Ministério com Ordenação


ID: 2681

Grupo da IECLB participou da Pastoralkolleg Hannover/Alemanha

30/08/2017

Akademie Loccum
Visita à EKD em Hannover
Grupo em Hannover
Wartburg em Eisenach
Meditação na tenda da Weltaustellung em Wittenberg
Tenda em Wittenberg
Jardim de Lutero em Wittenberg
Árvore da IECLB no Jardim de Lutero em Wittenberg
Casa de Lutero
Visita a um centro diaconal de Berlim
Diálogo com representante da Igreja de Berlim e Brandenburg
Berlim
Hamburgo
Visita à Missão dos Marinheiros em Hamburgo
1 | 1
Ampliar


Entre os dias 14 e 31 de agosto uma delegação de 8 pastores, 8 pastoras, 1 missionária e 1 musicista participaram de uma viagem de estudos pela Alemanha, num programa denominado Pastoralkolleg, a convite da Evangelische Akademie Loccum da Igreja Evangélica Luterana de Hannover.

Em setembro de 2015 uma delegação de pastores e pastoras da Igreja alemã visitou a IECLB e formalizou o convite para um programa de intercâmbio para 2017, com possibilidade de participar da programação das comemorações dos 500 anos da Reforma na terra do Reformador Martim Lutero. O convite foi formalizado através do Superintende Michael Hagen no programa “Pastoralkolleg”, programa de formação contínua de pessoas ordenadas.

O programa estabeleceu os seguintes objetivos: fortalecer a parceria entre igrejas irmãs (a Evangelisch-lutherische Landeskirche Hannovers e a IECLB); a formação contínua do/a ministro/a; experimentar como pastores/as da Igreja irmã realizam sua tarefa, como pregam, como vivem, como é a sua convivência nas casas e nas comunidades; buscar diálogo sobre perguntas palpitantes nas igrejas (por exemplo: como ser Igreja na cidade); propiciar a ministros/as a possibilidade de fazer um intercâmbio para experienciar a vivência da fé em igrejas irmãs; ver como acontece a formação de líderes; conhecer realidades sociais e econômicas diferentes; trocar experiências em termos de organização da estrutura eclesial; dialogar sobre como cada qual busca responder ao chamado de Jesus em seu contexto; buscar contato com pastores/as de outras realidades para alargar nossa vista sobre o ministério.

O P. Carlos Ulrich (agora pastor em Vitória), que serviu à Igreja alemã durante 6 anos e dirigiu o grupo que visitou o Brasil em 2015, foi responsável pelo diálogo preparatório, em conjunto com a Secretaria do Ministério com Ordenação, uma vez que o intercâmbio consta como uma das atividades desenvolvidas no Programa de Acompanhamento a Ministros/as. Através da Secretaria os Sínodos puderam fazer as indicações das pessoas que compuseram a delegação, sendo que de cada participante foi exigida uma contrapartida financeira.

A delegação foi assim composta: Pa. Patrícia Bauer; P. Décio Weber, Pa. Iraci Wutke, Miss. Tatiane Fick Ertmann Stele, Pa. Sin.Tânia Cristina Weimer, Pa. Eli Elisia Deifeld, Pa. Vera Regina Waskow, P. Sin. Ricardo Cassen, Pa. Ruth Leonora Winckler Musskopf, Pa. Ester Delene Wilke, P. Ernani Röpke, P. Ildomar Reinke, P. Sin. Jair Luiz Holzschuh, Pa. Christiane Plautz, P. Sin. Gilciney Tetzner, P. Carlos Luiz Ulrich, P. Marcos Bechert e o músico Eduardo Beise Ulrich.

A programação oficial iniciou com um seminário na Evangelische Akademie Loccum, que sedia vários programas de formação da Igreja local, tais como a Pastoralkolleg Loccum, a Religionspädagogisches Institut Loccum e a formação das pessoas que estão no período prático, que acontece no Predigerseminar Loccum, bem próximo ao Convento Loccum e seu templo, que data do ano de 1163. Todo programa do intercâmbio foi coordenado pelo P. Superintendente Michael Hagen e pelo P. Christian Starsch, diretor do programa de formação.

O dia 17 de agosto foi dedicado para a visita à sede da EKD em Hannover, a união de 20 igrejas luteranas, reformadas e unidas da Alemanha, onde o grupo pode ouvir um pouco da sua história e os principais desafios.

Entre os dias 18 e 21 de agosto estava prevista a visita às comunidades, sendo que cada participante foi recebido por uma família pastoral. A experiência permitiu o acompanhamento ao programa comunitário, com a celebração de cultos, casamentos, batismos. Programas de encontros comunitários também tiveram espaço, onde muitos/as viajantes puderam apresentar algo de seu trabalho e da realidade brasileira. Algumas pessoas tiveram a oportunidade de pregar. Quem não falava alemão pode ser recebido por pastores/as que falam o português, visto que haviam estudado no Brasil ou aqui trabalharam por um período.

Para o dia 23 de agosto estava reservado, já há mais de 6 meses, uma visita guiada ao Castelo de Wartburg em Eisenach, onde Lutero ficou escondido por quase um ano, local onde traduziu o Novo Testamento para a língua alemã. Já entre os dias 23 e 25 de agosto o grupo tinha a responsabilidade de dirigir a programação da tenda da Federação Luterana Mundial (FLM) na Lutherstadt Wittenberg, centro da Reforma luterana no século XVI, junto com o Kreis de Wunstorf/Neustadt. A IECLB tinha também um espaço reservado na tenda da Evangelische Kirche in Deutschland (EKD), tendas que estava montada bem ao lado do Jardim de Lutero. Os Pastores Jandir Sossmeier, Valdir Weber, Alfredo Malikoski, a Pastora Adriane Dalferth Sossmeier e a Diácona Gerlinde Weber, que atuam na Baviera, tiveram a responsabilidade de serem os anfitriões de visitantes no espaço reservado para a IECLB na tenda da EKD entre os dias 23 e 30 de agosto. O grupo da Pastoralkolleg também assumiu responsabilidades naquela tenda, como a apresentação da IECLB, a direção de meditações, e algumas entrevistas. As pessoas que visitavam a ambas as tendas perguntavam sobre o desenvolvimento da igreja luterana em terras brasileiras. Muitas pessoas acharam interessante que a contextualização da fé foi simbolizada com as cores brasileiras na rosa de Lutero, presente no tema do ano da IECLB para 2017.

Na tenda da FLM a programação foi coordenada pelos participantes da Pastoralkolleg, tanto da Igreja de Hannover como da IECLB, constando de estudo bíblico, oficina de música, discussão sobre o trabalho de missão realizado no Brasil e os desafios nesta área na Alemanha, meditações e diálogos, desenvolvimento de temas específicos, entre outros. Também foi possível visitar outros espaços de exposição de Igrejas luteranas do mundo inteiro e os lugares históricos de Wittenberg, como a Igreja do Castelo, a Stadtkirche (onde Lutero pregava), a Universidade, a casa de Lutero e Catarina, a residência dos Cranach e exposições específicas, com destaque para o Panorama 360° Luther 1517 de Asisi. Foram dias muito intensos de partilha e aprendizado, especiais, marcantes, inesquecíveis.

O fim de semana, (dias 26 e 27 de agosto) foi dedicado para a visita a Berlim, capital da Alemanha, com direito a visita guiada à famosa catedral e participação no culto na Igreja Getsêmani, lugar importante de mobilização da oposição ao regime comunista no período que antecedeu à queda do muro em 1989. Não faltou a visita ao resto do murro, que ainda está de pé como memorial, e à igreja da reconciliação ali edificada. Importantíssimo também foi conhecer o trabalho diaconal missionário da Igreja na maior cidade alemã, que apresenta muitos problemas sociais e também muitos refugiados. O trabalho diaconal da Igreja alemã já tinha sido visto na visita às comunidades e certamente foi o que mais impacto positivo causou à delegação brasileira.

O dia 28 de agosto foi dedicado para conhecer a cidade alemã que sedia um dos maiores portos do mundo, Hamburgo. Como cidade portuária, várias igrejas do mundo realizam ali um trabalho missionário com foco nos marinheiros. Assim como nas outras grandes cidades alemães, esta também apresenta um desafio missionário, uma vez que a maior parte da população já não se declara como pessoa cristã.

De volta a Hannover, foi hora de celebrar culto com a pregação do bispo-presidente da Igreja Evangélica Luterana de Hannover, Ralf Meister, seguido de um diálogo. O Bispo Meister disse que em maio de 2018 estará no Brasil, pois a Igreja de Hannover recepcionará às Igrejas parceiras de todo o mundo em Porto Alegre. Antes do programa encerrar e o grupo iniciar sua viagem de regresso ao Brasil, a agenda previu uma avaliação conjunta entre hóspedes e hospedeiros, que apontou para a excelência do programa e para a importância da continuidade do diálogo entre as duas igrejas. Para isto vários possibilidades foram apontadas, sendo que sua execução deverá ser submetida ao debate das pessoas que tem a responsabilidade de sua direção.
Secretaria do Ministério com Ordenação
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Portanto, estejam preparados. Usem a verdade como cinturão. Vistam-se com a couraça da justiça e calcem, como sapatos, a prontidão para anunciar a Boa Notícia de paz.
Filipenses 6.14-15
REDE DE RECURSOS
+
Deus diz: trabalha, deixa de preocupar-te, eu te vou dar tudo. Depois de Ele o ter dado, aí, sim, deves empenhar o teu cuidado, distribuindo de forma justa o que recebeste, assim que não o guardes para ti, mas que dele possam usufruir a tua família e outros mais.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br