Convenção de Ministros e Ministras da IECLB


Texto-base da Terceira Convenção Nacional de Ministros e Ministras da IECLB

31/05/2019

Texto base da Terceira Convenção Nacional de Ministros e Ministras da IECLB

A Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB é Igreja de Jesus Cristo no Brasil e como tal é formada por comunidades e pelos membros a elas filiados. Tem como missão “propagar o Evangelho de Jesus Cristo, estimulando a sua vivência pessoal na família e na comunidade e promovendo a paz, a justiça e o amor na sociedade brasileira e no mundo”. Para cumprir a sua missão, a IECLB quer “ser reconhecida como Igreja de Comunidades atrativas, inclusivas e missionárias, que atuam em fidelidade ao Evangelho de Jesus Cristo, destacando-se pelo testemunho do amor de Deus, pelo serviço em favor da dignidade humana e pelo respeito à criação”.

A IECLB é formada por pessoas batizadas, membros do corpo de Cristo, chamados e chamadas para a tarefa do testemunho do Evangelho, pois são Sacerdócio Geral de todas as pessoas que creem, sendo cada uma delas chamada a se integrar no Ministério da Reconciliação. Todas as pessoas são chamadas a participar do Ministério Compartilhado e, dentre estas, algumas são chamadas para uma responsabilidade especial: a de anunciar o evangelho e administrar os sacramentos publicamente. Assim afirma a Confissão de Augsburgo nos seus Arts. 4º, 5º e 14°: “Para conseguirmos essa fé, instituiu Deus o ofício da pregação, dando-nos o evangelho e os sacramentos, ...”. “Da ordem eclesiástica se ensina que, sem chamado regular, ninguém deve publicamente ensinar ou pregar ou administrar os sacramentos na igreja...“

Na IECLB, estas pessoas somos nós do Ministério catequético, diaconal, missionário e pastoral. Pessoas chamadas, preparadas, ordenadas e enviadas por Deus para o Ministério da Reconciliação para dar testemunho do Evangelho em todo o país, nas comunidades e nas instituições que compõem a IECLB.

Em 2 Co 5.18-19 o apóstolo Paulo afirma que a iniciativa da reconciliação é de Deus. Ele age em Cristo construindo a reconciliação mesmo que o ser humano não o procurar. A palavra grega correspondente a reconciliar (katallagein) contém a raiz allos - diferente. Reconciliar tem, pois, o sentido de criar uma situação diferente - de fazer a paz - que antes não existia. Esta tarefa especial Deus nos confiou – que somos chamados e chamadas a viver e a proclamar em dias tão polarizados. Não precisamos fazê-lo como embaixadores/as como se Cristo estivesse ausente, mas Ele, presente, permanece com a iniciativa.

Em toda a religião (do termo latino “religare”) o tema do restabelecimento das relações perdidas entre o ser humano e Deus está presente. O particular da fé cristã de confessionalidade luterana, é que a reconciliação é uma iniciativa de Deus em benefício do ser humano, sem exigência de troca, visto que “Ele nos justifica”.

No exercício do Ministério com Ordenação nos deparamos diariamente com desafios, dificuldades, obstáculos, sofrimento. É preciso que nos confrontemos com eles, pois não podemos nos conformar e ser protagonistas, para o nosso bem e para o da Igreja. Por isto, saber que a vida é mais do que uma sequência de acasos, que podemos “achar sentido até ali onde aparentemente nada tem sentido”, mesmo numa dificuldade ou até mesmo na morte nos dá estabilidade, pois sabemos que há um vínculo entre o que aconteceu ontem, o que vivemos hoje e o que vai acontecer amanhã. Estas são “Palavras agradáveis que são como favo de mel: doces para a alma e remédio para o corpo”. Pv. 16.24.

O exercício do ministério naturalmente também nos permite viver incontáveis bênçãos, alegrias, encontros, milagres. Seja como for, em cada momento ou vivência, contamos sempre com a presença cuidadora e amorosa do nosso Deus. É Ele quem nos vocaciona, nos inspira, nos move. É Ele quem nos impulsiona ao anúncio do perdão, do amor, da paz, da graça. É Ele quem nos dá a oportunidade de sermos bênção, de testemunharmos a salvação que há em Cristo, de agirmos em compaixão e solidariedade. Por isto podemos reafirmar: é Ele quem nos presenteia diariamente com as “palavras agradáveis que são como favo de mel: doces para a alma e remédio para o corpo”. Pv. 16.24.

A terceira Convenção Nacional de Ministros e Ministras da IECLB, que acontecerá entre os dias 15 e 17 de outubro deste ano em Curitiba, será uma oportunidade para nos encontrarmos, celebrarmos e refletirmos sobre “Vocação e Ministério – o que nos move”. As duas convenções anteriores foram muito bem avaliadas por Ministros e Ministras e por isso a Comissão Organizadora novamente está propondo um programa dinâmico, motivador e agregador, que nos aproxime mutuamente e fortaleça a comunhão. Ao mesmo tempo, queremos oferecer reflexões consistentes para o exercício do Ministério na IECLB.

Como Igreja, temos refletido sobre a missão que nos foi confiada. Este foi o tema dos dois últimos concílios e de um Fórum Nacional. A missão põe toda a Igreja em movimento. Por isso, além de refletirmos sobre Vocação e Ministério, perguntamo-nos especificamente pelo que nos move enquanto Ministros e Ministras da IECLB.

Nesta convenção teremos duas grandes palestras. A primeira delas, “Vocação e Ministério
– o que nos move”, com a Pastora Dra. Antje Jackelén, arcebispa da Igreja da Suécia. A segunda, “O caminho da felicidade é amor e trabalho”, será com o Dr. José de Jesus Peixoto Camargo, médico, escritor e palestrante.

Contaremos também com três painéis:
a) O que me move no Ministério com Ordenação;
b) O que me move no ministério como mulher e homem;
c) O que me move no contexto;

Colegas! A Terceira Convenção Nacional de Ministros e Ministras é nossa. Ela é um espaço de encontro e de comunhão de Ministros e Ministras da IECLB. É espaço e tempo para cuidarmos de nós mesmos/as. É oportunidade de reflexão sobre “Vocação e Ministério – o que nos move”. Participem!

 

Jesus Cristo diz: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.
João 14.6
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br