Presidência da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil


Rua Senhor dos Passos , 202 V andar - Centro
CEP 90020-180 - Porto Alegre /RS - Brasil
Telefone(s): (51) 3284-5400
presidencia@ieclb.org.br
ID: 2275

Mensagem da Presidência para o Lançamento do Tema do Ano 2017

27/11/2016

 

Alegres, jubilai!
Igreja sempre em Reforma: agora são outros 500

Nele vivemos, nos movemos e existimos
(Atos 17.22-31)

 

MENSAGEM DA PRESIDÊNCIA DA IECLB

Estimados membros da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil!
Irmãos e irmãs em Cristo!

Em 2017, ano do Jubileu dos 500 anos da Reforma, o Tema da IECLB convida para celebrar a nossa história, destacando aspectos centrais da Reforma. Ao mesmo tempo, queremos avaliar essa herança e a sua importância para o futuro da Igreja.

A Igreja de Jesus Cristo é dinâmica. Segundo Lutero, a Igreja carece de constante reforma. Essa dinamicidade se fundamenta justamente na Palavra do Senhor da Igreja. É isso que desejamos expressar, refletir e celebrar no Jubileu dos 500 anos da Reforma ao escolhermos como Lema a palavra do apóstolo Paulo: Nele vivemos, nos movemos e existimos (Atos 17.28a). Esta passagem bíblica ilumina o Tema do Ano: Alegres, jubilai! Igreja sempre em Reforma: agora são outros 500.

O Lema, Nele vivemos, nos movemos e existimos, faz parte do discurso de Paulo em Atenas (Atos 17.22-31) durante a sua segunda viagem missionária. Ao ali pregar, Paulo foi questionado: Qual é a tua, Paulo? Soa-nos muito estranho esse teu discurso!

Paulo apresenta Deus, que é muito distinto das demais divindades adoradas em Atenas. Ele conclama ouvintes ao arrependimento. Anuncia-lhes o Evangelho! Para ele, passou o tempo de viver na idolatria. Deus não cabe em imagens e definições humanas. Deus está próximo de cada pessoa. É o Deus Criador. É o Deus que serve ao invés de querer ser servido. É o Deus que dá e mantém a vida. Ele se fez próximo em Jesus Cristo. Ali estava e está Deus. Assim é Deus. É nesse Deus que vivemos, nos movemos e existimos.

A exemplo de Paulo, Lutero se opôs a essa imagem de Deus, que exigia sacrifícios humanos, que teriam como resposta o atendimento dos favores desejados. Lutero redescobriu o Deus que já está entre nós e que revelou gratuitamente (por graça) a sua compaixão por nós, seus filhos e suas filhas. A resposta que Deus espera é a aceitação desse presente em atitude de fé que atua no amor.

Lutero novamente desvelou o Deus que Paulo anunciou em Atenas. Afirmou que a imagem de Deus está em Jesus Cristo, crucificado e ressurreto. Trata-se de um Deus que, na cruz, por amor, se solidariza plenamente com a fragilidade e a miséria humanas. Essa aproximação, que nos sustenta em meio à vida e nos salva da morte, é graça de Deus. Dela nos apropriamos mediante a fé, confiando no anúncio do que Deus faz em Cristo.

Essa perspectiva é descrita em um dos hinos de Lutero: Alegres jubilai, felizes exultando; com fé e com fervor cantai, a Deus glorificando. O que por nós fez o Senhor, por seu divino excelso amor, custou-lhe a própria vida (HPD 155). É com essa convicção de fé que, no Jubileu dos 500 anos da Reforma, com esperança renovada, anunciamos: Alegres, jubilai! Igreja sempre em Reforma: agora são outros 500.

Alegres, jubilamos! O nosso viver como Igreja de confessionalidade luterana é possível porque Deus, que se fez presente em Jesus Cristo, nos carrega, salva, consola e anima. Deus nos conduz pelo seu Santo Espírito. Um exemplo disso é que, sob a sua orientação, o Plano de Ação Missionária da IECLB, o PAMI, fruto de decisão construída conjuntamente, é o instrumento que, nas últimas décadas, nos ajuda a perseguir metas e a assumir compromissos decorrentes do Evangelho.

À semelhança do apóstolo Paulo e de Lutero, vivemos em um contexto determinado. Queremos continuar sendo Igreja que pensa e vive a fé luterana no Brasil. Agora são outros 500! Que Igreja desejamos ser nesses próximos 500 anos?

Como Igreja que carrega marcas da Reforma, a nossa herança e o nosso jeito de ser Igreja nos encorajam a olhar para o futuro com esperança e confiança. A força que nos moverá é a Palavra, compreendida como a comunicação do amor de Deus, que se dá no testemunho missionário da fé, na vivência concreta do corpo de Cristo, no agir restaurador e curador e na celebração do amor divino. Vislumbramos que a IECLB, cada vez mais, seja reconhecida como Igreja de Comunidades atrativas, acolhedoras, inclusivas e missionárias.

Nas celebrações do Jubileu dos 500 anos da Reforma, podemos dizer, com alegria redobrada: Sou luterano! Sou luterana! Sou parte dessa Igreja sempre em Reforma e, agora, são outros 500!

P. Dr. Nestor Friedrich
Pastor Presidente
Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - IECLB


Logo abaixo dos -Arquivos para Dowload-, acesse, na -Midiateca-, o vídeo com a Mensagem da Presidência para o Tema do Ano 2017 (que também pode ser visto na -Midiateca- da home nacional).


Autor(a): Nestor Paulo Friedrich
Âmbito: IECLB / Instância Nacional: Presidência
Natureza do Texto: Manifestação
Perfil do Texto: Mensagem
ID: 40337
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Ó Deus, meu libertador, tu tens sido a minha ajuda. Não me deixes, não me abandones.
Salmo 27.9
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Essa esperança não nos deixa decepcionados, pois Deus derramou o seu amor no nosso coração, por meio do Espírito Santo, que Ele nos deu.
Romanos 5.5
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br