Mateus 13. 1-9, 18-23 - 6º domingo após Pentecostes - 16/07/2017

16/07/2017

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom Dia! Boa noite! Bem-vindos e bem-vindas! Estamos no sexto domingo após Pentecostes. O Espírito Santo de Deus nos motiva a lançar as sementes do Reino de Deus e ouvir com atenção a sua palavra e guardá-la com devoção em nossos corações. O lema da semana nos diz: “Se guardares o mandamento que hoje te ordeno, que ames o Senhor, teu Deus, andes nos seus caminhos e guardes os seus mandamentos, e seus estatutos, e os seus juízos, então, viverás e te multiplicarás, e o Senhor, teu Deus, te abençoará.” Essa é a vontade de Deus e esse também é o nosso desejo quando nos reunimos em comunidade para o culto.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
85 – HPD 1 – Vem Espírito Divino

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Estamos aqui reunidos e reunidas não em nosso nome, mas em nome e na presença do Trino Deus, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
350 – HPD 2 – Que a graça do Senhor Jesus

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
O profeta Isaías diz ao povo de Israel “Pois são os pecados de vocês que os separam do seu Deus...” assim também é conosco. O pecado nos afasta da vontade de Deus e dessa forma nossa vida vai tornando-se pesada e difícil. Mas sempre de novo temos a oportunidade de confessar a Deus os nossos pecados e receber dele o seu perdão e a sua graça.

Inicialmente, cada pessoa tem a oportunidade de confessar individualmente os seus pecados a Deus num momento de silêncio.

Misericordioso Deus! Confessamos que temos pecado em pensamentos, palavras, ações e omissões. Não temos te amado de todo nosso coração e nem as pessoas próximas de nós quando esteve ao nosso alcance. Confessamos que muitas vezes não conseguimos realizar o bem que gostaríamos. Sendo assim, magoamos pessoas, ferimos tua Criação e ignoramos a Tua vontade em nossas vidas.
Temos sido omissos e descuidados quando lançamos sementes pela nossa vida. Quantas vezes semeamos a discórdia, a desunião, a falta de perdão, a violência e a ganância. Quantas vezes fechamos nossos ouvidos para a tua voz de amor e preferimos acreditarmos em nossos meias verdades.
Por tudo isso, óh Deus, confessamos que estamos verdadeiramente arrependidos e arrependidas. E pedimos: Tem compaixão de nós e perdoa os nossos pecados! Através de teu Santo Espírito, dá-nos uma nova oportunidade de te servir e trilhar os teus caminhos. Oramos em nome de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO
“Pois pela morte de Cristo na cruz, nós somos libertados, isto é, os nossos pecados são perdoados. Como é maravilhosa a graça de Deus, que ele nos deu com tanta fartura.” (Efésios 1. 7-8)
Nessa certeza eu vos anuncio a remissão dos pecados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

KYRIE
Reconciliados e reconciliadas com Cristo, somos chamados e chamadas a clamar pelas dores do mundo. Lembramos de tantas pessoas que sofrem por conta de violência, da intolerância e do preconceito. Pelas pessoas excluídas que não tem aquilo é básico para uma vida digna. Clamamos cantado: Pelas dores desse mundo...

GLÓRIA IN EXCELSIS
Ao Deus que perdoa os nossos pecados e ouve o clamor de seu povo, nós rendemos glória a Deus cantando:
346 – HPD – Glória

ORAÇÃO DO DIA
Deus de amor e cuidado! Rendemos graças a ti por estarmos hoje reunidos e reunidas em tua casa. Graças porque ao longo da história sempre de novo tu te voltas para o teu povo com misericórdia e compaixão. Graças porque podemos receber novamente de ti a tua boa e santa palavra. Que teu Espírito Santo abra nossos corações e mentes para recebe-la como terra fértil recebe boa semente. Oramos em nome de teu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor e salvador, que contigo e com o Espírito Santo vive e reina de eternidade a eternidade. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Isaías 55. 10-13

2ª Leitura Bíblica: Romanos 8. 1-11

3ª Leitura Bíblica: Mateus 13. 1-9, 18-23.

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
380 – HPD – A tua palavra é semente

PREGAÇÃO
Mateus 13. 1-9, 18-23.

Que a graça do nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam conosco, agora e para sempre. Amém!
Estamos diante de uma das parábolas mais conhecidas de Jesus Cristo. Certamente em algum momento da nossa vida de fé ouvimos essa história proferida por Jesus e aprendemos com ela. Talvez muitas pessoas podem pensar: Ah, não há mais nada que eu possa aprender dessa história de tanto que já ouvi. Contudo, sabemos que a palavra de Deus é sempre eficaz e como diz o texto de Isaías: Ela nunca volta vazia e sempre cumpre o seu propósito.
A primeira imagem que fica em minha memória após uma leitura atenta dessa parábola é a de Jesus sentado e falando em cima de um barco para uma multidão de pé na beira da praia. Depois de algumas curas, milagres e ensinamentos uma multidão está sedenta das palavras de Jesus. Era necessário falar de forma simples para que aquela multidão entendesse e o uso das parábolas é pedagógico, ou seja, tem a intenção de tornar-se compreensível para aquelas pessoas. Hoje também existem multidões que ficam perambulando por muitas igrejas para ouvir a voz de Jesus, mas ouvem de tudo menos a viva voz do Evangelho. Daí vem uma interrogação: se a mensagem de Jesus é tão simples e ouvimos várias vezes uma parábola como a do semeador, por que é tão difícil seguir a Cristo e entender o propósito de Deus para a humanidade?
O texto de Romanos talvez seja um caminho. “Porque as pessoas que vivem de acordo com a natureza humana têm a sua mente controlada por essa mesma natureza. Mas as que vivem de acordo com o Espírito de Deus têm tem a sua mente controlada pelo Espírito.” (Rm 8.5) Podemos dizer que muitas pessoas preferem viver a sua vida segundo as suas próprias vontades e certezas. Talvez achem que é difícil demais andar sobre a luz do Espírito Santo de Deus. O texto de Romanos ainda aponta que essa escolha traz consequências. Andar segundo Espírito traz paz e vida eterna e andar segundo a natureza humana nos torna inimigos de Deus.
Ao usar o exemplo do semeador, Jesus traz algo que era muito comum a maioria das pessoas. A vida das naquela época de uma forma ou outra passava pela agricultura. Portanto, Jesus não fala algo estranho. Mas a intenção de Jesus não é falar de agricultura. Jesus quer falar do Reino de Deus, quer falar sobre como recebemos a sua mensagem, Jesus quer falar sobre o nosso coração, a nossa vida e tudo aquilo que tenta nos desviar ou afastar da comunhão com Deus. Jesus quer trazer algo novo, vida nova, transformação. Estamos em Pentecostes e somos chamados e chamadas a deixar o Espírito Santo de Deus agir em nossa vida, em nossa família, em nossa comunidade.
O que significa ouvir a palavra de deixá-la que produza algo novo em nós? Quantas pessoas afirmam-se cristãs, ouvintes e praticantes da palavra mas produzem frutos contrários aos do Espírito Santo. O desafio de Pentecostes à comunidade cristã, repito, é deixar que o Espírito santo a conduza, guie, ilumine com seus dons, transforme solos áridos em terras receptivas para o amor e ao ensino de Jesus.
Que transformação a partir da graça de Deus, a palavra gera em nosso viver? O que diariamente a palavra nos revela que nos atinge em nosso modo de ser, pensar e agir no mundo? Enquanto pessoa cristã, como estou aberta e receptiva para que a palavra de Deus aja em mim, por meio de mim e para mim?
Geralmente as pessoas querem uma mudança total em suas vidas, mas seus corações estão como terra seca e cheia de espinhos. O mundo precisa mudar e ficar melhor, mas não conte comigo ao ponto de mudar minhas manhas e manias. Deus tem a obrigação de fazer tudo em minha vida, mas eu mesmo não estou disposto a pelo menos deixar-se guiar e orientar por sua palavra.
Jesus exerceu o seu ministério e por muitas vezes semeou em terras secas e cheias de espinhos. Quantas vezes falou para fariseus, escribas e tantas outras autoridades religiosas de seu tempo. Nem todos os ouvidos estavam abertos e sensíveis ao Evangelho. A prova disso foi a cruel crucificação de Jesus. Contudo, Jesus não deixou-se intimidar pelas dificuldades e tentações. Os discípulos após o evento de Pentecostes também foram corajosos. Hoje, muitas dificuldades e tentações nos assolam: desânimo, dúvidas, desencorajamento, exclusão, falta de amor, falta de justiça, falta de ética... enfim, se olharmos para nosso contexto brasileiro somam-se muitos outros fatores.
Nem por isso vamos deixar de semear e de lançar as sementes de um novo reino, do Evangelho, de transformação num mundo de aves predadoras, espinhos sufocantes, solos pobres e sol escaldantes. Ajamos com amor e confiança na graça de Deus, na certeza de que haverá abundância de frutos e boa colheita, pois sabemos que não depende de nós exclusivamente. Somos apenas instrumentos de Deus, pois sua graça e seu amor são muito maiores que a nossa capacidade de semear a sua palavra.
Jesus convida-nos, com sua parábola, a confiar mais na graça de Deus, na semeadura, na esperança de bons frutos, independente de nosso esforço ou capacidade. Deixemos Deus ser Deus! O texto de Mateus nos convida a confiar que a palavra de Deus segue transformando realidades, mesmo em meio a tantas situações adversas. Amém!

HINO
119 – HPD – Chuvas de bênçãos

CONFISSÃO DE FÉ
Em resposta a pregação da palavra de Deus, confessemos a nossa fé com as palavras do credo apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
249 – HPD – Obrigado Pai Celeste

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4

Deus de amor! Nosso coração se alegra por ouvir novamente a tua palavra. Nosso coração se alegra porque através das ofertas destinadas para ................................. podemos contribuir para tua missão e para a promoção do teu reino aqui na Terra. Graças pelos aniversariantes e por cada motivo de gratidão expressado neste culto.
Intercedemos por nossa Igreja, por teus ministros e ministras e por tuas lideranças. Permita que tenham um ouvido aberto e atento para a tua palavra. Dessa forma, poderão proclamar a tua palavra e realizar a tua vontade junto as pessoas que necessitam dela.
Intercedemos pelas autoridades de nossa nação. Dá que possam ouvir a tua voz e possam governar e legislar com justiça e ética, sem interesses pessoais e visando o bem comum.
Intercedemos por todas as pessoas que sofrem por doença e pelas famílias enlutadas. Lembramos de cada pedido de oração feito nesse dia........................................................................................................ e entregamos tudo em tuas mãos quando oramos conforme teu Filho Jesus Cristo nos ensinou:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde. Que ele faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti. Que o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Assim te abençoe o Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

ENVIO
Vamos na paz do Senhor e sirvamos a ele com alegria.

CANTO FINAL
118 – HPD – Deus vos guarde pelo seu poder


Autor(a): P. André Luiz Belard
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 42809
REDE DE RECURSOS
+
Devemos orar com tanto vigor como se tudo dependesse de Deus e trabalhar com tanta dedicação como se tudo dependesse de nosso esforço.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br