Porque Deus amou

21/02/2018


“ Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3.16

A palavra do Evangelho de João fala de um Deus cujo amor ultrapassa a compreensão humana. Um amor que é capaz de se doar inteiramente (inclusive dando a própria vida!) pelo ser amado.

No curso Trilha 8 há uma parte na qual falamos sobre “palavras inflacionadas”, ou seja, palavras que vão perdendo seu valor, que de tanto serem usadas, perdem seu verdadeiro significado. Amor é uma dessas palavras. Tão contado e cantado em músicas, filmes, declarações, testemunhos. Porém cada vez menos visto nas relações humanas.

Por isso o Evangelho nos desafia a uma reflexão mais profunda sobre o verdadeiro e puro amor que nem sempre vem acompanhado de romantismo, mas às vezes leva ao sofrimento.

Para resgatarmos o significado do verdadeiro amor precisamos dirigir nossos olhos e corações para o Cristo na cruz. Ali encontramos características do verdadeiro amor que, conforme 1 Coríntios 13 “Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”. Ali vemos um Deus que ama de maneira incondicional o mundo perdido. O amor humano é limitado, pois quando amamos, amamos se..., amamos quando... Deus, porém, nos ama apesar de ...

Outra característica do amor verdadeiro é que ele não é seletivo. Deus não ama apenas um grupo seleto, escolhendo pela cor dos olhos ou da pele, pelo gênero, classe social ou por este ser mais santo do que aquele. O amor de Deus envolve o mundo num grande abraço. E nesse abraço ele nos desafia, nos impele a testemunhar sobre esse amor revelado em Cristo. Mas também nos desafia a vivenciarmos entre nós esse amor em sua intensidade e a repensarmos nossas formas de amar. O amor de Deus nos alcança entre a escuridão deste mundo e assim nos convida a ser luz para outros. E luz passamos a ser quando aprendemos e praticamos o verdadeiro amor.

Não, não é fácil!Quem se dispõe a amar verdadeiramente, se expõe ao risco de sofrer. Assim foi com Cristo. No Getsêmani temos uma pequena amostra desse amor que luta para permanecer fiel. Na cruz vemos a dor do amor.

Mas somente esse amor foi capaz de nos libertar. E somente esse amor pode transformar nossa realidade tão cheia de palavras, mas tão carente de gestos do verdadeiro amor.


Pa. Haidi Leschewitz Madeira

Paróquia Evangélica de Concórdia
 


Autor(a): Pastora Haidi Leschewitz Madeira
Âmbito: IECLB / Sinodo: Uruguai
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 3 / Versículo Inicial: 16
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 45961
REDE DE RECURSOS
+
Fale em favor daqueles que não podem se defender. Proteja os direitos de todos os desamparados.
Provérbios 31.8
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br