Diversidade étnica


ID: 2907

Doação diaconal realizada no acampamento de jovens é revertida para família de indígena assassinado no Vale do Itajaí

25/02/2018

IMG_20180225_130209257
IMG-20180225-WA0058
IMG-20180225-WA0060
IMG_20180225_123040278
1 | 1
Ampliar

Doação diaconal realizada no acampamento de jovens é revertida para família de indígena assassinado no Vale do Itajaí

Pessoas jovens foram motivadas a realizar doações na 38ª edição do Acampamento Intersinodal da Juventude Evangélica dos sínodos Vale do Itajaí e Norte Catarinense, no período do Carnaval, entre os dias 10 e 13 de fevereiro, no Centro de Eventos Rodeio 12. As doações, feitas pelos 600 participantes do encontro, foram entregues à família do professor Marcondes Namblá, indígena que pertencia ao povo Laklãño-Xokleng, de José Boiteux/SC, região do Alto Vale do Itajaí. Ele foi brutalmente espancado e assassinado na madrugada do dia 1º de janeiro, em Penha/SC.

O grupo, já com as doações em mãos, dirigiu-se ao município sede da aldeia no dia 25/02, quando pode vivenciar a história e a cultura dos povos indígenas, além de conhecer a organização da aldeia, a beleza da natureza local e pessoas que fazem parte do grupo indígena da região. “Foi um daqueles dias em que guardaremos para sempre na memória. Pudemos vivenciar o quanto somos pequenos e que crescemos com muitos preconceitos sobre o que não conhecemos”, relatou Tatiane Gaulke.

Tatiana ainda enfatizou que foi uma experiência cultural tão rica quando olhamos de longe, mas tão abandona à pobreza quando olhamos de perto. Isto nos faz reagir e batalhar para que as pessoas amem o próximo como a si mesmos. A realidade dura que bate na porta dos enlutados do professor que estava indo atrás de melhores condições para seu povo nos fez enxergar o grau de intolerância em nosso mundo e o quanto ainda temos que semear o amor e a palavra de Deus.

A comitiva foi recebida pela família de Jessica Pipra e por meio dela que puderam conhecer a família enlutada e participar desta imersão cultural, social e ambiental. “Nesse passeio também contemplamos algumas pequenas maravilhas criadas por Deus e construções adaptando a natureza a segurança do homem, porém não de todos, já que muitos dos índios são atingidos pelas cheias do rio Itajaí-Açú, quando barragens são acionadas para proteger o Vale do Itajaí, mas que como consequência inundam as terras indígenas. Fomos carinhosamente recebidos e guiados por nossos irmãos que nos proporcionaram momentos únicos de comunhão”, descreveu Ednei Jensen.


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Fale em favor daqueles que não podem se defender. Proteja os direitos de todos os desamparados.
Provérbios 31.8
REDE DE RECURSOS
+
Que ninguém procure somente os seus próprios interesses, mas também os dos outros.
Filipenses 2.4
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br