Ezequiel 18.1- 4,25-32 - 17º Domingo após Pentecostes - 01/10/2017

Caderno de Cultos 2017

01/10/2017

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA


Bom dia (ou boa noite) a todos. Sejam todos bem vindos a este culto. Quero saudar a comunidade neste 17º domingo após Pentecostes com as palavras do lema da semana, palavras da carta de Paulo aos Filipenses 2.10-11 que dizem: “Ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai”. Que bom que nós podemos nos reencontrar novamente aqui como comunidade para celebrarmos mais este culto, este encontro com Deus. Que Deus em sua graça nos conceda um encontro agradável, um encontro abençoado. Que aqui todo joelho também se dobre e que todos possam confessar que Jesus Cristo é o Senhor e Salvador de nossas vidas. Amém.

Agradecemos a todos e a todas que nos visitam. Sejam bem-vindos/as. É uma alegria tê-los/as conosco. O nosso desejo é que vocês sintam, por meio da nossa comunidade, o amor do próprio Deus. E que desejem estar conosco muitas outras vezes.

CANTO DE ENTRADA
471 – HPD II - Glória ao Cordeiro

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Celebramos este culto em nome do Deus Triuno, que é Pai, Criador de tudo o que há, que é Filho, Jesus, o Salvador, que é Espírito Santo, nosso Ensinador e Inspirador.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
473 – HPD II – Em tua presença

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
No Salmo 97.9-10 lemos: “Ó Senhor, Deus Altíssimo, tu governas o mundo inteiro, tu estás acima de todos os deuses. Vocês, que amam a Deus, o Senhor, odeiem o mal; ele protege a vida dos que lhes são fiéis e os livra do poder dos maus” (NTLH). Inspirados por estas palavras do salmista, convido a todos a ficarmos um tempo em silêncio e expressar diante de Deus o peso da culpa que carregamos por causa dos nossos pecados. Este tempo é a oportunidade que temos de dizer a Deus o quanto o amamos e o quanto sentimos quando falhamos em pensamentos, palavras e ações que O desagradam. É oportunidade de nos lançar aos pés de Jesus e implorar seu perdão, reconhecendo que nada do que fazemos pode tirar nossa culpa, apenas este Seu amor que nos envolve.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Jesus Cristo pagou pelos nossos pecados, não havendo mais culpa sobre nós. Em Cristo Jesus somos inocentados e recebemos salvação e vida eterna. Todo aquele que mesmo entendendo-se indigno tem a coragem de se lançar aos pés de Jesus, não é rejeitado. Deus conhece os corações e perdoa cada coração contrito. Assim diz nosso Salvador: “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora (Jo 6.37). Desta forma, podemos ter a certeza, aqueles que com o coração sincero pediram perdão, da parte de Deus o recebem.

KYRIE
Como filhos e filhas de Deus não queremos ser indiferentes aos sofrimentos deste mundo, mas agir em amor ao próximo pedindo e clamando a Deus por piedade, cantando:
Pelas dores deste mundo.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Neste tempo de Pentecostes somos chamados a refletir sobre como o Espírito Santo tem poder para nos ajudar a transformar a nossa vida e tudo ao nosso redor. Por que o Espírito Santo de Deus se manifesta onde, como e quando Ele quer, clamamos pela sua inspiração para adorar em espírito e verdade o nosso Deus.

CANTO:

320 – HPD II - Espírito Santo de Deus

Ou: Nº ____________________________________________________


ORAÇÃO DO DIA
Bondoso e amado Deus, nós te agradecemos pela oportunidade que tu nos dás de sermos teus filhos e filhas, agradecemos pelo teu amor, pelo teu cuidado, pelo teu perdão. Pelas vezes que mesmo não percebendo, tu estás conosco e nos guarda dos perigos. Agradecemos que neste dia, pudemos abrir os nossos olhos, e recebemos de ti, mais um dia de vida. Obrigada Senhor pelas tuas bênçãos infinitas. Agradecemos Senhor, que também no sofrimento, tu estás conosco, nos consola e fortalece. Pedimos que tu abençoes também este momento de receber a Tua Palavra. Que tua Palavra seja um presente desta tua graça abundante nas nossas vidas. Que possamos reconhecer o teu amor ao ouví-la e aceita-la de todo o coração para orientar a nossa vida. Em nome de Jesus. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Filipenses 2.1-13

2ª Leitura Bíblica: Mateus 21.23-32

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
379 - HPD II – Estou pronto Senhor

Ou: Nº ____________________________________________________


PREGAÇÃO: Ezequiel 18.1-4, 25-32
Queridos irmãos e queridas irmãs na fé!
Quero iniciar contando-lhes uma ilustração sob o título “Os dois irmãos”, cuja autoria é desconhecida. Diz assim: “João era um importante empresário. Morava em um apartamento de cobertura, na zona nobre da cidade. Naquele dia, João deu um longo beijo em sua amada e fez em silêncio a sua oração matinal de agradecimento a Deus pela sua vida, seu trabalho e suas realizações. Após tomar café com a esposa e os filhos, João levou-os ao colégio e se dirigiu a sua empresa. Chegando lá, cumprimentou com um sorriso os funcionários, inclusive Dona Tereza, a faxineira. Tinha ele inúmeros contratos para assinar, decisões a tomar, reuniões com vários departamentos da empresa, contatos com fornecedores e clientes, mas a primeira coisa que disse para sua secretária foi: Calma, vamos fazer uma coisa de cada vez, sem stress. Ao chegar a hora do almoço, ele foi para casa curtir a família. A tarde tomou conhecimento que o faturamento do mês superou os objetivos e mandou anunciar que todos os funcionários teriam gratificações salariais no mês seguinte. Apesar da sua calma, ou talvez, por causa dela, conseguiu resolver tudo que estava agendado para aquele dia. Como já era sexta-feira, João foi ao supermercado, voltou para casa, saiu com a família para jantar e depois foi dar uma palestra para estudantes, sobre motivação para vencer na vida. Enquanto isso, em bairro mais pobre de outra capital, vive Mário, irmão de João. Como fazia em todas as sextas-feiras, Mário foi para o bar jogar sinuca e beber com amigos. Já chegou lá nervoso, pois estava desempregado. Um amigo seu tinha lhe oferecido uma vaga em sua oficina como auxiliar de mecânico, mas ele recusou, alegando não gostar do tipo de trabalho. Mário não tinha filhos e estava também sem uma companheira, pois sua terceira mulher havia partido dias antes, dizendo que estava cansada de ser espancada e de viver com um inútil. Ele estava morando de favor, num quarto imundo no porão de uma casa. Naquele dia, Mário bebeu mais algumas, jogou, bebeu, jogou e bebeu até o dono do bar pedir para ele ir embora. Ele pediu para pendurar a sua conta, mas seu crédito havia acabado, então armou uma tremenda confusão... e o dono do bar o colocou para fora. Sentado na calçada, Mário chorava pensando no que havia se tornado sua vida, quando seu único amigo, o mecânico, apareceu e após levá-lo para casa e curando um pouco o porre, ele perguntou a Mário: - Diga-me por favor, o que fez com que você chegasse até o fundo do poço desta maneira? Mário então desabafou: - A minha família... Meu pai foi um péssimo exemplo. Ele bebia, batia em minha mãe, não parava em emprego nenhum. Tínhamos uma vida miserável. Quando minha mãe morreu doente, por falta de condições, eu saí de casa, revoltado com a vida e com o mundo. Tinha um irmão gêmeo, chamado João, que também saiu de casa no mesmo dia, mas foi para um rumo diferente, nunca mais o vi. Deve estar vivendo desta mesma forma. Enquanto isso, na outra capital, João terminava sua palestra para estudantes. Já estava se despedindo quando um aluno ergueu o braço e lhe fez a seguinte pergunta: - Diga-me por favor, o que fez com que o senhor chegasse até onde está hoje, um grande empresário e um grande ser humano? João emocionado, respondeu:- A minha família. Meu pai foi um péssimo exemplo. Ele bebia, batia em minha mãe, não parava em emprego nenhum. Tínhamos uma vida miserável. Quando minha mãe morreu, por falta de condições, eu saí de casa, decidido que não seria aquela vida que queria para mim e minha futura família. Tinha um irmão gêmeo, chamado Mário, que também saiu de casa no mesmo dia, mas foi para um rumo diferente, nunca mais o vi. Deve estar vivendo desta mesma forma.
O que essa história nos ensina? Que são as nossas decisões na vida que mudam o rumo da nossa história.
Ao olhar para o texto da nossa meditação podemos observar algumas mesmas questões. Jeremias é escolhido por Deus entre o povo exilado na Babilônia para falar justamente isso: as escolhas que cada um tem feito tem os levado a morte ou a vida.
Entendam o que se passa: as gerações passadas do povo de Israel haviam sido levadas cativas para a Babilônia. Muitos israelitas que usavam o ditado a que se refere o versículo 2: “os pais comeram uvas verdes, mas foram os dentes dos filhos que ficaram ásperos” (cf. NTLH), nasceram na Babilônia. Sentiam-se dispersos, exilados, passando por dura vida, longe de sua terra, por culpa de seus pais, antepassados. Criam que estavam vivendo uma vida dura longe de sua terra porque os pais haviam pecado e tinham sido incoerentes com a vontade de Deus que os castigara. E assim murmuravam contra o próprio Deus dizendo que Ele era injusto. Foi à Palavra do Senhor que novamente veio a Ezequiel para questionar o uso do ditado das uvas verdes, chamando os israelitas à reflexão. Deus jura por Ele mesmo que não mais permitirá que se usem desse provérbio em Israel por não ser o reflexo da verdade, nem de longe.
Vocês sabem por quê? A condição espiritual dos israelitas de amar e servir somente ao Deus eterno havia se perdido. Tornaram-se orgulhosos e teimosos. Deixaram de lado a Palavra do Senhor e por consequência, a prática do bem. Culpavam, no entanto, seus antepassados, não faziam questão de perceber e reconhecer que em suas próprias vidas tinha algo errado. Haviam se desviado dos caminhos do Senhor e ainda se colocavam como vítimas de uma situação. Acreditavam que Deus deveria ser justo com eles, agindo em benefício deles.
Ai deles, se Deus de fato só agisse com justiça. Se Deus de fato tivesse feito justiça diante de suas reclamações, aquele povo teria sido exterminado, tamanha a decepção de Deus com esse povo por causa do seu pecado. Mas, a Palavra diz em Romanos 5.20b “mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça” (ARA). Esse nosso Deus é assim! Ele sempre age em amor. E não foi diferente naquela situação. Assim Ele mesmo diz no versículo 32: “Eu não quero que ninguém morra!” (NTLH). Deus não tem o desejo de que seu povo morra, Ele quer que vivam. Deus não criou ninguém para a morte. Morte e vida num sentido muito mais amplo do que apenas um aspecto físico. Trata-se de morte como afastamento total de Deus já aqui mas também na eternidade, e vida como relação estreita com Deus já aqui mas de forma plena na eternidade. Por isso Ele levanta o profeta Ezequiel, com o intuito de fazer seu povo enxergar que caminhavam para a morte, que haviam se desviado, que os seus próprios pecados os estavam destruindo, e que Deus os amava a fim de ajuda-los a restaurar essa situação de morte. Ezequiel é chamado para falar da justiça de Deus, tendo como pano de fundo o amor gracioso de um Deus que perdoa e acolhe. Precisavam se dar conta de que o pecado é o que tirava o brilho de suas vidas e era o que estava gerando desgraça sobre eles.
Ezequiel assume a tarefa de lhes dizer a verdade: não eram coitados e vítimas daquela situação, mas se viviam na desgraça era consequência de seus próprios pecados. Ezequiel chama cada israelita à responsabilidade individual, a conversão, o arrependimento e o abandono do pecado com sua mensagem. As consequências dessa conversão seriam vistas em suas atitudes. A mudança de comportamento é algo visível na vida daqueles que abraçam a fé, e arrependem-se de seus pecados. As boas ações são como fruto da fé, é o efeito da conversão. Não somos salvos por fazer o bem, mas a prática do bem sinaliza a vida de alguém que é salvo. Deus deixa isso claro também no texto, pois isto seria justiça humana – não é por me tornar bom que me torno digno de salvação. Mas o ser bom procede de alguém que experimentou a justiça divina. Sob a ótica da justiça de Deus, o ser humano arrependido tem nova chance, não é condenado, não precisa pagar pelos seus pecados, logo fica livre para viver e fazer o bem.
Esse texto do profeta Ezequiel remete a Jesus, sua ação de amor pelo ser humano na cruz. As bênçãos dessa justiça foram compradas por Ele e trazem salvação e vida, um novo rumo para o ser humano. Que alento todos nós temos a partir de Jesus!
Logo, examinemos nossa vida também. Às vezes temos a tendência de tentar minimizar a gravidade do pecado e facilitar a iniquidade na nossa vida. Talvez também estejamos convictos de que somos vítimas das diversas situações ao nosso redor, como se isso fundamentasse ações, sentimentos e palavras más da nossa parte. Não te iluda! Somos aquilo que escolhemos ser. Não justifique teus pecados pelas situações que a vida apresenta para você. Deus nos dá novos horizontes quando estamos dispostos a nos submeter a sua autoridade e direção. Ele quer que todo ser humano viva! Não fomos criados para a morte! A justiça de Deus nos acolhe em amor, para a vida! O chamado de Deus é para a vida! Tenha convicção de que Jesus, teu Salvador, não morreu na cruz para que justificativas sobre justificativas tuas te inocentem dos teus pecados. A única justificativa real é Jesus. Só Ele justifica teus pecados. Somos considerados inocentes não pelas nossas desculpas, mas porque Jesus pagou nossa conta. Ezequiel entendeu estas lições quando as anunciou. Nós, hoje em dia, precisamos muito da mesma convicção e determinação de abandonar o pecado na nossa vida. Não olhe para os lados, olhe para você. Reconheça os teus pecados, arrependa-se e viverás! Esta é a promessa do Senhor. Decida-se por dedicar sua vida a Cristo e viverás, já aqui e também, de forma plena, na eternidade. Que Deus nos converta a cada dia ao seu amor. Amém.
HINO
Perdão e Graça (Vineyard)

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE FÉ
Em resposta à Palavra, confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)

Por tudo o que tens feito ou Como é bonito Senhor, cada manhã te agradecer

Ou: Nº ____________________________________________________

 

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2. Pessoas doentes
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Senhor Deus, nós te agradecemos por este culto e pela Palavra revelada a nós. Somos gratos porque Tu nos guias para os teus braços de amor. Que nossa vida inteira, possamos dedicá-la a Ti. Obrigada que tua justiça nos chama a olhar para nossa vida e reconhecer que sem Ti não chegamos a lugar nenhum. Que nossos corações experimentem a cada dia esta conversão a qual tu nos chamas. Que nossa vida reflita os sinais da tua graça, teu amor, tua salvação aceitos. Que teu Espírito Santo nos conduza e nos ensine a viver em santidade para agradar o Teu Santo Nome, reconhecendo que somente Tu, és nosso Deus, Senhor e Salvador. Queremos agradecer ainda pelos aniversariantes, pela tua bondade na vida de cada um deles e pedimos que os guarde em teu amor. Intercedemos pelos doentes, os entristecidos, os enlutados, os que vivem angustiados, preocupados, em situações difíceis. Tu és o Senhor de cada um/a deles/as! Tu podes curar, alegrar, consolar, fortalecer e animar a cada um e a cada uma. Os colocamos nas tuas mãos Senhor bondoso, tem misericórdia! E que eles/as não esqueçam do teu poder. E que acima de tudo, eles não percam a esperança em Ti. Que confiem no teu amor que foi capaz de salvar, e que tudo fará para o bem de que Te ama. Intercedemos ainda pelas autoridades do nosso país, estado e cidade. Que eles governem para o bem do teu povo. Da que tenham corações tementes a Ti. Inspira homens e mulheres na tarefa de conduzir de forma reta tua mensagem de vida. Cuida e orienta também a nossa IECLB em todo o âmbito nacional, também os trabalhos em nossa paróquia/comunidades. Para que não nos envaideçamos, mas que estejamos unidos no único proposito de levara tua mensagem a cada coração. Fortalece e caminha conosco Senhor! Que todos trabalhem para honra e glória do teu nome, testemunhando o teu amor no mundo. Assim Deus Salvador, entregamos tudo nas tuas mãos poderosas e amorosas, na certeza que tu ouves a nossa oração, e que irá respondê-la conforme a tua santa vontade. E tudo o que não conseguimos expressar com nossas palavras, incluímos na oração que nosso Salvador Jesus Cristo nos ensinou, dizendo juntos:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde, que o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti, que o Senhor levante o seu rosto sobre ti e te dê e acompanhe com a sua paz. Amém

ENVIO
Vamos todos na paz do nosso bondoso Deus, servindo-o de todo o nosso coração.

CANTO FINAL
Jesus é meu sol
Ou: Nº ____________________________________________________
 


Autor(a): Miss. Tatiane Stele
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 17º Domingo após Pentecostes
Testamento: Antigo / Livro: Ezequiel / Capitulo: 18 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 32
Título da publicação: Caderno de Cultos / Ano: 2017
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 42907
REDE DE RECURSOS
+
Há algo muito vivo, atuante, efetivo e poderoso na fé, a ponto de não ser possível que ela cesse de praticar o bem. Ela também não pergunta se há boas ações a fazer e, sim, antes que surja a pergunta, ela já as realizou e sempre está a realizar.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br