Mensagem da Presidência da IECLB para a Páscoa 2019

09/04/2019

 

MENSAGEM DA PRESIDÊNCIA DA IECLB PARA A PÁSCOA 2019

(Carta Pastoral da Presidência da IECLB - Abril - 2019)

Irmãs e irmãos em Cristo!
“Mas o anjo, dirigindo-se às mulheres, disse: — Não tenham medo! Sei que vocês procuram Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito [...]. Agora vão depressa e digam aos seus discípulos que ele ressuscitou dos mortos” (Mt 28.5-7).

No domingo após a crucificação e a morte de Jesus, algumas mulheres foram até o sepulcro onde o corpo de Jesus havia sido guardado. Era um túmulo escavado na rocha e uma enorme pedra foi colocada na entrada. O lugar estava vigiado por soldados. Além da tristeza pela morte de Jesus, havia o medo do que poderia acontecer com as pessoas que o seguiam. Seriam elas também perseguidas?

As mulheres foram lá para levar ao Jesus morto um pouquinho do amor e da aceitação que receberam dele. O que parecia ser a despedida final, o que parecia ser a última oportunidade de estar com Jesus, foi, na verdade, um recomeço. A pedra estava removida e o corpo de Jesus não estava lá. Ele havia ressuscitado. Naquele momento, as mulheres testemunharam a derrota do poder da morte. A vida venceu.

Páscoa: festa da ressurreição! Festa da vida! Cultos, estudos bíblicos, reuniões em família, sorrisos, ovos de chocolate, presentes, abraços... tudo de bom! Esta poderia ser a experiência de todas as pessoas. Infelizmente, a realidade não é esta. Para muitas pessoas, o sofrimento, a pobreza, a doença, as perdas, os conflitos, causam grande tristeza. Muitas pessoas não conseguem enxergar sinais da ressurreição em suas vidas. Não conseguem passar da Quaresma para a Páscoa. Há sentimento de medo e desesperança no ar...

Não sabemos qual é a sua situação particular. Não sabemos se você está em um momento de alegria ou se está em dificuldades, mas sabemos que a Páscoa é o tempo de anunciar que a morte foi vencida. O sofrimento que Jesus Cristo experimentou e a angústia que as suas discípulas e os seus discípulos sentiram ficaram para trás. Em Cristo, Deus venceu a morte para nos salvar e nos colocar novamente no caminho da esperança.

As mulheres que testemunharam a ressurreição tiveram medo. Felizmente, elas não ficaram paralisadas pelo medo. Com a força do Espírito Santo, elas se encheram de coragem para anunciar que Jesus vive. O anúncio da ressurreição era perigoso e poderia significar mais mortes, mas elas sabiam que calar seria igual a concordar com quem matou Jesus. A fé, a alegria e a esperança daquelas mulheres agora estavam acima dos medos e das ameaças.

A Páscoa é festa da vida e da esperança. A Páscoa afirma que Deus está presente na nossa vida e que a nossa vida vai além do tempo presente. Cristo ressuscitou para que nós também possamos ressuscitar, por isso, minhas irmãs e meus irmãos, nesta Páscoa, nós convidamos:
- vamos nos reunir em família e em comunidade;
- vamos lembrar situações de alegria, de sofrimento e de morte;
- vamos orar para que Deus acompanhe e conforte as pessoas que sofrem;
- vamos orar para que Deus mantenha acesa a compaixão e nos dê disposição para estar ao lado de quem necessita;
- vamos orar para que Deus nos dê fé, força e coragem para trabalhar por um mundo melhor;
- vamos celebrar a esperança trazida pela vitória de Deus sobre a morte;
- vamos celebrar que a vida venceu a morte.

São os votos da Presidência da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil para a Páscoa 2019!
  

MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Um pregador deve estar ciente que Deus fala pela sua boca. Caso contrário, é melhor silenciar. 
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br