Conselho da Igreja


ID: 2274

Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013

com a participação da Presidência e da Secretaria Geral da IECLB

22/11/2013

Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
Reunião do Conselho da Igreja - novembro/2013
1 | 1
Ampliar

A meditação conduzida pela Pa. Vera Maria Immich, representante do Sínodo Paranapanema no Conselho da Igreja (CI), abriu o primeiro dia da Reunião do CI com a participação da Presidência e da Secretaria Geral da IECLB, realizada nos dias 22 e 23 de novembro de 2013, na Casa Matriz de Diaconisas, em São Leopoldo/RS.

Os hinos 328, 393, 474 e 478 acompanharam a meditação, que teve como base a palavra bíblica de Colossenses 1.15-16.

“Estamos na última semana do ano da Igreja. No próximo domingo, celebraremos o Domingo Cristo Rei, o último domingo do Ano Eclesiástico, que antecede o 1º Domingo de Advento. Ao encerrarmos um ciclo, seja um ano ou um período, somos chamados a avaliar o que fizemos e a projetarmos sonhos e expectativas para o ano vindouro. Isto vale para todas as dimensões da nossa vida, ou seja, familiar, de negócios, assim como na vida comunitária”, compartilhou a Pa. Vera, que escolheu uma passagem da vida de Moisés para a mensagem matinal.

Após narrar a infância, juventude e vida adulta de Moisés, até este receber o chamado do próprio Deus para libertar o seu povo, a Pastora destacou “o Eis-me aqui dado por Moisés mostra que ele compreendia que Deus tinha um plano para ele e este plano é exposto no versículo 10: ‘Vem, agora, e eu te enviarei ao faraó, para que tires o meu povo, os Filhos de Israel do Egito’. O versículo 11 mostra que Moisés teve medo, dúvidas diante da grande e desafiadora missão recebida de Deus: ‘Quem sou eu para ir ao Faraó e tirar do Egito os filhos de Israel?’. Ao falar assim, Moisés: Como irá um simples e frágil morador do deserto enfrentar a grandeza e o poder do Faraó do Egito? O versículo 12 dá a resposta. Ali, Deus responde a Moisés dizendo: ‘Eu serei contigo’. O próprio Deus se coloca na vida de Moisés e isto é simplesmente formidável e transformador”.

“Como respondemos ao chamado de Deus? Como estamos respondendo ao chamado de nossa Igreja, da nossa Comunidade? Deus não exclui ninguém! Ele chama a todos para a sua missão, mas alguns se fazem de surdos e não respondem ao chamado. Será que temos dito ‘Eis-me aqui’ ou a nossa resposta se perde em meio às ofertas deste mundo?”, questionou a Pa. Vera

“O texto de Êxodo 3.1-12 mostra que desculpas não podem e não devem ser usadas como escudo. Não devemos fugir ao compromisso com a Comunidade a qual pertencemos e com a Igreja que representamos, não somente aqui, mas em todos os momentos da nossa vida social e profissional. Da mesma forma que Deus está conosco em todos os momentos da nossa vida, assim também nós devemos nos dedicar a Ele, principalmente porque recebemos tudo pela graça e, muitas vezes, sem merecer”, continuou a Pastora, que encerrou pedindo que Deus ensine, por meio da sua Palavra, qual é a medida certa da nossa resposta de gratidão a tudo que Ele nos dá de graça. Que possamos dizer com alegria ‘Eis-me aqui’. Do que precisas minha Igreja, minha Comunidade? O que está fazendo falta? Será a minha parcela? ‘Eis-me aqui, meu Deus’”.

Abertos os trabalhos, na parte da manhã o P. Nestor Friedrich, Pastor Presidente da IECLB, apresentou o seu Relatório, referente ao período compreendido entre outubro/2012 e outubro/2013, ao Conselho da Igreja.

Segundo o Relatório, o propósito principal da Presidência - cuidar bem do bem da IECLB - permeou as suas ações, com enfoque nas três frentes da gestão presidencial (2011-1014): cuidar bem da missão, cuidar bem das pessoas e cuidar bem da fé.

“A responsabilidade de zelar pela unidade confessional e eclesial permeia todas as ações da Presidência. Por unidade confessional, entendo a sintonia por parte de todos os membros do corpo eclesial em relação à doutrina da Igreja, base da sua expressão de fé e que lhe dá identidade, a saber, as Sagradas Escrituras e os Escritos Confessionais. A sintonia eclesial tem a ver com a comunhão de jornada de pessoas evangélicas luteranas que caminham, como povo de Deus, nas Comunidades vinculadas à IECLB para se tornarem família de Deus que segue a verdade em amor e cresce em tudo naquele que é a cabeça, Cristo”, frisou o Pastor Presidente.

Como exemplos de busca por unidade, foram citados o acompanhamento a Ministros e Ministras, os diálogos com os Pastores Sinodais, o Tema do Ano da IECLB, o Plano de Ação Missionária da IECLB - PAMI (onde está a Vai e Vem), as Prioridades de Gestão (acompanhamento a estudantes de Teologia, acompanhamento ministerial e qualificação funcional), as reflexões sobre temas da atualidade e as comemorações dos 500 anos da Reforma Luterana, a serem completados em 2017.

Nas ações de comunicação, um dos eixos transversais do PAMI, foram citados o Jornal Evangélico Luterano, o Portal Luteranos, bem como a capacitação de Sínodos, Paróquias e Comunidades para utilização da plataforma, o vídeo institucional da Igreja e as tarefas já realizadas, previstas no plano de comunicação apresentado ao CI no início do ano.

Em termos de formação, o maior passo dado pela Presidência, conforme o Relatório, foi o aperfeiçoamos da página da Educação Cristã Contínua (ECC) no Portal Luteranos, com a inauguração da Rede de Recursos em ECC, facilitando o acesso a um conteúdo qualificado para o trabalho missionário da IECLB, além de ser uma iniciativa que valoriza a produção local e sinodal de materiais na área da ECC. Outra ação importante foi o Encontro com Docentes dos três Centros de Formação vinculados à IECLB.

Segundo o P. Nestor, a partir de uma visão mais ampla do conceito de sustentabilidade, a Presidência promoveu em boa parte das suas ações a discussão sobre a correlação entre o amparo que se espera da Igreja em âmbito nacional, seja em termos financeiros ou de apoio missionário, e o cumprimento do compromisso de Ordenação – por parte de Ministros e Ministras – e do compromisso eclesial – por parte de Comunidades, Paróquias, Sínodos, suas lideranças e organizações identificadas confessionalmente.

Pontualmente, foi criada no Portal Luteranos a Editoria ‘Fé, Gratidão e Compromisso’, dirigida especialmente às lideranças leigas da IECLB, com o objetivo de reunir subsídios já elaborados sobre o tema facilitar o seu acesso.

A Campanha Nacional de Ofertas para a Missão vem se consolidando como importante ferramenta da unidade nacional, ao viabilizar mais uma forma de concretização da cooperação e da solidariedade entre as diversas instâncias da IECLB.

Destaque também merece a criação do Instituto de Sustentabilidade, ação conjunta das Igrejas Luteranas da América Latina e Caribe que são parte da Federação Luterana Mundial (FLM) e da IECLB. Ser reconhecida como uma organização de desenvolvimento de capacidades (ensino e extensão) a serviço das Igrejas e comunidades de fé comprometidas com uma aplicação plena dos seus dons e recursos para a transformação e a reconciliação do mundo é considerada a visão do Instituto Sustentabilidade, que tem como missão contribuir com a formação de pessoas (leigas e ordenadas), Comunidades e Igrejas mediante a reflexão, prática e a inovação nos tópicos de gestão comunitária, planificação e mobilização de dons e recursos.

“Tenho chamado a atenção, nos últimos anos, para a importância da representatividade na IECLB, que é fundamental para a sustentabilidade do modelo conversacional de Igreja que temos. A saúde deste modelo depende de representantes que possam falar pelas instâncias que representam. Estes representantes desempenham importante papel também ao servir de elo entre o que se discute nas instâncias maiores e as instâncias representadas”, chamou atenção o Pastor Nestor, mencionando que a representação ministerial nacional da IECLB aconteceu de três formas: representação interna, representação ecumênica e manifestos.

No encerramento da sua apresentação, o Pastor Presidente comemorou a forma bonita, alegre e contagiante com que as Comunidades abraçaram o Tema do Ano 2013. Da mesma forma, como as Comunidades têm ido além dos seus limites geográficos e se sensibilizado com a causa da missão por meio da Campanha Vai e Vem. Ainda, a grande animação com o Jubileu dos 500 anos da Reforma em inúmeras Comunidades da IECLB.

“O cuidado com o bem da missão, o bem das pessoas e o bem da fé exigem vigilância constante e sensibilidade amorosa, pois o cuidado faz parte do mandato que recebemos”, ressaltou.

Ainda na parte da manhã, a Secretária Geral da IECLB, Diác. Ingrit Vogt apresentou o Relatório da Secretaria Geral, relativo ao mesmo período de atuação da Presidência, ao Conselho da Igreja.

O Relatório da Secretaria Geral foi extenso e detalhado, visto que contempla as ações da Secretaria da Ação Comunitária (P. Dr. Mauro Batista de Souza), Secretaria de Finanças (Bacharel em Ciências Contábeis Fábio Machado Silva), Secretaria de Formação (Cat. Débora Raquel Klesener Conrad), Secretaria da Habilitação ao Ministério (Cat. Dra. Haidi Drebes), Secretaria do Ministério com Ordenação (P. Erni Drehmer) e Secretaria de Missão (P. Mauro Schwalm).

“Ao desempenhar as suas competências com cuidado, a Secretaria Geral tem como compromisso alinhar intenções, atitudes com as decisões do Concílio, do Conselho da Igreja e da sua Diretoria com as metas e demandas apresentadas pela Presidência, com as demandas e proposições vindas das demais instâncias e organizações e com as atribuições conferidas pela Constituição, pelo Regimento Interno da IECLB e as suas normas complementares”, esclareceu a Secretária Geral, complementando as atribuições da Secretaria Geral junto às Comunidades, às Paróquias, aos Sínodos, às instituições, aos Ministros, às Ministras, à Presidência, ao Concílio e ao Conselho da Igreja, bem como as suas responsabilidades administrativas, jurídicas, patrimoniais e financeiras.

Na sequência do encontro, os principais assuntos abordados foram:
Geral: Estatuto Padrão de Comunidade, Comunidade com funções paroquiais e Paróquias – duração do mandato de Diretorias e membros dos Presbitérios; integrantes para a Comissão de leitura e avaliação de Documentos Normativos da IECLB; proposta de regulamentação do uso do símbolo da IECLB; estatísticas; renovação do Convênio da IECLB com a Igreja da Noruega; relato sobre a 10ª Assembleia do Conselho Mundial de Igrejas, ocorrido em Busan, na Coréia do Sul, de 30 de outubro a 8 de novembro, com a participaçao do Pastor Presidente da IECLB; relato da Comissão do novo Hinário da IECLB.

Ação Comunitária: projetos para a Oferta Nacional ‘Fundo de Apoio a Projetos e Movimentos e Pastorais vinculados à IECLB’, além da nomeação de representantes da IECLB para o ‘Intercâmbio de jovens com a Igreja Luterana da Suécia’.

Finanças e patrimônio: proposta orçamentária 2014.

Habilitação ao Ministério: concessão do Certificado de Habilitação ao Ministério aos Candidatos aprovados no Exame Pró-Ministério e declarados aptos para a Ordenação.

Ministério com Ordenação: Programa de Acompanhamento a Ministros, Plano de Seguridade Ministerial, Política de Subsistência Ministerial, entrada de Ministro na Inatividade, pedido de afastamento e desligamento do quadro de Ministros, além de falecimentos de Ministros e parentes.

Missão: resultados da Campanha Nacional de Ofertas para a Missão Vai e Vem 2013, que, nesta edição, arrecadou R$ 928.312,63, contabilizados os valores recebidos até 14 de novembro de 2013, data final para o repasse. Este foi o maior valor arrecadado pela Campanha, que teve a sua primeira edição em 2008, o que mostra a consciência missionária dos membros da IECLB!

A Vai e Vem revela um jeito de ser Igreja! Envolver-se com a Vai e Vem é um modo de participar! Ofertar é semelhante ao ato de colocar uma semente na terra, é uma forma de testemunhar!
Por tudo isso, ofertar para a Campanha Vai e Vem:
- é testemunhar comunhão com o povo de Deus na IECLB para além de fronteiras geográficas;
- é testemunhar gratidão, expressando alegria pelo que se tem recebido;
- é testemunhar a esperança de que as ofertas redundem em frutos para projetos e pessoas em outros lugares;
- é testemunhar a fé em Deus, sinalizando concretamente a atitude de ‘carregar as cargas uns dos outros’ (Gálatas, capítulo 6, versículo 2);
- é testemunhar desprendimento, pois é plantar para o irmão, para a irmã, para a Comunidade.
Com essas palavras, o Conselho da Igreja, o Concílio, a Presidência e a Secretaria Geral, especialmente a Coordenação da Campanha Vai e Vem, expressam a gratidão a todos e a todas que têm se dedicado à Vai e Vem, a Campanha de Missão da IECLB!


Autor(a): Letícia Montanet - Jornalista
Âmbito: IECLB / Instância Nacional: Conselho da Igreja
ID: 25855

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Importa, acima de tudo, que homem e mulher convivam em amor e concórdia, para que um queira ao outro de coração e com fidelidade integral.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Não somos nós que podemos preservar a Igreja, também não o foram os nossos ancestrais e a nossa posteridade também não o será, mas foi, é e será aquele que diz: Eu estou convosco até o fim do mundo (Mateus 28.20).
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br