Gaspar/SC institui Dia da Reforma Luterana

01/09/2017

Prefeitura Municipal de Gaspar - Superintendência de Comunicação
Prefeitura Municipal de Gaspar - Superintendência de Comunicação
Prefeitura Municipal de Gaspar - Superintendência de Comunicação
1 | 1
Ampliar

Luteranos e luteranas de Gaspar/SC, no Sínodo Vale do Itajaí, comemoraram a criação da lei que instituiu o “Dia da Reforma Luterana”, todos os anos em 31 de outubro, no município. O projeto de lei iniciou a tramitação em abril, por iniciativa da Paróquia Evangélica de Confissão Luterana em Gaspar e do vereador Rui Carlos Deschamps. O projeto foi apreciado na Câmara de Vereadores e aprovado por unanimidade, no dia 22 de agosto.

O prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall, sancionou a lei com a presença do vice-pastor sinodal, Sigfrid Baade e de representantes da união paroquial de Blumenau e da Paróquia de Gaspar, além de pessoas ligadas ao poder público. O ato aconteceu no Gabinete do Prefeito, no dia 1 de setembro.

“Este é um momento para celebrarmos a história e a tradição da comunidade luterana em nossa cidade. Fiquei feliz em poder receber lideranças luteranas da região, marcando e deixando este dia na história da cidade”, enalteceu Wan-Dall.

Para o vice-pastor sinodal, Sigfrid Baade, é preciso relembrar a caminhada de 500 anos da Reforma Luterana, quando iniciou um processo de mudanças não só na Igreja, mas também em toda a sociedade. “Queremos enaltecer os valores éticos, morais e religiosos deixados pelo reformador e pensar em nossa caminhada como Igreja pelos próximos 500 anos”.

“Temos em Gaspar duas igrejas luteranas, no Centro e no Bairro Gaspar Alto, e esta é uma oportunidade para comemorar os 500 anos da Reforma, que acontece em 31 de outubro”, concluiu Deschamps.

A presidente da Paróquia de Gaspar, Jacqueline Susan Sofia Schneider aproveitou para agradecer o feito e relembrou que a comunidade luterana está em festa neste ano e a sanção da lei inclui a cidade de Gaspar no calendário mundial dos 500 anos.

“A Reforma Luterana não foi somente uma mudança na Igreja da época, mas um marco social na Idade Média e que reflete até os dias atuais”, destacou o presidente da Comunidade Evangélica de Blumenau – União Paroquial Luterana, Roberto Boebel.
 

COMUNICAÇÃO
+
Se a Palavra desaparecer, o mundo fica escuro. Aí ninguém mais sabe onde se abrigar.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br