Programa de Acompanhamento a Ministros e Ministras realiza o Seminário “Meu tempo, minha vida e ministério – falar e ouvir” no Sínodo da Amazônia

12/04/2018

'Meu tempo, minha vida e ministério - falar e ouvir' no Sínodo da Amazônia - Abril 2018
'Meu tempo, minha vida e ministério - falar e ouvir' no Sínodo da Amazônia - Abril 2018
'Meu tempo, minha vida e ministério - falar e ouvir' no Sínodo da Amazônia - Abril 2018
'Meu tempo, minha vida e ministério - falar e ouvir' no Sínodo da Amazônia - Abril 2018
'Meu tempo, minha vida e ministério - falar e ouvir' no Sínodo da Amazônia - Abril 2018
'Meu tempo, minha vida e ministério - falar e ouvir' no Sínodo da Amazônia - Abril 2018
'Meu tempo, minha vida e ministério - falar e ouvir' no Sínodo da Amazônia - Abril 2018
'Meu tempo, minha vida e ministério - falar e ouvir' no Sínodo da Amazônia - Abril 2018
1 | 1
Ampliar


´No dia 09 de abril de 2018 iniciou mais uma edição do Seminário “Meu tempo, minha vida e ministério – falar e ouvir” no Centro de Formação do Sínodo da Amazônia em Cacoal/RO, estendendo-se até o dia 12 de abril. 14 ministros/as estão participando do Seminário, que conta com a assessoria da Psicóloga Roseli Kühnrich de Oliveira, Graduada em Psicologia pela Universidade Paulista (UNIP) de São Paulo, Especialista em Terapia Familiar e Mestra em Teologia pela Escola Superior de Teologia (EST), no Rio Grande do Sul. Entre outros, é autora do livro Cuidando de quem Cuida: um olhar de Cuidados aos que ministram a Palavra de Deus publicado pela Editora Sinodal, co-autora do livro “De Bençãos e Traições, a história das famílias de Abraão, Isaque e Jacó”, publicado pelas editoras Ultimato/ Esperança e “Pra não perder a alma – o cuidado aos cuidadores”, publicado também pela Sinodal.

Participaram do seminário os/as seguintes ministros/as: Pa. Lorraine de Araújo – Espigão D’Oeste/RO; P. Jean de Borba – Ariquemes/RO; P. Renan Schlemper – Cacoal/RO; P. Ricardo Brosowski – Vilhena/RO; Mis. Ricardo Neumann – Juruena/MT; P. Jorge Klein – Alta Floresta do Oeste/RO; Pa. Roseli Romi Buchmayer – São Miguel do Guaporé/RO; P. Sinodal Ervin Barg – Cacoal/RO; P. Marcos Antônio Rodrigues – Manaus/AM; Pa. Patrícia Hoffmann – Espigão D’Oeste/RO; P. Jadecir Rodrigues Coelho – Porto Velho/RO; Diac. Siglinda Braun Schliwe – Boa Vista/RR; Diác. Linton Carlos Frühauf – Espigão D’Oeste/RO; P. Anelise Knüppe - Rolim de Moura/RO e P. Marcos Bechert – Porto Alegre/RS. Destaque-se que a Pa. Patríca, o P. Jadecir e a Diac. Siglinda foram enviados ao final do ano de 2017 e foram instalados durante o mês de março em suas funções nas comunidades locais.

O P. Sin. Ervin Barg acolheu e saudou participantes com uma meditação com base nos textos das Senhas Diárias. Enalteceu o chamado vocacional e a disposição de ministros/as serviram ao Senhor o que permite sermos IECLB na região amazônica. Também se prepararam para as demais meditações matutinas e vespertinas: P. Jadecir, Pa. Anelise, Pa. Patrícia, Pa. Roseli, Diac. Siglinda, Miss. Ricardo e P. Jorge.

O seminário tem como objetivo reunir ministras e ministros com ordenação da IECLB que trabalham no Sínodo da Amazônia para encontro, diálogo e convivência, oportunizando a estes e estas um espaço para partilha de angústias, sofrimentos, dúvidas existenciais, desafios pessoais e ministeriais. Cada participante está tendo a oportunidade de “olhar” para o seu tempo, suas prioridades, seus compromissos em nível pessoal e ministerial, propiciando um tempo especial e diferente para a meditação, a oração. Permite que ministro/a saísse do de campo de trabalho por um momento com a intenção de despertar descobertas e avaliações propositivas. Sabemos que isso não é possível durante as atividades do dia-a-dia, por causa de pressões e da dificuldade de fazer leituras mais objetivas da realidade, dos conflitos e desafios. O Seminário permite também o encontro para a convivência, possibilitando assim a criação de novos vínculos, diálogos fraternos, despidos de defesas e medos, tão próprios quando se conversa com quem está próximo. Oferece um tempo para voltar-se para si mesmo com espontaneidade, para reencontrar-se com os seus limites, dons, potenciais, alegrias e estima, aprendendo a permitir mediação e facilitações formais e informais, técnicas ou da ordem emocional. Com isto cria espaço para a dimensão da interação social e oportuniza a percepção de cuidado e solidariedade concreta da sua Igreja.

Houve espaço para diálogo com o P. Marcos Bechert, Secretário do Ministério com Ordenação, acerca de questões que envolvem a Seguridade Ministerial, previdência social, formação teológica acadêmica e contínua. O diálogo também tematizou a missão da Igreja e de como motivar comunidades, ministros/as, direção da Igreja a sermos Igreja mais inclusiva, acolhedora e missionária. Há expectativas de que o Fórum de Missão, realizado em 2017, motivo cada vez mais para que o tema da Missão da Igreja seja discutido em todos os níveis, desde a formação teológica, passando pelas instâncias diretivas em todos os níveis, inclusive o Concílio, com o objetivo de que todos precisamos estar a serviço da construção de uma igreja que vise o crescimento, espiritual mas também numérico.

Secretaria do Ministério com Ordenação
 

COMUNICAÇÃO
+
É totalmente insuportável que em uma Igreja cristã um queira ser superior aos outros.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br