Capela Luterana


ID: 2547

Minuto de Silêncio

28/12/2013

Ano novo! Férias! Vamos refletir sobre a necessidade de parar o barulho para pensar, criar e despoluir a percepção. Vamos pensar sobre as consequências de se viver num mundo tão barulhento.

Nunca se falou tanto e se pensou tão pouco. Pesquisa feita pelo Centro da Indústria de Informação Global, da Universidade da Califórnia descobriu que foram trocadas 10,8 trilhões de palavras nos Estados Unidos, o que representa um aumento de 140% em relação aos 4,5 trilhões de palavras usadas em 1980. Para chegar ao número, os pesquisadores usaram amostragem de textos de jornais, revistas, páginas da internet, áudios de filmes, programas de TV e rádio e letras de músicas lançadas no ano.

Em contraposição a esse tsunami importa lembrar que o silêncio é condição para o pensamento, a criação e expressão do ser humano. Uma pessoa que não consegue silenciar não consegue se reinventar. Ao reaprendermos a relação com o silêncio, conseguiremos, em meio ao falatório insignificante, dizer em poucas palavras o que precisa ser dito. O uso deliberado do silêncio recupera a ideia de que tudo aquilo que é sublime exige quietude. É um elemento da fé no interior do ser humano que busca consistência e relevância. O pensamento é silencioso, é um diálogo íntimo que não consegue viver no meio do som sem significado. Num mundo barulhento, portanto, pensa-se pouco.

O silêncio promove momentos de contemplação, inexistentes hoje. Ele devolve o tempo que nos foi roubado e nos ensina a compreender melhor os ruídos do mundo.Seremos melhores em 2014: porque soubemos parar e esperar, porque soubemos silenciar e observar, dedicados sempre a zelar pelas coisas que realmente importam.

O meu coração descansa em Deus; é dele que vem a força que me restaura e orienta. O meu coração descansa em Deus, e nele ponho a minha esperança. A minha salvação e a minha honra dependem de Deus; ele é o meu forte defensor e o meu abrigo. Conte a ele todas as suas aflições e expectativas. Em Deus encontro quietude. O poder é dele e o amor também.    Conforme Salmo 62

 


Autor(a): P. Hermann Wille
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste / Organismo: Capela Luterana
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 26404
Não há pecado maior do que não crermos no perdão dos pecados. Este é o pecado contra o Espírito Santo.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br