Por que os luteranos não guardam o sábado?

13/02/2012

A Bíblia diz que devemos observar o sábado. Por que os luteranos não obedecem este mandamento?

Muito provavelmente os primeiros cristãos de tradição judaica continuaram a observar o sábado como dia de descanso. Com a expansão do cristianismo para além das fronteiras da Palestina, ou seja, para as principais cidades de todo o império romano e o conseqüente ingresso de pessoas que desconheciam a tradição judaica, o costume de os cristãos se encontrarem no primeiro dia da semana começou a prevalecer.

A tradição cristã adotou o domingo como dia de descanso por ser o primeiro dia da semana, o dia que lembra a ressurreição de Jesus. Sem a ressurreição não haveria fé cristã. Trata-se do evento central do cristianismo, a sua data magna. O domingo lembra a nova aliança que Deus firmou com o seu povo por meio de Jesus Cristo. A primeira aliança estava marcada pelo sábado.

O sábado e o domingo não se excluem. Ao contrário, se complementam. O domingo assume todo o significado do sábado. O princípio do descanso (que o sábado estabeleceu) não foi superado. O descanso como necessidade e como direito das criaturas é fundamental para a manutenção da vida. A vida moderna dificulta uma parada geral de todas as atividades. Por isso esse princípio estabelecido merece ser lembrado sempre. Ele marcou a cultura judaico-cristã ao longo dos séculos e é um princípio humanizador.


Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Vários
Perfil do Texto: Sala de Tomé
ID: 12674
REDE DE RECURSOS
+
Porque nem eu nem tu jamais poderíamos saber algo a respeito de Cristo ou crer nele e conseguir que seja nosso Senhor, se o espírito não o oferecesse e presenteasse ao coração pela pregação do Evangelho.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br