Música na IECLB


36º Encontro Capixaba de Trombonistas

29/08/2018

DSC_0001
DSC_0005
DSC_0010
DSC_0015
DSC_0016
DSC_0017
DSC_0019
DSC_0020
DSC_0022
DSC_0023
DSC_0027
DSC_0041
DSC_0042
DSC_0050
DSC_0051
DSC_0068
DSC_0071
DSC_0085
DSC_0089
DSC_0098
DSC_0149
DSC_0153
DSC_0163
DSC_0178
DSC_0182
DSC_0190
DSC_0206
DSC_0213
DSC_0244
DSC_0252
DSC_0282
DSC_0272
DSC_0280
DSC_0282
DSC_0286
DSC_0293
DSC_0298
DSC_0306
DSC_0307
DSC_0317
DSC_0320
DSC_0327
DSC_0341
DSC_0345
DSC_0363
DSC_0367
DSC_0369
DSC_0382
1 | 1
Ampliar

Emoção e gratidão são palavras que resumem o que aconteceu durante o encontro anual dos trombonistas em solo capixaba. O evento aconteceu nos dias 23 à 26 de agosto. Estava previsto para acontecer na Comunidade de Vila Pavão, onde estava tudo organizado, mas devido ao foco de malária na região, e diante de impedimento pelo poder público para a realização de eventos com aglomeração de pessoas naqueles dias para evitar a propagação da doença, a diretoria da Obra Acordai Capixaba, informada sobre esta decisão, teve 15 dias para repensar a realização do encontro. Foi decidido não cancelar, e a Paróquia e Comunidade de Califórnia aceitaram receber os trombonistas. Começou então toda a campanha para ajuda em doações de alimentos, de mão de obra na cozinha, organização do espaço de atividades e dormitórios, além organização de material. O caderno de partituras saiu com o nome de Vila Pavão e foto da famosa “Igrejona” na capa, mas os outros materiais, como camisas, canecas e crachás ainda puderam ser feitos com o nome da Paróquia de Califórnia. Com muita disposição e coragem, as lideranças da Comunidade e Paróquia de Califórnia não mediram esforços para acolher bem todos os participantes. O local foi muito bem estruturado, muitas famílias receberam participantes em suas casas, os alojamentos foram suficientes e muitas barracas se espalharam pelo pátio da Comunidade. Muitas pessoas ajudaram no trabalho da cozinha e recebemos muitas doações, o que emocionou toda a Diretoria da Obra Acordai. Foram tantas doações que até repassamos parte delas para o Hospital de Domingos Martins. Agradecemos imensamente a toda a Paróquia de Califórnia.

O encontro começou na quinta feira, 23/08, com chegada dos grupos e recepção. À tarde, P. Edivaldo Binow realizou a celebração de abertura do encontro, acolhendo a todas as pessoas participantes. E logo iniciaram os ensaios. O trabalho durante o encontro foi baseado no caderno de partituras preparado por Izidoro Boldt e Micaela Berger, que a partir da Coordenação Musical da Obra Acordai, escolheram obras de Johann Sebastian Bach, importante compositor luterano, como forma de homenagear todo o trabalho de Micaela Berger, que é fã das obras de Bach. Foram inscritos 397 trombonistas para o encontro. Destes, 90 se inscreveram como iniciantes, um número expressivo que superou as expectativas. Além dos regentes locais, Orlando Lemke e Valdeci Wolfgran, tivemos a companhia especial dos professores Jorge Luiz de Melo, mais conhecido como Jorjão, especializado em trombone, e Antônio Marcos Souza Cardoso, o Tonico, especializado em trompete. Este ano não houve o ensaio por vozes separado, mas todos juntos, o que rendeu bons resultados nas obras apresentadas. O trabalho especial com os iniciantes ficou a cargo de Orlando Lemke, revezando com os professores Jorjão e Tonico, que trouxeram importantes conselhos para os novatos: postura, leitura de dinâmicas nas partituras, o uso do bocal e forma de segurar o instrumento, a dinâmica de como soprar e produzir o som, exercícios de respiração, além da história dos instrumentos de metais.

Os veteranos, ao estudar as obras de Bach, puderam ouvir sobre sua história pessoa e influência na história da música. Com os professores Jorjão e Tonico, buscaram apresentar as peças de Bach com fidelidade ao seu estilo musical. Foram estudadas as seguintes obras: Lobe den Herren, den mächtingen König (Alma bendize o Senhor); Motette III: Jesu, meine Freude (Jesus, minha alegria); Nun danket alle Gott (Dai graças ao Senhor); Jesus bleibet meine Freude (Jesus permanece minha alegria) e Sicut locutus est (Assim como foi dito). Todas estas foram apresentadas no culto de encerramento.

No sábado à tarde foi realizada a Assembleia geral Ordinária da Associação obra Acordai Capixaba, com prestação de contas 2017, onde P. Edivaldo agradeceu imensamente as ofertas das Comunidades e o apoio do Sínodo Espírito Santo à Belém para o trabalho com os coros de metais. Também aconteceu a eleição de nova diretoria, que ficou assim composta: Presidente: Simone Vesper Binow; Vice Presidente: Armindo Klitzke; Tesoureira: Daniela Bueke Knack; Vice Tesoureiro: Edivaldo Binow; Secretário: Welton Kruger; Vice Secretário: Michel Miertschink, Conselho Fiscal Titulares: Waldeci Wolfgran, Orlando Lemke e Genielson Janke, Conselho Fiscal Suplentes: Izidorio Marcelino Becker, Scheila Kempin e Sigmar Miertschink; Representantes das Uniões Paroquiais: União Paroquial Guandu: Vanderlei Gumz; União Paroquial Jucu: Solemar Schwanz; União Paroquial Santa Maria: Valdenir Falk Tesch; União Paroquial Norte: Edna Ramlow Beling. União Paroquial Mata Fria: Anildo Garbrecht; União Paroquial Grande Vitória: Adriana Lahass Fribe. Para a Coordenação Musical foram eleitos: Diego Flegler, Rafael Pagung, e Edineu Neimog.

No domingo, 26/08, foi realizado o culto de encerramento do encontro, com a comunidade local e muitos visitantes. Estiveram presentes: P. Sidney Retz, da Paróquia de São Sebastião, Santa Maria de Jetibá, P. Rubens Stuhr, da Paróquia de Santa Maria de Jetibá, P. Eloir Ponath, da Paróquia de Domingos Martins, P. Edivaldo Binow, da Paróquia de Califórnia, e P. Em. Anivaldo Kuhn. P. Scharles Beilke, da Paróquia de Rio Ponte não esteve presente no culto, mas esteve presente durante o evento trazendo a meditação da manhã na sexta-feira. P. Em. Anivaldo representou o P. Sin. Joaninho Borchardt, que por motivos pessoais não pode estar presente. A ele coube a pregação, lembrando o sopro da vida que Adão recebe e o sopro que Jesus dá aos discípulos para continuar sua missão. Assim, Anivaldo resgatou a constante mensagem do falecido P. Norberto Berger, que não basta apenas tocar bem, mas ser mensagem viva do Evangelho através do uso dos instrumentos de sopro. Alertou ainda que nossos grupos e a cultura que representamos pode ser usado para fins “eleitoreiros” e precisamos tomar cuidado com a iniquidade por trás daquilo que nos é oferecido. O caminho precisa sempre ser avaliado e na tarefa da missão da Obra Acordai, podemos nos alegrar em “soprar” o Espírito por Deus, pois ele nos amou, ou “soprou” primeiro. P. Em. Anivaldo também realizou a instalação da diretoria eleita em Assembleia desejando a bênção de Deus para o trabalho. Emocionante ainda foi a apresentação dos iniciantes, encantando a todos os presentes, e num gesto de acolhida destes iniciantes na família dos trombonistas, foram acolhidos com palmas e forte sopro em todos os instrumentos.

Durante os avisos, P. Edivaldo e esposa Simone Vesper Binow, agora presidente da Obra Acordai Capixaba, agradeceram toda a ajuda para a realização do encontro, foram muitas mãos e dons colocados em ação, o que proporcionou um encontro marcante, presente na alegria dos participantes ao fazer a foto oficial do encontro no morro da igreja, tocando alegremente, agradecendo a Deus por este dia abençoado de convivência. Encerramos o encontro com almoço, do qual participaram pouco mais de mil pessoas. Soli Deo Gloria (SDG), escrevia Bach em suas obras. Glória a Deus também nós expressamos por este encontro abençoado.
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O que o Senhor planeja dura para sempre. As suas decisões permanecem eternamente.
Salmo 33.11
REDE DE RECURSOS
+
Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria nem o forte na sua força nem o rico nas suas riquezas, mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que Eu sou o Senhor e faço misericórdia.
Jeremias 9.23-24
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br