Bíblia



ID: 2769

Estudo Bíblico 16 - 1 Coríntios 14.33b-40

Mulheres em Tempos de Coronavírus

27/08/2020

Estudo Bíblico 16
Pastora Elisabet Lieven – IECLB
Texto: 1 Coríntios 14.33b-40

Tentaram nos calar, agora gritamos se for preciso...

Leia o texto bíblico de 1 Coríntios 14.33b-40... bem de mansinho e devagar uma primeira vez...

Agora leia uma segunda vez, em voz alta com a entonação que o seu coração pedir. Agora respire fundo, 3 vezes, encha seu ser de ar e coloque para fora... o que te doeu no fundo da alma? Quais palavras te fazem romper o silêncio e gritar neste momento?

palavras de Paulo sempre nos incomodam. Graças a Deus! É libertador não se aquietar perante palavras que por séculos foram impostas sobre nós, mulheres. Como um homem tão valorizado por causa do seu grandioso testemunho de fé, vem nos trazer mandamentos de comportamento que nos ordenam a não sermos mulheres a imagem de Deus? Paulo não entendia profundamente todos os ensinamentos do Evangelho de Jesus Cristo? Porque então ele agia assim? “Elas não têm permissão para falar.” Mulheres não podem falar, colocar sua opinião, ter cargos de direção/liderança. É vergonhoso uma mulher falar na igreja para que haja decência e ordem! Até hoje pessoas aprovam estas palavras bíblicas e as usam. A violência religiosa deseja calar a voz das mulheres, tirar a força que vem do grito, da denúncia e dizer NÃO para tudo o que não lhe faz bem. Silenciar as mulheres na Igreja, na casa sociedade.

Bem, se os homens queriam que as mulheres ficassem quietas é porque elas falavam, questionavam, opinavam e faziam toda a diferença assim como hoje presenciamos nas igrejas por todos os continentes. Olvidaram que existiram discípulas ao lado de Jesus e com ele ficaram nos momentos de dor e abandono na cruz? E foram elas que receberam o primeiro anúncio da ressurreição para serem mensageiras da boa nova? Paulo não percebeu que na casa de Lídia, onde foi fundada a primeira Igreja em Roma (ou seja, na Europa!), estava uma liderança comprometida integralmente ao serviço do Reino de Deus?! Precisaram das mulheres na lida árdua de propagar o Evangelho e por isso o assustavam por causa da inabalável força? Constatamos que Paulo sentia medo das mulheres que com ousadia e coragem buscavam mudanças. Eduardo Galeano(homem!) define muito bem o que é machismo: “ Machismo é o medo das mulheres sem medo”.

Há biblistas que defendem que as palavras tortas remetidas a Paulo são acréscimos com o intuito de excluir as mulheres de cargos importantes nas igrejas e promover o seu silêncio. (segundo documento “Política de Justiça de Gênero”, elaborado pela Federação Mundial de Igrejas, pg. 27). Sentimos na pele como essas palavras excludentes já massacraram, queimaram, humilharam mulheres cristãs no decorrer dos séculos. Gostaríamos de responder aos Paulos: “Queremos falar tudo que sufocamos e engolimos, queremos cantar todas as nossas canções e declamar todas as nossas poesias! Queremos viver a liberdade de sermos o que somos sem precisar provar nada e sentir culpa de nada!”.

Amigas...

- O que vocês têm para dizer aos Paulos que querem nos calar na igreja, na sociedade e dentro da nossa casa?

- Essas dores por todo o corpo, estes nódulos e tensões vem de quais gritos sufocados, quais as palavras que você trancou ou emudeceu?

Tem dias que parece que conseguiram nos calar... nos cansaram e sacaram até as reservas. Mulheres! Somos filhas abençoadas com dons inúmeros e Deus em seu Reino conta com a gente! Vamos gritar se for preciso! Não suportamos mais tanta dor, lágrimas, desprezo, desigualdade. Queremos dignidade! “Nos sembraron miedo, nos crecieron alas”. Nos semearam medo, nos cresceram asas! (Vivir Quintana)

Não estamos sozinhas! Somos muitas e esperançamos novos céus e nova terra!

As próximas canções mostram nossas mãos dadas com as mulheres que dizem não ao silêncio imposto:

Canción Sin Miedo - Vivir Quintana

(part. El Palomar)

Que tiemble el Estado, los cielos, las calles
Que tiemblen los jueces y los judiciales
Hoy a las mujeres nos quitan la calma
Nos sembraron miedo, nos crecieron alas

A cada minuto, de cada semana
Nos roban amigas, nos matan hermanas
Destrozan sus cuerpos, los desaparecen
No olvide sus nombres, por favor, señor presidente

Por todas las compas marchando en Reforma
Por todas las morras peleando en Sonora
Por las comandantas luchando por Chiapas
Por todas las madres buscando en Tijuana

Cantamos sin miedo, pedimos justicia
Gritamos por cada desaparecida
Que resuene fuerte: ¡Nos queremos vivas!
¡Que caiga con fuerza el feminicida!

Yo todo lo incendio, yo todo lo rompo
Si un día algún fulano te apaga los ojos
Ya nada me calla, ya todo me sobra
Si tocan a una, respondemos todas

Soy Claudia, soy Esther y soy Teresa
Soy Ingrid, soy Fabiola y soy Valeria
Soy la niña que subiste por la fuerza
Soy la madre que ahora llora por sus muertas
Y soy esta que te hará pagar las cuentas

¡Justicia! ¡Justicia! ¡Justicia!

Por todas las compas marchando en Reforma
Por todas las morras peleando en Sonora
Por las comandantas luchando por Chiapas
Por todas las madres buscando en Tijuana

Cantamos sin miedo, pedimos justicia
Gritamos por cada desaparecida
Que resuene fuerte: ¡Nos queremos vivas!
¡Que caiga con fuerza el feminicida!
¡Que caiga con fuerza el feminicida!

Y retiemblen sus centros la tierra
Al sororo rugir del amor
Y retiemblen sus centros la tierra


Autor(a): Elisabet Lieven
Âmbito: IECLB
Área: Ecumene
Área: Missão / Nível: Missão - Mulheres
Área: Missão / Nível: Missão - Coronavírus
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Bíblia / Organismo: Federação Luterana Mundial - FLM
Testamento: Novo / Livro: Coríntios I / Capitulo: 14 / Versículo Inicial: 33 / Versículo Final: 40
Natureza do Texto: Educação
Perfil do Texto: Estudo Bíblico
ID: 58592
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Eu recomendo que ninguém exponha os seus filhos a lugar algum no qual a Escritura Sagrada não reina.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Deus diz: trabalha, deixa de preocupar-te, eu te vou dar tudo. Depois de Ele o ter dado, aí, sim, deves empenhar o teu cuidado, distribuindo de forma justa o que recebeste, assim que não o guardes para ti, mas que dele possam usufruir a tua família e outros mais.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br