Música na IECLB


A IECLB perde um jovem talento musical

O musicista MATHEUS RICARDO PACHER perdeu a dura luta contra um câncer, na noite antes de completar 23 anos de idade.

30/11/2018

A IECLB PERDE UM JOVEM TALENTO MUSICAL

O musicista MATHEUS RICARDO PACHER perdeu a dura luta contra um câncer, na noite antes de completar 23 anos de idade.

Timbó/SC - Matheus Ricardo Pacher perdeu a dura luta que travava contra um câncer na noite de 30 de novembro, véspera do seu aniversário de 23 anos, no Hospital Santo Antônio, em Blumenau. Partiu muito, muito jovem. Mas, em sua curta vida, deu um raro testemunho. Por onde passava, encantava as pessoas pela explosão de talentos que era.

“Ele foi precoce na música na igreja”, testemunha Cleonir Geandro Zimmermann, do Conselho de Música da IECLB, em sua página nas redes sociais. “Cedo compreendeu o significado do ministério da música, levou isso a sério e viveu a entrega que o serviço a Deus exige. Organizou o primeiro Conselho Paroquial de Música, quando esteve à frente do ministério da música em Timbó/SC”, emenda Zimmermann.

Seu talento musical precoce iniciou entre os jovens timboenses e logo chegava a toda a comunidade em suas performances no órgão cinquentenário da Igreja da Ressurreição. Integrou a liderança jovem do Sínodo Vale do Itajaí, onde sua participação foi fundamental em 2016, quando Timbó e o Sínodo hospedaram o Congresso Nacional da Juventude.

Também foi Matheus quem cuidou dos detalhes da Rosa de Lutero viva, que os 1.500 jovens do Congrenaje de Timbó tornaram famosa no Brasil e no mundo. Matheus traçou o esboço da Rosa no piso da praça central de Timbó, permitindo que todos aqueles jovens se perfilassem na imagem que viralizou nas redes sociais e virou uma das imagens fortes da Assembleia da Federação Luterana Mundial na África.

“Foi o primeiro, talvez, o único que teve coragem de defender a importância da veste litúrgica para musicistas, e não ficou na teoria. Surpreendeu a nós todos deixando que uma costureira lhe confeccionasse uma e a usou”, testemunha Cleonir Zimmermann.

Criou um coro litúrgico, foi um dos mais jovens integrantes do Conselho Nacional de Música da IECLB e deu um testemunho vigoroso e consistente da importância da música, enriquecendo de modo único a história dos musicistas na IECLB. “Sua dedicação e seu amor à música sacra e à Igreja permanecerão em nossa memória para sempre”, completa Zimmermann.

Mas não apenas a IECLB usufruiu do seu amor pela música. Ele era figura carimbada dos cafés musicais do Museu da Música de Timbó e requisitado pianista e cravista em concertos de música clássica, tendo se apresentado no Teatro Carlos Gomes de Blumenau e no Palácio Cruz e Sousa na Capital catarinense. Além de músico, Matheus era um apaixonado pelas artes, como se vê na selfie ao lado, registrada durante uma visita ao MASP, em São Paulo.

Após emocionada cerimônia de despedida na Igreja da Ressurreição de Timbó, repleta da música que fazia a vida dele, Matheus foi sepultado no sábado, 1o de dezembro, dia em que seria seu aniversário de 23 anos. Matheus deixa enlutados os pais, Evelino e Miryam, as irmãs Adriana, Carla e Kelli, o cunhado, diácono Cleomar, a afilhada Sophia Victórya, o companheiro André, os e as musicistas da IECLB e todos os amantes da música dentro e fora da igreja.

P. Clovis Horst Lindner / Blumenau


 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Bom é o Senhor para os que esperam por ele, para a alma que o busca.
Lamentações 3.25
REDE DE RECURSOS
+
Deve-se orar de forma breve, mas seguidamente e com convicção.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br