Tudo se fez novo!

27/02/2018

“E assim, se alguém está em Cristo, é uma nova criatura, as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas. ” (2 Coríntios 5.17)

Em algum momento de sua vida você já desejou ter a oportunidade de voltar no tempo? Ter a oportunidade de fazer algo diferente? Ter seguido outro caminho? Desejou não ter dito algo que magoou outra pessoa? Como seres humanos muitas vezes nos deparamos com esta situação. Há momentos em que nos arrependemos de coisas que fizemos, mas infelizmente não podemos voltar no tempo e mudar o que já passou.

Diante desta realidade, a Palavra de Deus nos concede esperança. “Se alguém está em Cristo, é uma nova criatura, as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas” (2 Coríntios. 5.17). Não podemos voltar no tempo e apagar o que aconteceu, mas em Cristo temos a possibilidade de, a partir de agora, escrever uma nova história. O encontro com Cristo impacta a vida das pessoas e gera transformação. Assim como ocorreu com Zaqueu. O encontro com Jesus impactou sua vida de tal modo, que ele decidiu dar metade dos seus bens aos pobres e assumiu o compromisso de devolver quatro vezes mais do que aquilo que havia roubado (Lucas 19.1-10). O encontro com Cristo transformou também a vida do apóstolo Paulo. Ele que antes perseguia os cristãos, após conhecer a Cristo, dedica sua vida para anunciar a boa notícia que o Evangelho nos traz.

Do mesmo modo Deus quer transformar também a vida de cada um e cada uma de nós. A vida nova, que temos em Cristo, gera transformação: aquele que roubava não rouba mais, aquele que mentia não mente mais, aquele que adulterava não adultera mais. A nova vida que temos em Cristo nos motiva a não pensarmos somente em nossos próprios interesses, mas nos ensina a nos preocuparmos com o bem do nosso próximo. Somos motivados a buscar a reconciliação com o nosso próximo ao invés de carregarmos ódio, mágoa e inveja em nosso coração. A nova vida em Cristo nos motiva a olharmos para o sofrimento das pessoas ao nosso redor e nos ensina a lutarmos pela dignidade humana e por um mundo mais justo. A nova vida em Cristo nos convida a revermos as prioridades e o sentido da nossa vida.

A nova vida que Cristo nos concede, por sua vez, não tem impacto apenas na nossa forma como lidamos com as outras pessoas. Ela nos concede também uma nova oportunidade em nosso relacionamento com Deus. O nosso pecado nos afasta de Deus. E não há nada que possamos fazer, por nossas próprias forças, para nos reconciliarmos com Deus. Se o ser humano dependesse apenas de si mesmo para se reconciliar com Deus e obter a salvação, ele estaria completamente perdido. Nada que fazemos seria o suficiente para nos tornar dignos e justos diante de Deus. O ser humano, buscando sua salvação por forças próprias, é como uma pessoa querendo subir uma escada rolante que está descendo. Ele se esforça para subir, mas a escada sempre leva o ser humano de volta para baixo. Ele simplesmente não sai do lugar.

Por esta razão, Deus, em seu infinito amor, envia Jesus a este mundo para morrer na cruz; e através de sua morte possibilitar ao ser humano a reconciliação com Deus. As Sagradas Escrituras afirmam: “O próprio Cristo levou os nossos pecados no seu corpo sobre a cruz a fim de que morrêssemos para o pecado e vivêssemos uma vida correta. Por meio dos ferimentos dele vocês foram curados” (1 Pedro 2.24). Por meio da obra de Cristo temos acesso à reconciliação com Deus e uma nova vida.

Estamos vivendo a época da Quaresma. Quaresma é tempo de oração, de silêncio, de arrependimento. É tempo de refletirmos acerca do amor incondicional de Deus manifestado por intermédio de Cristo. Que possamos aproveitar este período para refletir acerca dos caminhos que temos andado, das decisões que temos tomado, do modo como temos nos relacionado com Deus e com o nosso próximo. Que busquemos a orientação da Palavra de Deus para que ela possa nos indicar onde temos falhado e nos conduza ao verdadeiro arrependimento. Que Cristo nos dê a força para mudarmos os caminhos errados que muitas vezes temos seguido.

Não conseguimos voltar no tempo e mudar o que já passou, mas podemos aproveitar a oportunidade que Deus nos concede de recomeçar. Em Cristo tudo se fez novo. Que possamos crer e viver a partir deste presente que ele nos dá.

Que Deus nos conceda um abençoado tempo de Quaresma!
 

Jonathan Klebber
Ministro Candidato

 


Autor(a): Jonathan Klebber
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 46080
REDE DE RECURSOS
+
O Senhor renova as minhas forças e me guia por caminhos certos, como Ele mesmo prometeu.
Salmo 23.3
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br