Plano de Ação Missionário da IECLB - PAMI



Telefone(s): (51) 3284-5400
ID: 3058

Palestras e reflexão em grupos no Fórum de Missão da IECLB

Por uma Igreja de Comunidades mais atrativas, inclusivas e missionárias

03/06/2017

Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
Palestras e reflexão em grupos
1 | 1
Ampliar

O Fórum de Missão da IECLB, que tem como objetivo refletir sobre a prática da Ação Missionária com vistas às estratégias de Missão para os próximos anos, ouvir e observar conceitos e experiências missionárias na IECLB, fortalecer e reafirmar as experiências missionárias exitosas, além de avaliar a caminhada da Ação Missionária da IECLB, estudando uma possível reformulação no Plano de Ação Missionária da IECLB (PAMI), está sendo realizado entre os dias 1º e 4 de junho de 2017, na Faculdades EST, em São Leopoldo/RS, sob o enfoque “Por uma Igreja de Comunidades mais atrativas, inclusivas e missionárias”.

Na sequência da Oração da Manhã, preparada pela Pastoral da Faculdades EST, o terceiro dia de atividades do Fórum de Missão iniciou com a palestra “Impulsos bíblicos para Comunidades mais atrativas, inclusivas e missionárias”, do P. Dr. Emilio Voigt, Doutor em Bíblia e Coordenador do Núcleo de Produção e Assessoria da IECLB.

Na sua intervenção, o Palestrante lembrou que o texto-base do Plano de Ação Missionária da IECLB (PAMI) define a Missão a partir de quatro dimensões: Evangelização, Comunhão, Diaconia e Liturgia e que este conceito de Missão é atípico e mais abrangente que as conceituações clássicas, cujo foco geralmente está no envio para evangelizar. As quatro dimensões abarcam diversos aspectos da vivência comunitária e constituem um avanço conceitual significativo. Ao falar em Missão ou Comunidade Missionária, o P. Emilio esclareceu que levou em consideração esta definição ampla do PAMI para abordar o que indicava o nome da palestra, “Impulsos bíblicos”, neste caso, tendo como enfoque a oração do Pai-Nosso, que caracteriza a Comunidade de Jesus Cristo e reflete a pregação e a ação de Jesus. A escolha do Pai-Nosso é também inspirada no texto do P. Dr. Gottfried Brakemeier “Dez Mandamentos para Igreja Missionária” (2001).

Ainda na parte da manhã, o momento foi de compartilhar impulsos para Comunidades mais atrativas, inclusivas e missionárias sobre três ângulos: Bíblia, Diaconia e Evangelização.

O P. Dr. Renato Raasch, que abordou o tema “Impulsos para Comunidades mais atrativas, inclusivas e missionárias a partir da Bíblia”, afirmou que, para pessoas cristãs, os Escritos Sagrados não são opção na Missão, mas determinantes! Uma Comunidade cristã precisa reconhecer que ela mesma, antes de tudo, é fruto do agir de Deus em favor de cada pessoa que dela faz parte, que essa Comunidade nasce da Missão de Deus e que tudo o que ela faz precisa estar em sintonia com essa realidade - por um motivo: “é o Evangelho que cria Comunidade cristã”! A partir de passagens bíblicas, o Palestrante destacou: a “Assertividade” (afirmações a partir do Evangelho, com questões teológicas e de convicção pessoal), a “Intencionalidade” (o que queremos com o que fazemos e falamos?) e a Relevância (a nossa pregação, o nosso Culto, e o nosso estilo de vivência comunitária são relevantes?).

A Diac. Arlete Prochnow, que abordou o tema “Impulsos para Comunidades mais atrativas, inclusivas e missionárias a partir da Diaconia”, relatou a sua experiência à frente da Associação Beneficente Pella Bethânia, em Taquari/RS, uma instituição filantrópica, não governamental, ligada à IECLB, e que atende pessoas a partir dos 18 anos de idade, com e sem deficiências. A Diaconisa chamou atenção para o fato que, muitas vezes, nós complicamos demais o que é tão simples e claro: amar as pessoas. Colocamos condições para o amor. Nas nossas conversas, nas nossas reflexões dentro e fora da IECLB, a nossa fala é comum: temos a tarefa de cuidar daquelas pessoas que Deus nos confia. A Diac. enfatizou que, desse ponto de vista, não podemos escolher somente as pessoas que nos interessam, pois, principalmente pela e com a diaconia, percebemos que são bem outras pessoas que Deus tem colocado ao nosso lado. Cabe a nós, como pessoas e Igreja, buscar condições para que todas as pessoas tenham vida e vida em abundância (Jo 10.10).

O P. Raul Wagner, que abordou o tema “Impulsos para Comunidades mais atrativas, inclusivas e missionárias a partir da Evangelização”, compartilhou a sua trajetória ministerial e frisou que as pessoas precisam ser desafiadas a assumir o seu relacionamento de fé com Jesus Cristo e precisam ser alimentadas pela Palavra de Deus. Ajudar as pessoas a ler e estudar as Sagradas Escrituras na vida pessoal e em Comunidade é fundamental para o crescimento de uma Comunidade. Como resultado, teremos pessoas preparadas, que assumem os seus dons, se comprometem no trabalho do Reino, que se envolvem no trabalho da Comunidade e que fazem diferença na vida das suas famílias, perpassando gerações. O Pastor frisou que, para ser uma Comunidade mais atrativa, inclusiva e missionária, são fundamentais a Evangelização e o preparo de lideranças que assumam conscientemente o desafio de colocarem os seus dons em prática, orientadas pelo Espírito Santo.

As atividades da manhã foram encerradas com o pré-lançamento da Campanha Nacional de Ofertas para a Missão Vai e Vem (com lançamento oficial previsto para o Domingo de Pentecostes, neste ano, 4 de junho), distribuição de camisetas para as pessoas participantes do Fórum e disponibilização de materiais da Campanha 2017, ano do Jubileu da Reforma e da décima edição da Campanha de Missão da Igreja, que tem como chamada: Tempo de Agradecer - O meu coração bate pela missão!

Já na parte da tarde, a partilha de experiências sobre novas áreas de missão teve três perspectivas: Missão Escolar, Capelanias da Saúde e Comunicação, Cultura e Missão.

“É surpresa o enquadramento da escola como “nova área de missão”, uma vez que a missão escolar está na origem da Igreja no Brasil e há uma longa tradição de compromisso do que é escola com o desenvolvimento da Igreja, notadamente a formação de Professores e Professoras desde o início do século XX”, frisou o Professor Me. Silvio Iung, Diretor Geral do Associação Educacional Luterana Bom Jesus/IELUSC (Instituto Educacional Luterano de Santa Catarina), em Joinville/SC.

O Prof. Silvio acrescentou que alunos e alunas têm sede por espiritualidade, comunhão e que a Pastoral Escolar nas Escolas da IECLB tem sido uma forma de estreitar vínculos entre a escola e a Igreja a que esta escola serve. Ministros e Ministras que atuam em Comunidades e Paróquias têm presença efetiva e importante nas instituições educacionais, mas sem estarem no Pastorado Escolar. Também há Professores e Professoras que, pela sua formação e vivência em Comunidade, favorecem a formação de verdadeiras Comunidades cristãs dentro da escola.

“A Pastoral Escolar deve constituir-se em presença na escola como orientação existencial da pessoa, de forma continuada. Constituir Comunidade cristã junto a crianças e adolescentes, muitas vezes sem contato com formação religiosa nas famílias, é também o desafio que move permanentemente as pessoas que estão no Pastorado, por isso é tarefa de toda a Igreja continuar incentivando Pastores e Pastoras a se prepararem para o exercício desta função e encontrar formas para que também escolas com menos recursos instituam este serviço”, reforçou o Prof. Silvio Iung.

“Como pensar a saúde e a espiritualidade juntas no mundo atual? A Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu, em 22 de janeiro de 1998, que saúde é um estado dinâmico de completo bem-estar físico, mental, espiritual e social – e não meramente a ausência de doença ou enfermidade. O conceito de saúde, posto nessa ampla dimensão, obrigou as Universidades do mundo inteiro a se mobilizarem rapidamente para acrescentar a espiritualidade em seus currículos de saúde”, apontou a Pa. Vera Cristina Weissheimer, ao discorrer sobre Capelanias da Saúde.

A Pastora trouxe números e dados atualizados ligados à Capelania na IECLB, além de relatos de eventos recentes e datas de eventos futuros, como o Seminário “O que é necessário para o Ministério na IECLB, com alegria e em boas condições”, a ser ministrado pelo P. Dr. Victor Waldir Linn, Pastor, Psicanalista e Doutor em Teologia e História, de 16 a 17 de novembro de 2017, dentro do Programa de Acompanhamento a Ministros e Ministras da IECLB, e o próximo Fórum Nacional das Capelanias da Saúde da IECLB, que acontecerá entre 26 e 28 de abril de 2018.

A Pa. Vera alertou que a Capelania da Saúde precisa ser: Corporal (Somos corpo e somos alma. Somos totalidade), Terapêutica (Cuidado também com quem serve, com quem cuida, com quem visita), Vivencial/Mística (A presença concreta) e Transformadora (ajudar a viver e ajudar a morrer).

“Há uma mudança em curso, rápida, intensa, contínua e que atinge a todas as pessoas, uma revolução. A mudança tem relação com o acento dado à forma em detrimento do conteúdo. O meio se torna mais relevante que o conteúdo. O meio é a mensagem”, foram algumas das afirmações, com a citação dos autores, feitas pelo Prof. P. Dr. Julio Cezar Adam, Professor e Coordenador do Programa de Pós-Graduação da Faculdades EST, além de Coordenador do grupo de pesquisa (CNPq) Culto cristão, música e mídia na contemporaneidade, na sua exposição sobre Comunicação, Cultura e Missão.

Dividida em quatro partes (1 - A partir de onde falo, 2 - Comunicação e Cultura, 3 - Religião e Espiritualidade e 4 - Possibilidades para a Missão), a apresentação do Professor sublinhou que a comunicação midiática se caracteriza por um aprimoramento da forma, por isso é uma comunicação mais dinâmica, homogênea, aberta, em rede: sem começo, meio e fim. Essa comunicação não (apenas) só informa, mas, em grande medida, só estimula. O público participa por meio da vivência, da emoção, da reprodução e da interação posterior com a realidade. Nesse sentido, o uso de imagens, movimentos e narrativas, mais do que de textos e discursos, é fundamental, como recursos comunicacionais abertos a variadas interpretações, expressando, de forma livre e direta, sentimentos, ideias e valores.

Nesse contexto, a indicação de possibilidades para a Missão está na espiritualidade autêntica e no ser humano, em dois movimentos: análise crítica e interessada da cultura e da comunicação e, principalmente, redescoberta da própria tradição cristã.

No final da tarde, foi momento de retomar a discussão em grupos, com objetivo de reflexão e análise das ações e intenções missionárias nas seguintes frentes: Evangelização, Comunhão, Diaconia, Liturgia, Formação na Fé, Formação Ministerial, Comunicação e Sustentabilidade, com apresentação dos relatos em Plenária.

Os grupos foram organizados da seguinte forma:

Grupo 1 – Evangelização
Coordenador: Pastor Sinodal Nilo Christmann
Relatora: Katleen Hoberg Andre

Grupo 2 – Comunhão
Coordenador: Pastor Sinodal Lauri Becker
Relatora: Darclê Westphal da Cunha

Grupo 3 – Diaconia
Coordenadora: Pastora Sinodal Roili Borchardt
Relatora: Catarina Volkart Pinto

Grupo 4 – Liturgia
Coordenadora: Pastora Sinodal Tânia Cristina Weimer
Relator: P. Mauri Binsfeld

Grupo 5 – Formação na fé
Coordenador: Pastor Sinodal Sigfrid Baade
Relatora: Cat. Mariane Noely Bail da Cruz

Grupo 6 – Formação Ministerial
Coordenador: Pastor Sinodal Odair Braun
Relatora: Pastora Vice Sinodal Rosane Pletsch

Grupo 7 – Sustentabilidade
Coordenadora: Pastor Sinodal Jacson Eberhardt
Relatora: Diác. Debóra Ristow Krauser Santos

Grupo 8 – Comunicação
Coordenador: Pastor Sinodal Jair Holzschuh
Relator: P. Alberi Neumann

Na noite de sábado, foram apresentados os resultados dos trabalhos em grupos e a Comissão da Mensagem procedeu na leitura da mesma para discussão e aprovação em Plenária.

A Oração da noite, preparada pela Pastoral Faculdades EST, finalizou as atividades.

Para o encerramento do Fórum, no Domingo, estão previstos os seguintes momentos:
9h30 – Culto de Encerramento
Lançamento da Campanha Nacional de Ofertas para a Missão Vai e Vem 2017
Leitura da Mensagem do Fórum de Missão

Para acessar mais informações sobre o Fórum Nacional de Missão da IECLB, clique aqui!


Autor(a): Comunicação Presidência IECLB
Âmbito: IECLB
Área: Governança / Nível: Governança - Planejamento - PAMI
ID: 42511
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

A ingratidão é um vento rude que seca os poços da bondade.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Que ninguém procure somente os seus próprios interesses, mas também os dos outros.
Filipenses 2.4
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br