Missão com Crianças



ID: 2781

Deus tem Compaixão!

Meditação

01/07/2009


Você já ouviu a história bíblica de um homem que foi engolido por um grande peixe?

Seu nome era Jonas e, embora ele fosse um profeta de Deus, não era obediente a Ele. Deus falou a ele: “Jonas! Você deve ir à cidade de Nínive, porque os homens que lá moram estão fazendo muitas coisas erradas, e dizer a eles que eu, o Senhor, tenho visto suas más atitudes e que, se continuarem agindo desta forma, eu os castigarei!”

Mas Jonas pensou: “Essa gente é inimiga do meu povo, ficarei longe deles! Não me importa que estejam fazendo coisas más! Não quero falar com eles!”

Jonas então viajou, mas não para Nínive. Ele seguiu para outra direção, tentando se esconder dos olhos de Deus. Chegou a um lugar onde pagou o capitão de um navio, para que o levasse pelo mar para uma terra distante. Ele entrou e deitou-se no porão do navio e lá adormeceu, pensando que Deus não soubesse aonde ele estava.

Então Deus, que pode ver a todas as pessoas em qualquer lugar que estejam, chamou a tempestade e mandou-a soprar com força contra o navio. A tempestade escureceu o céu e começou a formar grandes ondas no mar que, assustaram muito o comandante e os marujos do navio. Desesperados, eles pensavam que as ondas poderiam quebrar o navio, mas Jonas nem percebeu o que estava acontecendo. Ele dormia profundamente no interior do navio. Um dos homens foi acordá-lo: “Levante-se e ajude-nos! Ore a Deus para que não nos afoguemos!”

Quando Jonas subiu ao convés assustou-se também com os ventos e ondas que jogavam o navio para lá e para cá. Quando ele havia entrado o céu estava limpo e azul e agora estava escuro, cheio de nuvens. Ele viu que Deus o havia achado e disse para a tripulação: “é por minha causa que veio esta tempestade, porque eu não obedeci o que Deus me pediu para fazer! Podem me jogar ao mar, porque certamente a tempestade passará e vocês ficarão seguros”. Eles não queriam fazer isto mas, por mais que remassem não conseguiam alcançar a costa. A tempestade aumentava cada vez mais, até que desesperados os homens jogaram Jonas ao mar. Logo Deus fez a tempestade cessar. Os homens do navio perceberam o quanto Deus é poderoso, pois o vento e o mar lhe obedecem.

Mas Jonas havia morrido?

Mesmo que ele havia sido desobediente, Deus cuidou dele. Mandou um grande peixe que o engoliu e Jonas ficou em sua barriga. Era escuro, desagradável, mas agora Jonas tinha certeza de que até lá Deus o podia ver e ouvir. Então, arrependido, Jonas orou a Deus e prometeu obedecer a sua vontade. Deus guiou o peixe até a costa e Jonas foi cuspido na praia.

Jonas voltou à sua terra e Deus falou novamente para ele: “Jonas! Você deve viajar até Nínive e o que você deve falar eu lhe direi mais tarde!” Desta vez, Jonas tomou o caminho certo, viajou bastante e, em Nínive Deus pediu que ele dissesse ao povo: “mais quarenta dias e, então, Nínive será destruída!”

Como aquele povo era inimigo do povo de Jonas, ele achava que Deus tinha mesmo era que destruir aquela cidade, já que aqueles homens eram maus mesmo. Ele andava por toda a cidade e avisava ao povo “O Senhor disse que em quarenta dias esta cidade será destruída!” Mas as pessoas, assustadas com a notícia, deram-se conta das coisas erradas que vinham fazendo e de que isto muito desagradava a Deus. Até o rei disse ao povo: “vamos orar para que Deus nos perdoe, não vamos mais fazer o mal! Vamos clamar para que Ele não nos castigue!” As pessoas se arrependeram e oravam, os homens, as mulheres, as crianças. Também passaram a melhorar suas atitudes e deixar de fazer o mal.

Deus viu o arrependimento do povo, ouviu as orações e teve compaixão. Por isso Ele não castigou Nínive.

Jonas, que observava a cidade, não muito longe dali, estava sentado esperando que ela fosse destruída. Ele queria ver isso acontecer e não tinha compaixão daquela gente. Quando percebeu que o tempo passou e nada acontecia, ficou aborrecido.

Mas Deus novamente ensinou algo para Jonas. Fez uma árvore crescer pertinho dele, em pouco tempo. Ela fez uma sombra refrescante sobre o lugar onde Jonas estava sentado e ele ficou contento e agradecido pela árvore. Mas na manhã seguinte, Deus mandou um verme, que cortou a raiz da árvore e ela morreu e foi murchando... O Deus então lhe disse: “Jonas, você teve compaixão com uma árvore! Por que eu não posso ter compaixão do povo e dos animais de Nínive?”

Jonas ficou envergonhado por ter desejado que Deus destruísse aquele ovo. Percebeu como era grande o amor de Deus, não só para o seu povo, mas também pelo povo de Nínive e por tudo o que vive!

EXPERIÊNCIA!...
VAMOS REPRESENTAR COM SUCATA A PARTE EM QUE JONAS ESTAVA NO MAR?
Você vai precisar de:

♥Uma garrafa transparente limpa, de preferência de plástico, com tampa;
♥Água ou vinagre branco e óleo
♥Anilina comestível azul / gliter
♥Tesoura
♥EVA de pelo menos duas cores
Procedimentos:

1. Recorte uma cor de EVA em forma de boneco, como aquele representado na primeira figura da história. Você pode fazer olhos, boca, roupa de outras cores de EVA, mas deve pedir a ajuda de um adulto para colar. Neste caso é necessário também cola quente, cola de contato ou super-cola. Recorte na outra cor de EVA o peixe, maior do que o boneco, mas lembre-se de que ele será enrolado para passar pela boca da garrafa, por isso não tão grande! Não use canetas, os desenhos vão desaparecer com os líquidos!
2. Se você usar água: preencha a garrafa com a água um pouco acima da metade e coloque um pouco da anilina e do gliter. Depois coloque os personagens.
Se você usar azeite e vinagre: coloque os personagens primeiro, encha 1/3 da garrafa com vinagre, coloque um pouco de anilina azul e complete a garrafa com óleo. Os líquidos ficarão separados dando um efeito diferente!
3. Tampe a garrafa. Para evitar vazamentos é bom passar super-cola na rosca da tampa antes de fechar.

“Veja como ficou a experiência com água!”

As crianças de 3 a 4 anos do CEI Adolfo Artmann, no Bom Retiro, ouviram a contação da história e participaram na confecção do brinquedo

Jacqueline Elise Koch
Par. São Mateus


Autor(a): Jacqueline Elise Koch
Âmbito: IECLB
Área: Missão / Nível: Missão - Criança
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 7729

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Todas as nossas orações devem fundamentar-se e apoiar-se na obediência a Deus.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Deus é um forno ardente repleto de amor, que abraça da terra aos céus.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br