Será que Deus tira férias?

04/01/2018

Férias, arraigado costume na sociedade brasileira. Ainda que a reforma trabalhista mexeu e eliminou muita coisa, as férias permaneceram. Um direito adquirido que ficou para alegrar a vida daquela pessoa que conta os dias até o seu começo. Hoje em dia, até existe uma indústria que lucra das férias das pessoas. Nos destinos turísticos, a vida troca completamente com a chegada das pessoas que estão tirando férias. Sendo sincero, é quase impossível pensar nas engrenagens da sociedade brasileira sem férias. Isso é para nós seres humanos, mas será que Deus tira férias?

Logo no início da Bíblia com a primeira ordem da criação, vemos como Deus desenvolveu o seu trabalho durante seis dias e no sétimo descansou. Todo o seu trabalho estava feito e o mundo estava andando, por isso deu para tirar um cochilo e folgar um dia. Ali nós temos a nossa justificativa para não trabalhar sem parar. É preciso um descanso no meio da jornada. Mas, não podemos usar esse argumento como algumas pessoas fizeram dizendo que Deus é que nem um relojeiro que deu corda ao mundo e o deixou andar sozinho. Deus continua a sua obra criadora, a cada instante surgem novas coisas. Deus continua a sua obra mantenedora, as coisas e os seres criados precisam de Deus para continuar a existir. Sem Deus nós não existimos.

O que aconteceria se Deus pegasse férias? Quem assumiria o comando? Quem o substituiria nas férias? Anos atrás, comediantes intentaram responder a essa pergunta: seria o diabo quem assumiria (por isso existe tanta maldade neste mundo); seria uma personagem, uma celebridade (mas isso, não deu certo). Imagine se fosse você a pessoa encarregada! Você conseguiria dar conta do recado? Deus não tem igual.

Mas, se Deus não pode ser substituído, imagine que ao terminar a sua oração, escute a seguinte mensagem: “Neste momento, não podemos atender a sua oração, deixe seu recado após o sinal, bip!” Quanta coisa teria que ficar em espera, quanta prece, quanta bagunça. Se Deus tirasse férias, o mundo iria desandar. A criação com todas as suas complexidades não é para qualquer um.

Muita gente acredita que Deus não existe, pois acontece tanta maldade neste mundo. O critério de avaliação sobre Deus é a quantidade de coisas ruins que as pessoas sofrem. Uma vez li uma mensagem partilhada pelas redes sociais que dizia mais ou menos assim:

Acho melhor não perguntar a Deus por que existe tanta miséria, desigualdade, brigas, guerras e injustiças neste mundo. Pode ser que Deus me faça a mesma pergunta.

Deus não tira férias, nós seres humanos é que pegamos férias de Deus. Esquecemos que Deus é quem nos permite o nosso descanso. Assim como disse Jesus Cristo:

Venham a mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e eu os aliviarei. (Mateus 11.28)

Nosso descanso no Senhor nos leva à procura por um mundo melhor. Deus nos permite tirar férias para voltar com energia ao nosso trabalho. As férias podem nos ajudar a refletir sobre a nossa vida e nossa existência. Férias bem usadas são uma bela ferramenta para recarregar as energias, arejar a cabeça e por sobre tudo melhorar nossa qualidade de vida. Agradeçamos a Deus por um tempo para nosso descanso, seja um tempo longo de férias ou alguns poucos dias. Lembrem-se, nós descansamos, mas Deus não tira férias.
 


Autor(a): Pastor José Kowalska
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 45582
REDE DE RECURSOS
+
A fé exalta a pessoa e transporta-a para junto de Deus, de tal modo que Deus e o coração humano tornam-se uma só realidade.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br