Caçula!

09/06/2021

 

Das três filhas, a caçula trazia maiores preocupações. Por mais que Maria aconselhasse e falasse de Deus, a menina não escutava e fazia questão de agir justo ao contrário do pedido. Não havia reprimenda que fosse suficiente. Simplesmente não obedecia. Certa noite, no Estudo Bíblico, a mãe deparou-se com o verso: “Muito pode a súplica do justo” (Tiago 5.16). Decidiu, então, mudar sua estratégia. Ao invés de falar de Deus à filha, passou a falar com Deus sobre sua filha. Algo maravilhoso aconteceu. A filha notou que a mãe deixou de pressioná-la e passou a observar mais a mãe, que volta e meia se aquietava em prece. Também, a mãe, ao invés de ficar só criticando, passou a observar mais a filha, entendendo seus conflitos de adolescente. Devagar a situação foi se ajustando e harmonizando. Até que, numa manhã de domingo, as duas sentaram juntas, conversaram, abriram o coração e planejaram algumas atividades conjuntas. Eis o milagre. A mãe e filha se converteram.


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Testamento: Novo / Livro: Tiago / Capitulo: 5 / Versículo Inicial: 16
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 62922
REDE DE RECURSOS
+
As pessoas podem fazer seus planos, porém é o Senhor Deus quem dá a última palavra.
Provérbios 16.1
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br