Zacarias 9.9-12 - 5º domingo após Pentecostes - 09/07/2017

Caderno de Cultos 2017

09/07/2017

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom Dia! Boa noite! Bem-vindos e bem-vindas! Estamos no quinto domingo após Pentecostes. Deus vem ao nosso encontro e nos serve com a sua palavra. Somos acolhidos e acolhidas nesse dia com as palavras bíblicas de Lucas 8.15 “A semente que caiu na boa terra são os que, tendo ouvido de bom e reto coração, retêm a palavra; estes frutificam com perseverança.” Essa também é a nossa vontade neste encontro.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
123 – HPD 1 – O nosso encontro vai ser abençoado

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Estamos aqui reunidos e reunidas não em nosso nome, mas em nome e na presença do Trino Deus, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
338 – HPD 2 – Onde dois ou três

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1 João 1:9)

Confessemos nossos pecados inicialmente cantando:

150 – HPD – Se sofrimento de causei Senhor!

Gracioso Deus! Confessamos que temos pecado em pensamentos, palavras, atitudes. Não temos te amado de todo nosso coração e falhamos em relação ao nosso próximo. Confessamos que temos dificuldade de amar, de perdoar, de acolher e de vivermos em paz. Ensina-nos ó Deus a nos desarmarmos de sentimentos ruins e a construirmos novas relações a partir da Boa Nova do Evangelho. Estamos arrependidos e arrependidas e pedimos: tenha compaixão de nós e perdoa os nossos pecados. Oramos em nome de Cristo Jesus, o nosso salvador. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO
“Pois pela morte de Cristo na cruz, nós somos libertados, isto é, os nossos pecados são perdoados. Como é maravilhosa a graça de Deus, que ele nos deu com tanta fartura.” (Efésios 1. 7-8)
Nessa certeza eu vos anuncio a remissão dos pecados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

KYRIE
Reconciliados e reconciliadas com Cristo, somos chamados e chamadas a clamar pelas dores do mundo. Atualmente vivemos num mundo com muitos conflitos e guerras. Seja na guerra entre o Estado Islâmico e a Síria ou seja na guerra diária contra as drogas e contra todas as formas de violência. Perto ou longe há muito sofrimento e a paz é urgente. Por isso clamamos a Deus que olhe para o teu povo e toda a Criação e tenha piedade. Cantamos: Pelas dores desse mundo...

GLÓRIA IN EXCELSIS
Ao Deus que perdoa os nossos pecados e ouve o clamor de seu povo, nós rendemos glória a Deus cantando:
345 – HPD – Glória

ORAÇÃO DO DIA
Deus de amor e cuidado! Rendemos graças e nos alegramos por estarmos hoje reunidos e reunidas em tua casa. Graças por que sempre de novo tu te revelas a nós e se faz presente através de Teu Santo Espírito. Em humildade pedimos que venhas abrir nossos corações e mentes para ouvir e meditar em tua santa palavra. Que ela transforme a nossa vida e nos faça sempre caminhar sob tua luz. Oramos em nome de Jesus Cristo, que contigo e com o Espírito Santo, vive e reina, eternamente. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Zacarias 9. 9-12

2ª Leitura Bíblica: Romanos 7. 15-25a

3ª Leitura Bíblica: Mateus 11. 16-19, 25-30

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
379 – HPD – Estou pronto Senhor

PREGAÇÃO: Zacarias 9. 9-12

Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam conosco, agora e para sempre. Amém!
Pregar sobre um texto do Antigo Testamento é ao mesmo tempo desafiador e prazeroso, pois nos exige um maior estudo do contexto em que foi escrito, mas nos traz novidades e descobertas sobre como Deus se relaciona com seu povo.
Certamente quando ouvimos o texto, logo estranhamos. Pode até surgir a pergunta: Será que quem está pregando não se enganou? Afinal, não é domingo de Ramos.
Pois garanto que não há engano, esta é a proposta deste domingo.
O texto inicia com um anúncio enviado por um mensageiro. Logo percebemos que se trata de algo importante e que necessita ser anunciado. “Alegre-se muito, povo de Sião, Moradores de Jerusalém, cantem de alegria, pois o seu Rei está chegando. Ele vem triunfante e vitorioso; mas é humilde e está montado num jumento, num jumentinho, filho de jumenta. Ele acabará com os carros de guerra de Israel e com a cavalaria de Jerusalém. Ele fará com que as nações vivam em paz; e seu reino irá de um mar a outro e desde o rio Eufrates até os fins da terra.” (Sugiro que alguém entre pela porta do templo como um mensageiro, declamando com entusiasmos os versículos 9 e 10, pode se usar um megafone ou então alguém tocar uma trombeta para anunciar que um mensageiro estará vindo.)
O que o “mensageiro” nos trouxe foi um convite, na época para todos os habitantes da cidade de Sião/Jerusalém e hoje também para nós. Pede para que expressemos e manifestemos com muita alegria nosso louvor e gratidão por tudo que será anunciado e revelado por aquele que estava por vir.
Para nós que conhecemos a história da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, fica claro que o anuncio estava falando de Jesus Cristo, um Rei diferente, que anuncia e traz a paz, um Rei com um reinado sem limites geográficos. Um Rei ao mesmo tempo vitorioso e humilde. Palavras que muitas vezes parecem antônimas.
Porém o texto não termina por aí e segue com um anúncio futuro também para nós Moradores de (falar o nome da sua cidade) e de todos os lugares. Pois fala do fins dos tempos e nos anuncia a salvação.
Ao se referir ao fim dos tempos, a palavra nos lembra que Deus fez uma aliança conosco que foi selada com sangue, ou seja, uma aliança profunda e que relembramos todas as vezes que nos reunimos em culto e ainda mais quando celebramos a Ceia do Senhor e ouvimos novamente: “Isto é o meu sangue, que é derramado em favor de vós para o perdão dos pecados” (Mt 26.28).
O povo do tempo de Zacarias estava passando por “maus bocados”. O contexto social se caracterizava por domínio estrangeiro tanto na política como na economia e cultura, gerando inúmeros conflitos culturais, dentre eles a falta de identidade religiosa e o distanciamento da Palavra de Deus. Algo que não parece tão distante de nossa realidade hoje.
Também nós vivemos em tempos de insegurança! Temos insegurança física, e podemos sofrer perdas a qualquer momento por uma bala perdida, assaltos à mão armada, enchentes, desastres, catástrofes, por explosões ou acidentes. Temos insegurança material, e podemos perder tudo o que juntamos com esforço, dedicação e trabalho honesto, e o governo pode também deixar o povo sem condições de manusear até o próprio dinheiro. Temos insegurança na saúde pública e insegurança psicológica. Temos insegurança quanto a nossa velhice e aposentadoria.
Diante de inseguranças sempre procuramos fortalezas que possam nos deixar mais tranquilos.
O Texto pede para que os prisioneiros voltem para sua fortaleza. A Bíblia menciona muitas vezes quem é nossa fortaleza: Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Salmo 46:1. O ser humano tem a tendência de procurar fortaleza e refúgio nele mesmo, em seus amigos, nas suas próprias filosofias ou em suas capacidades pessoais. Você já viu que isso só torna o homem prisioneiro da decepção ou, o que também é perigoso, do orgulho? Deus pede para nós voltarmos à Deus, que é a nossa fortaleza.
Além do pedido vem a promessa, voltando para fortaleza, junto daqueles que ainda tem esperança, receberemos duas vezes mais bênçãos do que castigos.
Estas representações do futuro sãos Palavras de exortação de ânimo e esperança para os momentos de crise e sofrimento para que permaneçamos sempre firmes, pois temos certeza de onde está nossa fortaleza e refúgio, certeza de que depois da crise virá a salvação.
O anuncio trazido pelo nosso mensageiro no início da pregação, nos lembra que Deus em um determinado momento, interveio na história, ele mesmo se tornou carne humana, o nosso Rei, que veio para trazer paz e salvação. Aquele Rei Humilde que tanto nos ensinou sobre como nos relacionarmos com Deus e o próximo.
Que possamos nós permanecermos firmes naquele que é nossa fortaleza, na certeza que muitas bênçãos estão reservadas para nós. Amém.

HINO
97 – HPD – Deus é castelo forte

CONFISSÃO DE FÉ
Em resposta a pregação da palavra de Deus, confessemos a nossa fé com as palavras do credo apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
249 – HPD – Graças, Senhor eu rendo muitas graças

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Deus de amor! Nosso coração se alegra por ouvir novamente a tua palavra. Nosso coração se alegra porque através das ofertas destinadas para ................................. podemos contribuir para tua missão e para a promoção do teu reino aqui na Terra. Graças pelos aniversariantes e por cada motivo de gratidão expressado neste culto.
Intercedemos por nossa Igreja, por teus ministros e ministras e por tuas lideranças. Permita que tenham um ouvido aberto e atento para a tua palavra. Dessa forma, poderão proclamar a tua palavra e realizar a tua vontade junto as pessoas que necessitam dela.
Intercedemos pelas autoridades de nossa nação. Dá que possam ouvir a tua voz e possam governar e legislar com justiça e ética, sem interesses pessoais e visando o bem comum.
Intercedemos por todas as pessoas que sofrem por doença e pelas famílias enlutadas. Lembramos de cada pedido de oração feito nesse dia........................................................................................................ e entregamos tudo em tuas mãos quando oramos conforme teu Filho Jesus Cristo nos ensinou:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde. Que ele faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti. Que o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Assim te abençoe o Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

ENVIO
Vamos na paz do Senhor e sirvamos a ele com alegria.

CANTO FINAL
463 – HPD – Caminhamos pela luz de Deus
 


Autor(a): Pa. Bruna Schneider Belard
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 5º Domingo após Pentecostes
Testamento: Antigo / Livro: Zacarias / Capitulo: 9 / Versículo Inicial: 9 / Versículo Final: 12
Título da publicação: Caderno de Cultos / Ano: 2017
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 42808
REDE DE RECURSOS
+
Assim diz o Senhor: Buscai-me e vivei.
Amós 5.4
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br