Reino de verdadeira paz

Senhas diárias

30/04/2021

SENHAS DIÁRIAS - 30.04.2021
Isaías 9.7 – Seu poder como rei crescerá, e haverá paz em todo o seu reino.
Atos 10.36 – Vocês conhecem a mensagem que Deus mandou ao povo de Israel, anunciando a boa notícia de paz por meio de Jesus Cristo, que é o Senhor de todos.
Diante do iminente ataque do exército assírio, o qual iria conquistar toda a Samaria, não conseguindo vencer Jerusalém, o profeta traz uma mensagem de Deus falando da vinda do Príncipe da Paz, do rei que colocaria tudo no lugar, e reinaria sobre Israel, trazendo sua paz para seu povo. É um chamado à confiança em Javé diante do perigo que já está à porta. O povo deve confiar em Deus e não em qualquer outra força, por mais atrativa e poderosa que pareça. O Messias viria para retomar o reino e trazer paz sobre seu povo, o qual viveria sob a graça de Deus e em fidelidade à sua Palavra. Entre as promessas que se concretizariam com a vinda do Conselheiro, Deus Forte, Príncipe da Paz, está a vida em abundância para o povo. Neste novo tempo, o povo plantará em sua própria terra e colherá para seu sustento, não havendo mais gente com fome e sem ter onde morar. Todos terão direito à vida digna. O poder do rei crescerá, como diz o versículo, e haverá paz em todo o seu reino. A esperança israelita não era apenas de uma vitória sobre os inimigos e a restauração do reino de Davi, mas também a vitória sobre a ganância, sobre o acúmulo de bens, sobre o quem pode mais chora menos. Haveria uma restauração da dignidade no meio do povo. Não haveria mais quem passasse fome ou necessidade. Não haveria mais um rei que fosse dono de enorme riqueza e vivesse regaladamente enquanto tantos do seu povo passavam fome. O Príncipe da Paz, o rei definitivo, não teria mais do que o seu povo. Pelo contrário, Ele viveria em função e junto com seu povo. Ele não reinaria como os reis costumavam reinar: com poder, glória e riquezas. Ele reinaria com fraternidade, solidariedade e dignidade para todos. Queremos um rei assim. Um rei que tenha poder, mas que seja poder para que todos vivam bem.
Pedro faz referência ao Senhor que vem trazer a paz plena. Ele anuncia que o Príncipe da Paz é Jesus, o Salvador. Seu jeito de ser rei é o oposto dos reis da época, e de todos os tempos. Ele é o Senhor de todos. Assim, vai trazer paz para todos e não para uns poucos. Ele trouxe um novo jeito de viver sociedade. Ele trouxe um novo jeito de entender o que é, de fato, paz. Ao afirmar que seu Reino não é deste mundo, na conversa com Pilatos (João 18.36), Jesus está, exatamente, afirmando que seu Reino não é como os reinos da época, e de todos os tempos. Se fosse igual, com seu poder se estabelecendo pela força bélica, seus ministros empunhariam armas e impediriam que Ele fosse preso e entregue à justiça dos judeus. Seu Reino é para este mundo, pois por ele entregou sua vida, mas não é como os reinos deste mundo. Ele não governa como governam os reis governavam, e ainda governam. Seu Reino é certeza de vida digna para todos. E isso os reis deste mundo não querem. Nossa confiança é que o Reino de Cristo haverá de se estabelecer entre nós e através de nós. Há uma boa notícia de paz a ser anunciada e vivenciada por quem tem a Jesus como Senhor. Essa é nossa esperança. Confiemos em Jesus e vivamos segundo sua vontade. P. Luiz Carlos


Autor(a): P. Luiz Carlos
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste / Paróquia: Rio Claro (SP)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 62277
REDE DE RECURSOS
+
É por meio de Cristo que somos aceitos por Deus, nos tornamos o povo de Deus e somos salvos.
1Coríntios 1.30b
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br