Missão - acompanhamento e consolação


ID: 2876

"Estive doente e me deram Deus"

22/03/2017

CM CAMPINAS 1
CM CAMPINAS 2
CM CAMPINAS 3
1 | 1
Ampliar


“Quem acompanha uma pessoa que sofre, é um ser que sofre também”, essa afirmação paradigmática foi uma das falas preciosas da Pa. Emérita Maria Luiza Rückert que conduziu os ministros e as ministras do Sínodo Sudeste no tema “Capelania Hospitalar e Ética do Cuidado”, na manhã deste dia 22 de março. A palestra faz parte da Conferência de Ministros/as que está acontecendo no Lar Luterano Belém, em Campinas/SP.

Segundo a Pa. Maria Luiza, a proposta da Capelania Hospitalar é “fortalecer o paciente a partir dele mesmo”, ou seja, “se o sofrimento é inevitável, podemos evitar que as pessoas sofram sozinhas”. Outra função da Capelania é promover a humanização dos hospitais: que sejam verdadeiramente um espaço de hospitalidade, como propôs o Bispo Basílio de Cesaréia da Capadócia em 360 d.C. A tecnologia e sua relevância também foi questionada: Até que ponto parafernálias eletrônicas têm substituído a empatia entre médico-paciente: “A tecnologia não deve suplantar os valores humanos”.

No que se refere ao sofrimento, Jesus não o retira, mas o coloca sobre nova ótica. Jesus foi um gerador de saúde. Nesse sentido, a Capelania Hospitalar é um instrumento a serviço da Graça recicladora de Deus. Pa. Maria Luiza trouxe para a discussão o conceito de “Medicina da pessoa” de Paul Tournier que combina conhecimento médico, compreensão e religião.

Os Ministros/as foram convidados a relatar experiências e vivências edificantes ao longo da vida no âmbito do cuidado: Como foi sentir-se cuidado por alguém? Como foi cuidar de alguém? Na partilha, muitas histórias e sentimentos vieram à tona, proporcionando uma reflexão sobre a práxis pastoral no cuidado das pessoas em diferentes situações. Muito significativa foi a metáfora do “companheiro de jugo”, o reconhecimento de que o cuidador/a não toma as cargas do enfermo/a, mas compartilha a “canga”, nas palavras de Paulo: “levai as cargas uns dos outros” (Gl 6.2).

Pa. Joice Aline Klein e P. Gerson Acker


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Que cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros!
1Pedro 4.10b
REDE DE RECURSOS
+
Todas as coisas foram criadas por Ele e tudo existe por meio dele e para Ele. Glória a Deus para sempre! Amém!
Romanos 11.36
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br