Capela Luterana


ID: 2547

Perdoar e pedir perdão

Os espinhos machucam, assim como a ofensa dói.

31/01/2014

ROSA COM ESPINHOS
Bacharel em Teologia Lenira Kloss
1 | 1
Ampliar

Então Pedro chegou perto de Jesus e perguntou: Senhor, quantas vezes devo perdoar o meu irmão que peca contra mim? Sete vezes? Não! Respondeu Jesus. Você não deve perdoar sete vezes, mas até setenta vezes sete. (Mateus 10. 21-22).

Quando visito minha família no Espírito Santo, gosto de podar as rosas, é o serviço que sempre me espera. Podando rosas, corremos o risco de pisar em espinhos. Espinho no pé gera uma sensação de desconforto na gente, e enquanto ele estiver ali ele machuca, e dói. Mas depois que tiramos, fica aquele alívio, nosso caminhar volta ao normal.

Ofender alguém ou ser ofendido, não é diferente dos espinhos. Uma ofensa dói, gera desconforto, machuca os corações, e até pode destruir, amizades e famílias inteiras. Mas quando essa ofensa é perdoada, o coração fica mais leve, a alegria se manifesta, nós nos sentimos melhor.

Na oração do Pai Nosso que Cristo ensinou, oramos, “perdoe as nossas dívidas assim como nós também perdoamos” e ainda o versículo 22 de Mateus 18, Jesus diz a Pedro perdoar setenta vezes sete. É uma forma de dizer que precisamos perdoar sempre.

Quando converso com as pessoas percebo que muitas não sabem o significado de perdão, escuto frases como: “Perdoar até que perdôo, mas esquecer nunca”, ou “posso perdoar, mas nunca mais quero olhar pra cara dele/a”.

Onde está o perdão verdadeiro nessas frases? Acredito que o perdão que Jesus fala, não é falar da boca pra fora, mas perdoar de todo o coração, colocar uma pedra que não dá pra remover por cima de qualquer ofensa.

Nós pedimos perdão a Deus pelos nossos pecados, que possamos saber perdoar da mesma forma como esperamos o perdão de Deus. E saber pedir perdão para aquele/as que magoamos.

Lembrando que quando perdoamos, nós somos os maiores beneficiados com o perdão.

Termino esta reflexão com as palavras de Filipenses 4.8-9: “Portanto, meus irmãos, encham suas mentes com tudo o que é bom e merece elogios: o que é verdadeiro, digno, justo, puro, agradável e honesto. Ponham em prática o que vocês receberam e aprenderam de mim, tanto as minhas palavras como as minhas ações. E o Deus que nos dá a paz estará com vocês.”

Bacharel em Teologia Lenira Kloss – Paróquia de Tapejara- RS


Autor(a): Bacharel em Teologia Lenira Kloss
Âmbito: IECLB / Sinodo: Planalto Rio-Grandense / Organismo: Capela Luterana
Testamento: Novo / Livro: Mateus / Capitulo: 10 / Versículo Inicial: 21 / Versículo Final: 22
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 26703
Fé significa confiar e construir sobre a misericórdia de Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br