Isaías 6.1-8 - 1º Domingo Após Pentecostes – Trindade - 30/05/2021

29/03/2021

30/05/2021 - 1º DOMINGO APÓS PENTECOSTES – TRINDADE
Leituras bíblicas: Sl 29; Rm 8.12-17; Jo 3.1-17; Prédica: Is 6.1-8
Cor litúrgica: branco ou dourado
Autor – P. Teobaldo Witter – Cuiabá, MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

Os serafins diziam em voz alta uns para os outros: Santo, santo, santo é o Senhor Todo-Poderoso; a sua presença gloriosa enche o mundo inteiro! Isaías 6.3

Sejam bem-vindos ao culto da comunidade. Hoje é o 1º Domingo após Pentecostes, ou seja, Domingo da Trindade: Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Deus nos serve com sua Palavra, seu amor, sua graça, a fé, a vida e a salvação. Queremos, neste culto, ouvir o que Deus quer nos ensinar, como devemos reagir e interagir entre nós. O culto é muito importante para nós, porque nele Deus fala conosco, e nós ouvimos, falamos com Deus e com os nossos irmãos e nossas irmãs. Amados e consolados por Deus queremos viver na comunhão de fé, de esperança e de amor.

A comunidade acolhe os/as visitantes.

Tributai ao Senhor a glória devida ao seu nome, adorai o Senhor na beleza de sua santidade. Ouve-se a voz do Senhor sobre as águas (Sl 29.2-3ª) .

CANTO DE ENTRADA

N° 610- LCI – Senhor, porque me guarda

SAUDAÇÃO TRINITÁRIA
Em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém. Nosso socorro vem de Deus criador e libertador, fonte da vida e da misericórdia. Amém

Deus nos acolhe e liberta como filhos e filhas para a liberdade e o amor: “Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai” (Romanos 8.15)


CANTOS DE INVOCAÇÃO

Nº 03- LCI- Em nome do Pai, .....

CONFISSÃO DE PECADOS

Somos e estamos sendo pecadores / pecadoras. Temos dívida impagável. Ninguém consegue pagar sua dívida com Deus. Pois, “o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna por intermédio de Cristo Jesus, Nosso Senhor!” (Rm 6.23).


Confessemos e peçamos perdão:

Deus, confessamos que pecamos em palavras, pensamentos, ações e omissões. Os pecados te ofendem e destroem nossa humanidade. Por isso, suplicamos:

Perdoa-nos quando caminharmos na escuridão e insistimos nela em vez de procurar o caminho da luz, pois tu, Senhor, és a única e verdadeira luz. Tem piedade, Senhor!

Perdoa-nos por nossa falta de fé e por não sermos pessoas esperançosas e solidárias. Tem piedade, Senhor!

Perdoa-nos por termos causado dor, dificuldades e angústia para outras pessoas. Tem piedade, Senhor!

Perdoa-nos por nos isolarmos e permanecermos indiferentes, em vez de mostrar hospitalidade, especialmente a migrantes e refugiados. Tem piedade, Senhor!


ANÚNCIO DO PERDÃO

Palavra da graça:
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3.16

Deus é ternura e toda graça, transborda de amor, Deus é ternura! Como a distância da terra aos céus, assim é grande sua misericórdia. Deus é ternura! Como o Oriente dista do Ocidente, assim ele afasta de nós nossas faltas. Deus que perdoa.

Irmã, irmão, aqui na igreja, o seu clamor foi ouvido por Deus, e ele mandou dizer: Pois bem: Como você crê, assim será com você. Anuncio o perdão e a reconciliação: em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Deus mandou anunciar o seu perdão e a sua graça para você. Confie Nele. Vai em paz.

KYRIE

O amor é viver em comunhão com as pessoas que sofrem. Reconciliados por Deus, queremos, agora, lembrar e trazer diante de Deus as dores do mundo. Suplicamos pelas pessoas desempregadas, as que estão sem teto e sem comida. Suplicamos pelas pessoas que vivem na escuridão, são escravizadas pelo medo, pela escuridão da ignorância, pelo poder que escraviza, por ameaças, pela fome, pelo desemprego, pelos diversos tipos de drogas, por seus problemas não resolvidos e pelas doenças, pelos seus remorsos e rancores. Pensamos, especialmente, nas mães e crianças que estão em situações de vulnerabilidade. Pelos casais e pelas famílias que vivem em confrontos, pelas que tem pessoas doentes em casa ou no hospital, pelas famílias enlutadas. Deus, colocamo-nos à sua disposição para sermos apoio solidário das pessoas que são vítimas. Que o Senhor esteja com elas ali onde elas se encontram, quer seja em nossa família, comunidade, cidade, nosso município, estado, país e mundo. Dê-lhes, Senhor, a felicidade, a paz e vida digna. Tem misericórdia, Deus.

 

 

GLÓRIA IN EXCELSIS

Nós, certamente, estamos felizes, porque Deus escuta nossas orações, nossas súplicas e motivos de agradecimentos e louvor. Queremos reconhecer, agradecer, dar glória e louvor ao Senhor com as palavras de gratidão e alegria, cantando todos juntos:

N°70 - LCI: Glória

ORAÇÃO DO DIA
Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. (João 3:17). A Palavra de Deus deseja salvar este mundo condenado. Oremos ao querido Pai. Deus, que olhe por nos aqui neste culto. Que Ele abra nossos ouvidos, coração e mente para que a Palavra seja acolhida, entendida, e ela provoquem as mudanças necessárias em nosso ser, agir e viver. Que a tua comunidade pratique gestos e sinais do teu cuidado divino. Faze de nós verdadeiros discípulos e discípulas de teu Filho, que nos ensinou a ouvir a tua Palavra e a servir uns aos outros e umas às outras. Confiantes, pedimos-te em nome de teu amado Filho e pelo poder do Espírito Santo, que vive e governa agora e sempre. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA


Nº 171-LCI – Ontem, hoje e sempre.

LEITURAS BÍBLICAS

1ª Leitura: Romanos 8.12-17;

Aclamar o evangelho, cantando: Aleluia, aleluia, aleluia. Aleluia (2x)

2ª Leitura: João 3.1-17


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO

Nº 242 - LCI- Santo, santo, santo

PREGAÇÃO

Texto da Pregação: Isaias 6.1-8 (9-13)


Oração: Deus, a tua Palavra é nossa vida e nossa salvação. Somos gratos por ela e pelos atos de Jesus pela reconciliação, perdão e salvação. Permita que ela toque o nosso coração e mente. Ajude este teu servo para que possa ter atenção e criatividade, neste momento de culto e pregação. Amém

Amada comunidade, gente querida!!

 


1. TRINDADE: Hoje é o domingo da Trindade: Deus pai, Filho e Espíritos Santo. Um só Deus em três formas de se relacionar com as criaturas, ou seja, CRIADOR, LIBERTADOR E EMPREGADOR / ANIMADOR. Isaias 6 é indicado para pregação neste domingo. A parte significativa sobre a Trindade da mensagem se encontra no versículo 3: “Um (Serafim) gritava para o outro e dizia: Santo, Santo, Santo — Senhor Deus, a plenitude de toda terra é sua glória”.

Um único Deus é a Trindade. São três deuses? Não. Somente um só Deus, na Trindade Santa. Tem como explicar? É como a água que da vida: solida (gelo), líquida (água do batismo e água boa de beber) e gasosa (neblina ou brumado). Isso não explica Deus na sua plenitude, mas ajuda a entender a trindade em palavras humanas. Ou, pode também explicar o inexplicável, ainda, com palavras humanas, dizendo que Deus é três em um. Sendo um, Ele tem três “pessoas” ou “identidades”. Em palavras e exemplo simples, seria como um ovo, que tem a clara, a gema e a casca. Juntos são o ovo, um único ovo. Mas são três partes diferentes do mesmo ovo. O mesmo ovo precisa das três partes para ser ovo. Como o ovo, as três “pessoas” de Deus juntas são um só Deus. Mas, diferente das partes do ovo, cada “pessoa” (Pai, Filho, Espírito Santo) é em si Deus, não apenas uma parte. Por isso, é normal chamar de “pessoas”, porque cada um é diferente, ou melhor, se relacionam entre si e se relacionam com a natureza e a humanidades de maneira diferente, com uma função diferente. Seriam três pessoas com a mesma mente. Mas as três “pessoas” de Deus estão muito mais interligadas. Deus é e se relaciona conosco TRINDADE. O Pai é Deus; Jesus é Deus; o Espírito Santo é Deus.

Jesus disse “quem me vê, vê o Pai” (João 14:9). Quando o Espírito Santo age na nossa vida, é a totalidade de Deus agindo em nós, através do Espírito Santo. A Bíblia constantemente mistura os três, já que quando falamos de um, falamos também de Deus no seu todo, em Trindade.
Isaias 6.4 glorifica o trino Deus: Santo, Santo, Santo — Senhor Deus, a plenitude de toda terra é sua glória”. Ao testemunhar a Trindade, Isaias 6 testemunha a preparação, o chamado e a aceitação para a profecia de Isaias.

2. CENÁRIO MARAVILHOSO: Isaias 6.1-6 é lindo. A cena é muito bonita. Ela é fabulosa, maravilhosa. É um texto rico demais para somente uma pregação. Observe os detalhes. Medite sobre o que esta sendo narrado pelo autor. O impacto é profundo. Pode ser devidamente enfocado em varias atividades. Aliás, quando a gente observa seu aproveitamento na série de textos verifica-se o mesmo: sua aplicação ao Domingo da Trindade insiste num só detalhe, i.e., no v.3 (santo, santo, santo - Senhor Deus...). Mas a sua delimitação varia: para uns o texto só abrange vv. 1-8, para outros inclui vv.1-10, para mais outros engloba vv.1-13. Proponho que se faça dele o texto-guia para o trabalho pastoral de toda uma semana: pregação, estudo bíblico, programa de rádio, ensino confirmatório e outros, enfocando em cada oportunidade um determinado aspecto da unidade deste texto bíblico.

3. VER, OUVIR, FALAR, OUVIR: No que se refere à forma, Is. 6 apresenta uma alternância muito interessante entre relato e fala. No início predomina o relato (cf. vv.1-2). No fim sobressai a fala (cf.v. 7.8), com anúncio do perdão dos pecados e fala do profeta: “Eis-me aqui, envia-me a mim”. O texto inicia como visão, mas mais e mais passa para a audição. Seu ápice está na audição, no fim. Ouvir Deus pela boca do profeta (Vs.9-13).

Os Vv.1-5 estão voltados à visão. Sim, ao espetáculo da visão. Duas questões se contrastam: espetáculo visionário (vv.1-4) com a pequenez do profeta (v.5). Vv.6-8 estão centrados no envio. A cena da purificação do profeta (vv.6-7) prepara o chamado e o envio do profeta (v.8). E a fala de Deus pela boca do profeta (Vs. 9-13).

 

4. SILENCIAR, PERDOAR, FALAR: Os vs. 1-5 contêm o espetáculo da visão, contracenando com o emudecimento do profeta de lábios impuros. Os vs. 6-8 focam a purificação do profeta e preparam seu envio. A visão/purificação/audição/vocação/envio ocorre no átrio central do templo (os pinos do pórtico estremeceram, os serafins trazem a brasa com um utensílio [tenaz], a sala se enche de fumaça), possivelmente até durante um culto. Diante da proximidade de Deus, o mundo estremece. Lembra o terremoto, o véu do templo na divisa entre o santo e o profano rasgando por ocasião da morte de Jesus (Mt 27.51s).

5. DEUS ATUA O profeta é preparado no templo. Ele se entende impuro para estar na presença de Deus. Tem temores e tremores. “E estremeceram os pinos das bases por causa da voz do que grita. E a casa (o templo) se enche de fumaça. E eu disse: Ai de mim! Eis que tenho que silenciar! Eis que sou um homem com lábios impuros! E moro em meio a um povo de lábios impuros! O Senhor Deus, e meus olhos viram Deus!” (Vs. 4-5). Neste momento de autorreconhecimento do profeto, as porta se abrem para ele mediante acolhida de Deus e perdão. “O serafim pegou no altar uma Pedra em brasa com uma tenaz (...) e fez tocar minha boca e disse: Veja! Isto tocou em teus lábios. E se afasta tua culpa e teu pecado está perdoado” (V. 6.7). Estão preparadas as condições para o chamado do profeta.

6. DEUS ENVIA: O chamado e a concordância para o envio: E ouvi a voz do Senhor dizendo: A quem envio? E quem vai por nós? E eu disse: “Eis-me aqui! Envia-me!” O chamado de Deus requer uma resposta. Deus não obriga ninguém a seguir. Mas ele convida. E o convite de Deus requer resposta. Sempre é assim: da resposta no tempo presente depende a vida no presente e no futuro. O profeta poderia negar e não aceitar o convite. Mas teria que aguentar com as consequências de seguir sua vida fora do caminho de Deus. Isaias aceitou. E disse: “sim, conte comigo. Envia-me a mim” !!!

7. VAI, PROFETA: Deus mandou dizer que o fim chegou. V. 9 “E ele disse: Vai e dize a este povo: Ouvi constantemente, mas não entendais! Vede continuamente, mas não compreendais!” Deus cansou de avisar. Mas o povo segue seus próprios caminhos, onde não há fé, esperança, nem amor. Então, anuncia que “a gordura vai fechar seu ouvidos e seus olhos ( V. 10)”. Até quando? Até que “estejam desertas: as cidades sem moradores, as casas sem pessoas, e a roça está se desolando em deserto” (V.12). Deus mandará para bem longe as pessoas, Ficará terra abandonada. “... o terebinto e carvalho que, ao serem derrubados, deixam tocos. Semente santa é seu broto!” ( V.13). Vai ficar quem ouve a Palavra, abre sus olhos para ver e pratica o amor e a justiça. Fica “quem teme a ama a Deus” e ama as criaturas com a si mesmo.

8. VAI, FIEL EM DEUS. Três pedidos para vocês, comunidade e pessoas cristãs fieis. 1. Amar a Deus. Ouvi-lo. Estudá-lo. Meditar na sua palavra. 2. Amar a sua cidade, o campo, as pessoas. Conhecer, estudar. Viver na comunhão do amor. 3. Amar as pessoas de todas as cores, raças, situações sociais, culturais. Vamos pensar sobre isso. Deus lhe ensina “Semente santa é seu broto”. A semente é santa, porque Deus é santo. Amém.


Nº 258, LCI- Pai Nosso sertanejo

CONFISSÃO DE FÉ

Estamos sendo convidados para assumirmos nosso compromisso com Deus e sua Palavra, confessando bem alto a nossa fé. O credo apostólico expressa a fé na Trindade Santa: Deus Criador, Salvador e Santificador que nos conduz para fé, vida e salvação. Confessemos, pois, em conjunto e junto com toda a cristandade na terra, a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico.


Creio em Deus Pai, ...

AVISOS DA COMUNIDADE

Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
Destinação da oferta no culto de hoje:____________________________________________________
Outros avisos: ______________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________

CANTO: proceder com motivação e o recolhimento das ofertas

Nº 84 - LCI – Te agradeço (recolher as ofertas)

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________

Oremos:
Deus, “vai ficar a semente santa”. Santo és tu, querido Deus. Santa é a trindade. Santa é tua palavra. Santo é tudo o que tu santificas.
Maravilhoso Deus, nosso querido Pai, gratidão, pela tua santidade. Gratidão, porque tu não te escondes de nós, mas nos educas na fé e vida pela tua palavra, encarnada em Jesus Cristo. Gratidão por tua comunidade e movimento edificador do Espírito Santo. Obrigado por tudo o que aconteceu neste culto. Graças te damos, querido Deus santo.

As famílias e os grupos de comunidade oram todos os dias. Deus, em tuas mãos nós confiamos as intercessões de tua comunidade. Pedimos em favor das pessoas necessitadas, por aquelas que estão sendo enganadas com a propaganda e de desperdício. Queremos, ainda, de forma especial interceder pelos casais em conflito, pelos pais e filhos que têm dificuldades em se entenderem, pelos conflitos entre irmãos e irmãs, pelos conflitos comunitários, pelos conflitos na rua, no trabalho e em qualquer outra parte em que pessoas se agridem, se traem, se machucam, se magoam. Ajuda-nos para que possamos conversar com elas, pegar na sua mão, ajudá-las a levantar os olhos, perguntar em que podemos ser solidários.
Consola as pessoas e famílias enlutadas. Cuide bem das doentes. Anima os agentes e os cuidadores de saúde das pessoas doentes. Esteja presente, pela ação do teu Espírito, no cotidiano de todas as pessoas que exercem autoridade para que estejam a serviço da vida das pessoas. Dá criatividade e ânimo ao presbitério para trabalhar e enfrentar as questões de fé e vida de fé de tua igreja, em suas atividades. Capacita com teu Espírito Santo os ministros e as ministras da tua igreja. Dá coração aberto e sensibilidade para percebermos a importância da reconciliação contigo e com as pessoas e todo ambiente ao nosso redor. Tudo mais que o mundo e nós necessitamos para concretizar a reconciliação, solidariedade, vida e salvação, e tu bem sabes do que necessitamos, incluímos na oração que Jesus Cristo nos ensinou: Pai nosso....


PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

BÊNÇÃO
Deus da força ao seu povo. O Senhor abençoe em paz o seu povo. Sl 29.11.
Querido Deus da graça e fé. Que Ele os abençoe e guarde. Que ele seja a sua luz. Que o Senhor os guarde pelos caminhos. Que o Deus os proteja de todos os danos e perigos. Em nome de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Amém.

ENVIO

Agora, caminhamos, na graça do Espírito Santo de Deus, cientes do nosso compromisso cristão de ensinar e viver na perspectiva do Reino de Deus que, em Jesus Cristo, já chegou. Enquanto caminhamos, vamos dizer ao mundo todo que o Senhor Deus é bom, justo e, através do perdão, faz acontecer vida e salvação. Amém.

Comunidade: Demos graças a Deus. Amém,

CANTO FINAL

Nº 301 – LCI – Bênçãos virão
 


Autor(a): Pastor Teobaldo Witter
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 61758
REDE DE RECURSOS
+
O Senhor conduza o vosso coração ao amor de Deus e à constância de Cristo.
2Tessalonicenses 3.5
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br