Pessoas com Deficiência



Telefone(s): (51) 3284-5400
ID: 2784

A inclusão de Jesus - Culto 22/08 Paróquia Bom Samaritano, Ipanema, Rio de Janeiro/RJ

Culto on-line João 6.56-69 Semana Nacional da Pessoa com Deficiência

21/08/2021


Pregação baseada em João 6.56-69

Quando eu era criança, a vizinhança saia para brincar junta. Cada dia, era uma nova aventura. A garotada se reunia para entre outras coisas jogar bola. A turma se divertia, mas nem sempre todos ficavam contentes com o jogo. Tinha vezes que alguém ficava emburrado e dizia: “se não for como eu quero, não jogo”. Geralmente, essa pessoa ia embora porque a turma não queria trocar o jeito de jogar. O problema surgia quando era o dono da bola. Sem bola não tinha jogo, então tínhamos que aceitar a exigência.

No evangelho de hoje, escutamos algo semelhante. “Se não for como eu quero, não jogo” disseram muitas pessoas. Daí Jesus, o dono da bola, pergunta aos discípulos, vocês vão querem jogar desse jeito ou não. A resposta é contundente: Mas, lógico, faremos o jogo como você quer!

Eis uma grande lição que muita gente faz de conta que entendeu. Seguir a Jesus tem as suas exigências. Não é de qualquer jeito, nem sequer como nós achamos ou queremos, tem que ser como Jesus quer. E como é isso? Entre outros aspectos, agir como Jesus agiu. Se observarmos os quatro evangelhos veremos que Jesus acolheu as pessoas, não importando a sua origem, se eram homens ou mulheres, crianças ou idosos, se podiam pular ou nem sequer caminhar, se enxergavam ou ouviam tudo ou nada. Jesus os considerou gente como a gente.

Quero lembrar um poema de Beatriz Krueger titulado “Dons e Limites a serviço de Deus”, que diz assim:

De uma forma única,
Cada ser humano por Deus foi criado
E em cada um,
Algo especial e único foi colocado.
E isso deve usado ser,
Para a vida de outros iluminar.
Com a luz de Cristo
Que a vida pode transformar.

É preciso derrubar barreiras
Que atrapalham a missão,
Incluindo a todo e qualquer irmão:
Grande ou pequeno,
Jovem ou adulto,
Surdo ou cego
Manco ou desajeitado,
Maluco ou desprezado,
todos podem contribuir
Com os dons que receberam
Para juntos se fortalecerem.

É preciso aprender a agir
Assim como ensinou o Salvador
Que com seus ouvidos, foi capaz de ouvir
O grito daquele que não pode falar.
Com seus olhos enxergou
Aqueles que ninguém queria enxergar,
Que caminhou na direção daquele
Que não podia caminhar.

Que Deus possa a cada um capacitar
Para com o Salvador parecido ser.
E que sua vida seja um reflexo do verdadeiro amor,
Que é Jesus Cristo, o Salvador

Você também pode refletir o amor de Jesus. De forma prática, pode acolher as pessoas na sua especificidade. Por exemplo, aqui no templo, temos o projeto de construir um acesso para todas as pessoas até o prédio da igreja e não só isso, também temos a reforma dos banheiros para que todas as pessoas possam usá-los de forma digna. A pandemia interrompeu a implementação, falta parte dos recursos, mas a vontade continua. Esse projeto seria colocar em prática o que Jesus nos ensinou.

Sabem, eu tenho orgulho de ser da IECLB. Sei que pode parecer pretensioso, mas deixem-me explicar. A IECLB, a pesar das suas muitas falhas, é uma igreja comprometida com a inclusão. Inclusão de todas as pessoas. Por isso, esta semana lembramos as pessoas com deficiência. Reiteramos que elas são parte da preciosa criação de Deus. Não podemos esquecer disso e quem dizer o contrário esqueceu a lição de Deus.
 

MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Felizes aqueles que ajudam os pobres, pois o Senhor Deus os ajudará quando estiverem em dificuldade!
Salmo 41.1
REDE DE RECURSOS
+
Antes da criação do mundo, Deus já nos havia escolhido para sermos dele por meio da nossa união com Cristo, a fim de pertencermos somente a Deus e nos apresentarmos diante dele sem culpa.
Efésios 1.4
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br