Olho no céu, olho no chão!

28/08/2017

Desde menino, Gervásio era apaixonado por estrelas. Sonhava em ser astronauta. Mas, com o passar dos anos descobriu que seu sonho era impossível. Mas, a Astronomia estava ao seu alcance. Quando conseguiu o primeiro emprego, adquiriu um telescópio. Vivia fitando os céus. Porém, a paixão tornou-se fanatismo. Gradualmente afastou-se dos amigos, da família e até de Deus por causa das estrelas. Jonas - seu melhor amigo - percebeu o afastamento e isolamento do companheiro. Certa noite, Gervásio saiu para observar o céu. Escolheu o alto de uma colina. Olhando para o céu, ele não reparou que o caminho estava em obras. Acabou caindo num buraco. Quem poderá me ajudar? Pensou... Então, ligou ao Jonas pedindo socorro. Prontamente o amigo veio busca-lo. Na viagem de volta para casa, Jonas aproveitou e disse: Ao olhar as estrelas precisamos cuidar onde pisamos. O céu é bonito. O mundo onde Deus nos colocou idem. Hoje é possível perceber, em certos círculos, que a fé pode nos alienar do mundo. Infelizmente a pretensa promessa de céu leva muitos ao buraco. Com certeza, não é isso que Jesus deseja. Por isso, cuidado! Leia Atos 1.6-11.


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Testamento: Novo / Livro: Atos / Capitulo: 1 / Versículo Inicial: 6 / Versículo Final: 11
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 43498
REDE DE RECURSOS
+
Cantarei de alegria quando tocar hinos a ti, cantarei com todas as minhas forças porque tu me salvaste.
Salmo 71.23
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br