês a refletirem sobre as atitudes nas nossas relações, as nossas atitudes no contexto das nossas comunidades! Que “espírito” nos move? Percebemos aí os frutos do Espírito Santo? Da mesma forma diante de temas complexos da sociedade, como a corrupção, a violência e a proposta da redução da maioridade penal, por exemplo.

Desejo que o Espírito Santo nos capacite a que busquemos uma atitude interessada, de escuta, que quer compreender, ver todos os lados da história, mas, acima de tudo, que se manifeste em uma atitude de amor que ajuda na construção da paz, que edifica, transforma, agrega, une, que respeita o diferente.

Como cantamos: Vento que é Espírito de luz e amor, vento que acalma e é consolador, vento que consagra todos neste dia, enche-nos de paz, de amor e de alegria.

Amém!

Pastor Nestor Friedrich
Pastor Presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil

Porto Alegre, 24 de maio de 2015.


Autor(a): Nestor Paulo Friedrich
Âmbito: IECLB / Instância Nacional: Presidência
Natureza do Texto: Manifestação
Perfil do Texto: Mensagem
ID: 36974
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Ao deixar de orar por um único dia sequer, perco grande parte da minha fé.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
O Deus da paz opere em vós o que é agradável diante dele, por Jesus Cristo, a quem seja a glória para todo o sempre.
Hebreus 13.20-21
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br