João 15.26-27 - Domingo de Pentecostes - 23/05/2021

29/03/2021

23/05/2021- Domingo de Pentecostes
Pregação: João 15.26-27; 16.4-15; Leituras: Atos 2.1-21 ou Ezequiel 37.1-14 * Salmo 104.24-34,35b * Romanos 8.22-27 Rosimere M. Ramlow Becker– Paróquia de Matupá- MT


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Que a graça e a paz do nosso Senhor Jesus Cristo esteja conosco. Amém!
“De repente veio do céu um som, como de um vento muito forte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados.
E viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram e pousaram sobre cada um deles.
Todos ficaram cheios do Espírito Santo”. Atos 2:2-4. Hoje é uma comemoração especial para a Igreja Cristã, hoje celebramos o dia de Pentecostes, momento onde surgiu a primeira igreja cristã. Queremos com grande alegria celebrar juntos este dia tão especial. Todos são bem vindos aqui hoje!

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Vamos cantar Nº 466 - LCI – Vento que anima e faz viver
Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Reunimo-nos como família cristã em nome do Trino Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 579 - LCI – Muitos virão te louvar

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS

Querido Pai, tu és Santo, és um Pai repleto de amor, nossos olhos contemplam a tua grandeza quando olhamos ao redor e enxergamos tudo que fizeste com tuas bondosas mãos. Sonda-nos, ó Pai, reconhecemos o quão pecador somos, e carecidos estamos de tua graça e perdão. Tem misericórdia de nós e perdoe-nos por nossa desobediência, falta de amor a ti e ao próximo. Ajuda-nos a sermos obedientes a tua vontade. Agradecemos pelo perdão imerecido ofertado por Jesus Cristo na cruz. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO

O Senhor é bondoso e misericordioso e os aceitará se vocês voltarem para ele (2 Crônicas 30.9). Todo aquele que, de todo coração, se volta para o Senhor, Ele os recebe e perdoa por sua grande misericórdia.

KYRIE

526 – LCI – Glória pra sempre

GLÓRIA IN EXCELSIS
Glória in excelsis

ORAÇÃO DO DIA
Oremos: Senhor, querido e bondoso Pai, agradecemos pela dádiva da vida, pelo nosso lar e tudo que tens nos presenteado graciosamente. Estamos aqui porque o Senhor nos trouxe e quer falar aos nossos corações. Fale conosco através de Sua Palavra e age em nós conforme a tua vontade, nos revelando o que necessitamos aprender e sermos transformados. Que a Palavra seja dirigida pelo teu Santo Espírito! Somos teus filhos amados que humildemente se dispõem para te ouvir! Amém!

LITURGIA DA PALAVRA


LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Ezequiel 37.1-14

2ª Leitura Bíblica: Atos 2.1-21

3ª Leitura Bíblica: João 15.26-27; 16.4-15 – Texto da Pregação


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
165 – LCI – Estou pronto, Senhor.

PREGAÇÃO

O Espírito Santo – O Consolador - João 15.26-27; 16.4-15

Quando celebramos como Igreja Cristã pelo mundo todo o Pentecostes, que foi a descida do Espírito Santo de Deus sobre os primeiros cristãos, prometida por Deus no AT e por Jesus várias vezes, como no evangelho de hoje, somos lembrados pelos textos bíblicos do dia de Pentecostes disto: Deus desperta seu povo pela ação do Espírito Santo!
Antes de dar a sua vida por nós na cruz o Senhor Jesus Cristo, fala para seus discípulos que eles não ficariam sozinhos.
Ficar sozinhos é difícil para nós, sabemos disso no momento em que precisamos deixar a casa dos pais, ou mesmo quando os visitamos após um longo período de tempo, ao nos despedir, sentimos um vazio muito grande. Esse vazio ao qual os seus discípulos enfrentariam, Jesus queria preencher. Então Ele acalenta os discípulos e até os encoraja quando fala que eles terão a companhia do Espírito Santo. E Jesus o chama Conselheiro que vem da parte do Pai e testemunhará a respeito do Filho.
Em Atos 2, acontece o Pentecostes, a descida do Espírito Santo, surgindo assim a igreja de Jesus Cristo, e comemoramos hoje essa data especial.
Vemos que Jesus nos fala que é necessário ele ir para que o Conselheiro venha. Jesus diz que é para o bem de seus discípulos que ele vá. Despedidas não são fáceis, mas são necessárias. No caso da partida de Jesus é para a nossa salvação, nossa libertação dos pecados, nossa vida eterna. E então a chegada de Jesus na glória significa a vitória de Jesus na cruz, a redenção consumada.
Há tristeza no coração dos discípulos, eles precisam de consolo, de um conselheiro, O Espírito Santo.
O Espírito Santo vem com o poder de convencer o mundo em três pontos importantes: convencer do pecado, da justiça e do juízo.
a. Do Pecado: o pecado da incredulidade, os judeus na época não creram em Jesus. O pecado da incredulidade não é apenas um pecado a mais, em meio a uma multidão de outros pecados, mas é antes o alicerce de todo o pecado, a atitude de rebelião que gera todos os outros pecados.

b. O Espírito Santo veio para convencer aos homens a seriedade desta questão, esclarecendo assim qual é a sua verdadeira natureza e mostrando a cura para essa condição espiritual. Diante da proclamação do Evangelho o Espírito convence do pecado para o arrependimento, para que ele, o ser humano, realmente se veja pecador que está distante da presença de Cristo. “A primeira obra do Espírito é revelar Cristo ao pecador” John Sttot.
b. Da justiça: Jesus morre por nossos pecados, mas ressuscita para a nossa justificação. Jesus morre e ressuscita, mostrando que foi aceito pelo Pai. Jesus estava certo e todos são pecadores. Em 1 Tm 3.16 “Não há dúvida de que é grande o mistério da piedade: Deus foi manifestado em corpo, justificado no Espírito, visto pelos anjos, pregado entre as nações, crido no mundo, recebido na glória.” O Espírito justifica Cristo! Ele é justo! Não há outro caminho que se iguale ao seu caminho. Jesus foi ao Pai. O mundo rejeitou o único que pode salvá-los. A vinda do Espírito Santo afirma que Cristo venceu, ele está vivo e ele reina.

c. Do juízo: porque o príncipe deste mundo já está condenado. No momento da ressurreição vemos Jesus vencendo a morte e os poderes de Satanás. Dessa maneira temos a liberdade dos poderes das trevas, diante da aceitação de Jesus em nossas vidas. Jesus traz regeneração total de nossas vidas. Em Colossenses 1.13 e 14, Paulo escreve: “Pois Ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber o perdão dos pecados.”

A maturidade espiritual dos discípulos os impossibilitava a entender tudo que Jesus teria a revelar, o qual seria completamente esclarecido após a sua morte e ressurreição e se daria pelo Espírito Santo.
Jesus ainda fala outra qualidade importante do Espírito, ele é O Espírito da verdade e guiará a toda a verdade, revelando em tudo a vontade do Pai, falará apenas o que ouvir do Pai e revelará o que está por vir.
Por meio da Igreja o Espírito continuará a ensinar o mundo aquilo que tiver escutado da parte do Pai. O pai está por trás da mensagem, O Filho é o tema da mensagem. Vemos aqui a qualidade trinitária.
Temos que aceitar que a mensagem anunciada a cada culto, a leitura bíblica em nossas casas, tem nos dado novas oportunidades, pois o Espírito está agindo, falando, conduzindo. Ele age em cada cristão particularmente e também na sua inteireza quando os crentes se reúnem como Igreja de Cristo. Toda a manifestação do poder do Espírito Santo na vida dos fiéis vemos a partir de Atos. O surgimento da igreja trouxe uma nova maneira de viver neste mundo, pois cada cristão não segue seus próprios impulsos e desejos, mas agora está submetido ao grande Conselheiro que indica o caminho, pois Ele mostra as melhores decisões e fortalece a agir de acordo com a vontade do Pai.
E essa transformação completa de vida faz os discípulos testemunharem ao mundo que são a luz de Cristo. Sendo testemunhas vivas que impactam a família, trabalho e sociedade e assim fazendo novos discípulos pelo mundo.

Assim como é dito em Atos 1.8: “Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra.”

Que assim nos deixemos guiar a toda a verdade pelo Espírito Santo, o nosso Consolador que sempre está conosco!

HINO
Cantemos juntos Nº 462 - LCI – Vem, Espírito divino

CONFISSÃO DE FÉ
Como resposta a pregação que ouvimos queremos como cristãos unidos confessar a nossa fé:
Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
166 - HPD I– Dá-nos olhos claros

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que Deus,
Todo Poderoso te abençoe e te guarde. Que Ele resplandeça a sua face de amor e misericórdia sobre cada um e nos dê a sua paz.

ENVIO
Animados pelo Santo Espírito Consolador vamos certos de que Ele está conosco, nos conduzindo a toda verdade e nos capacitando a sermos testemunhas do amor de Cristo ao mundo!
Uma abençoada semana a todos!

CANTO FINAL
Do Livro de Canto da IECLB – 287 - Cuida bem, Senhor


Autor(a): Missionária Rosimere Maria Ramlow Becker
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 61757
REDE DE RECURSOS
+
Assim como o Senhor perdoou vocês, perdoem uns aos outros.
Colossenses 3.13
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br