Marcos 10.35-45 - 22º Domingo após Pentecostes - 21/10/2018

03/08/2018

21/10/2018 - 22º Domingo após Pentecostes
Pregação: Marcos 10.35-45; Leituras: Is 53.4-12; Hb 5.1-10
P. Lauri Jackson Lenz – Paróquia Evangélica do Araguaia – Jataí - GO
LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos e irmãs na fé. Hoje experimentamos um momento especial em nossas vidas. O momento do culto é um momento muito especial. Nele nos encontramos com Deus, partilhamos nossas vidas; nossas alegrias e nossas dores. No culto nos reabastecemos para mais uma semana. É momento de expressar louvor e gratidão ao nosso Deus e trazer perante Ele tudo aquilo que pesa em nosso coração. Lembremos o que disse o Apóstolo Paulo em 1 Timóteo 4.4: “Tudo o que Deus criou é bom, e, portanto, nada deve ser rejeitado. Que tudo seja recebido com uma oração de agradecimento.”

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 05 – Livro de Canto da IECLB – Aqui chegando, Senhor.
Ou: Nº ____________________________________________________
SAUDAÇÃO
Jesus Cristo disse aos discípulos: “Recebam o Espírito Santo” (Jo 20.22) Como filhos e filhas de Deus aguardamos em Cristo Jesus e a partir do batismo recebemos o Espírito Santo. Temos confiança de que Deus cumpre suas promessas e não nos deixa sozinhos em nosso dia-a-dia. Por isso, nós nos reunimos aqui hoje em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 460 – Livro de Canto da IECLB – Espírito Santo de Deus.

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Jesus Cristo diz: “Eu vim para que as ovelhas tenham vida, a vida completa.” (Jo 10.10) Deus quer que seus filhos e filhas tem vida e vida plena, verdadeira. Cristo entregou a sua vida em lugar da nossa vida para que os nossos pecados fossem perdoados e andássemos em novidade de vida. Contudo, tantas vezes somos duros de coração e não damos ouvidos à vontade de Deus. Caímos em pecado e por isso, necessitamos da misericórdia do nosso Deus. Confessemos os nossos pecados a Deus cantando o hino 36 (Se sofrimento te causei) do Livro de Canto da IECLB.

Hino 36 – Livro de Canto da IECLB – Se sofrimento te causei.
Ou nº 150 do HPD

ANÚNCIO DO PERDÃO

Assim dia o Salmo 31.1: “Feliz aquele cujas maldades Deus perdoa e cujos pecados ele apaga.” Deus é misericordioso e conhece o nosso coração. Por isso, àqueles e àquelas que confessaram seus pecados e deles se arrependeram anuncio o perdão em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.
KYRIE
Em nosso mundo há muita dor e sofrimento. Guerras ceifam vidas inocentes, mulheres sofrem violência domestica, crianças são vítimas de exploração sexual, o livre mercado traz sofrimento e faz com que pequenos comerciantes, pequenos agricultores não consigam mais permanecer com suas propriedades e meio de sustento. Também perto das nossas casas, se abrirmos os olhos, vamos ver pessoas que passam por dificuldades por causa de politicas econômicas que só privilegiam o capital e detrimento dos seres humanos, em detrimento da vida. Por tudo isso, clamamos a Deus cantando Kyrie Eleison. Canto 56 do Livro de Canto da IECLB

GLÓRIA IN EXCELSIS
Deus ouve e clamor do seu povo e desce para ajudá-lo. Não estamos sozinhos neste mundo com nossas incertezas, com nossos sofrimentos. Deus cuida, Ele ama e se compadece. Por isso, rendamos louvores ao nosso Deus cantando Glória.

ORAÇÃO DO DIA
Santo e todo-poderoso Deus graças te rendemos por podermos nos reunir em comunidade nesse momento. Te rendemos graças porque ao nosso lado encontramos irmãos e irmãs na fé com os quais podemos contar nas horas de aflição. Tu estiveste ao lado do teu povo no decorrer da história e nunca deixaste os teus desamparados. Sê tu presente aqui conosco e concede que Tua Palavra nos orienta na fé e na esperança, que possamos a partir da pregação ter discernimento para saber que é a ti e somente a ti que devemos servir nesse mundo. Isso te pedimos e em nome de Jesus Cristo, teu filho e nosso Senhor, que contigo e com o Espírito Santo vive e reina de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Is 53.4-12

2ª Leitura Bíblica: Hb 5.1-10

3ª Leitura Bíblica: Mc 10.35-45

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 165 – Livro de Canto da IECLB – Estou pronto, Senhor.

PREGAÇÃO
Texto da Pregação: Mc 10.35-45

Queridos irmãos queridas irmãs.

O texto do Evangelho indicado para este final de semana é um texto bastante atual. Ele fala para dentro da realidade na qual nós vivemos e nos ensina muito não só a respeito de como se davam as relações no tempo de Jesus, mas como ainda hoje são as relações na sociedade na qual nós vivemos.
Meritocracia. Quem já ouviu essa palavra? Você sabe o que de fato implica no dia a dia a tão propagada meritocracia? Como isso funciona de fato na prática? Será que de fato em nossa sociedade as pessoas têm condições iguais para lutarem por vida com dignidade? Não sejamos hipócritas, pensemos de fato em como as coisas acontecem no dia a dia especialmente nas relações de trabalho aqui onde nós vivemos? Você acredita que sempre a pessoa mais qualificada é aquela que consegue um posto de trabalho? Imaginemos o churrasco! Amigos conversando e em meio a eles um empresário que tem algumas vagas de emprego na sua empresa. Na conversa alguém diz para o empresário: Nós estudamos juntos, como foi bom o nosso tempo de juventude, cada um de nós tomou o seu próprio caminho, buscamos construir também as nossas empresas, mas queria te dizer uma coisa: meu filho está se formando em engenharia e agora ele vai precisar de local para iniciar a sua carreira de engenheiro. Tu não tens uma vaga para ele? Se o rapaz conseguir a vaga de quem é o mérito? O que ele fez para conseguir a vaga? E aqueles outros tantos jovens que estudaram com ele e os pais não tinham bons contatos, não eram eles também merecedores daquela vaga de trabalho? Pois é assim que funciona a tal meritocracia, só funciona na cabeça das pessoas, pois a grande maioria acaba não tendo as mesmas oportunidades, nem mesmo de mostrar as suas capacidades. Se você não tiver um “pistolão”, um grande que QI, ou seja o que indique, os méritos não valem de nada. Podes até permanecer no trabalho por mérito e isso é justo, mas e aqueles/as que não tiveram condições de ter uma boa formação, por que no passado os pais foram relegados à margem da sociedade? Esses dificilmente vão conseguir ascender socialmente.
Mas o que isso tem a ver com o texto do Evangelho? No evangelho de hoje Tiago e João vem até Jesus com um pedido que num primeiro momento parece não ter mau nenhum. Eles articulando o pedido, se aproximam e pedem algo inusitado. Ainda que tivesse andado tanto tempo com Jesus em suas cabeças e corações imaginavam que Jesus seria Rei nos moldes deste mundo e, por isso, queriam um lugar de destaque, achava-se merecedores de ocuparem um lugar de honra neste novo reinado que surgiria a partir de Jesus. Sentar-se um a direita e outro à esquerda era pedir algo como que queremos ser Primeiro-Ministro e Ministro da Economia. Os outros discípulos ouvir a conversa e ficam irritados, não porque tivessem achado o pedido dos dois absurdo. Mas, porque de algum modo sentiram-se passados para trás, também eles queriam um lugar de destaque.
A resposta de Jesus derruba os discípulos da sua prepotência. E ele inverte todos os conceitos que os discípulos tem a respeito de como seria o tempo que viria pela frente. Jesus inicia sua resposta pedindo: Vocês sabem o que estão pedindo. Por acaso podem beber o cálice que eu vou beber e podem ser batizados como eu vou ser batizado? Os discípulos acreditam que podem e Jesus não os contradiz e de algum modo aqui já prediz o que aconteceria com Tiago que é martirizado durante o seu ministério. Por outro lado Jesus diz que não cabe a Ele decidir a respeito da pergunta que eles fazem. E ainda explica que entre eles não deveria ser como é no mundo, onde uns mandam nos outros e tem poder e autoridade sobre os outros. Ele dá uma lição de diaconia: quem quiser ser importante, que sirva os outros. Jesus não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para salvar muita gente.
Hoje muitas pessoas também esperam um Jesus parecido com aquele do imaginário de Tiago e João. As pessoas não querem um Jesus servo e humilde. Antes preferem um que faça milagres, que se apresente poderoso. Um Jesus aparentemente fraco não interessa, não querem a cruz e sim a glória. Disse Kempis: “atualmente Jesus tem muitos discípulos que gostaria de reinar com ele no reino dos Céus, mas poucos dispostos a carregar a Cruz na terra; muitos que querem compartilhar com ele a sua santidade, mas poucos que com ele querem suportar o sofrimento; muitos que com ele querem comer e beber, mas poucos que com ele querem jejuar. Todos querem alegrar-se com Jesus, e poucos querem sofrer com ele!” Em outras palavras muitos querem sentar-se à direita e à esquerda, querem lugar de honra e de destaque, mas não querem servir. Ninguém quer um serviço desinteressado, a fé ativa no amor, postura humilde no tempo da meritocracia não atrai as pessoas. Muitos buscam ou querem ocupar os primeiros lugares, mas se a pergunta é o que se pode fazer para servir, muitas vezes a resposta é o silêncio. Servir por amor e gratidão não atrai, a pergunta no fundo sempre é: o que vou ganhar com isso?
A realidade da Cruz no discipulado não é opção e é preciso que lembremos a igreja (ao povo de Deus) que servir em amor e fé é a sua incumbência. É urgente lembrar os Cristãos que confessar a fé em Jesus Cristo implica que estamos aceitando o serviço, servir com alegria e não buscando méritos pessoais. Lembremos que ao invés de honrarias e privilégios, Jesus propõe uma vida de serviço a favor do próximo e Ele ensina isso com a sua própria vida, morte e ressurreição. Amém.


HINO
Nº 565 – Livro de Canto da IECLB – Diaconia

CONFISSÃO DE FÉ
Deus nos orienta através da sua Palavra. Somos chamados e chamadas a servi-lo com alegria e fé. Como resposta Palavra de Deus confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 623 – Novo Livro de Canto da IECLB – Grandioso és tu.


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Amado e misericordioso Deus a Ti chegamos nesse dia assim como somos. Tu nos conheces e antes mesmo de podermos expressar com palavras já sabes das nossas necessidades. Por isso, intercedemos pela Igreja em todo o mundo para que ela possa realmente ser sal e luz, que a Tua palavra possa ser pregada de modo correto a fim de que possa transformar a vida das pessoas. Também oramos pelos nossos governantes para que eles cuidem bem do teu povo, que possamos nos livrar de toda corrupção, que de fato pessoas que querem o bem possam assumir funções de governo em nosso mundo, especialmente nesse tempo em que somos todos os dias bombardeados com campanhas eleitorais, dá discernimento ao teu povo para que possam fazer a melhor escolha, que pessoas que pensam além do mercado possam assumir o comando do nosso país. Oramos pelas pessoas enfermas, enlutadas, por aquelas que não têm lar para que elas encontrem corações solidários Une as famílias para que possam viver a fé em todos os âmbitos da existência....

Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que ao sairmos daqui possamos ir sob a benção e a graça de Deus:

Que a terra vá fazendo caminho diante dos teus passos;
que o vento sopre sempre nos teus ombros;
que o sol aqueça teu rosto;
que a chuva caia suavemente sobre teus campos.
E, até que voltemos a nos encontrar,
Deus te guarde na palma de sua mão. Amém.

ENVIO
Ide em paz e servi ao Senhor com alegria. Amém.

CANTO FINAL
Nº 567 – Livro de Canto da IECLB – Canção do Cuidado


Autor(a): Pastor Lauri Jackson Lenz
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 48183
REDE DE RECURSOS
+
Fale em favor daqueles que não podem se defender. Proteja os direitos de todos os desamparados.
Provérbios 31.8
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br