Lucas 1.47-55 - 4º Domingo de Advento – 24.12.2017

Caderno de Cultos 2017

10/07/2017

ACOLHIDA
Boa noite a todos os irmãos e irmãs em Cristo Jesus, desejamos as boas-vindas a todos aqui presentes. É uma grande alegria podermos estar aqui reunidos para celebrarmos a promessa da vinda do nosso Salvados. Gostaria saudá-los com as palavras sagradas contida em Gálatas 4.4-5 que nos diz: “Mas quando chegou o tempo certo, Deus enviou seu próprio filho, que veio como filho de mãe humana e viveu debaixo da lei, para libertar os que estavam debaixo da lei, a fim de que nós pudéssemos nos tornar filhos de Deus”.

ACOLHER OS VISITANTES
Sejam bem vindos, Como comunidade ficamos alegres com a presença de vocês. Sintam-se em casa pois esta é a casa de nosso Senhor e nela todos tem lugar.

CANTO DE ENTRADA
311 – HPD ll – Quando completou-se o tempo

SAUDAÇÃO
Estamos reunidos não em nosso nome, ou em nome de qualquer pessoa ou organização, mas estamos reunidos em nome do Trino Deus, o Pai, o Filho e o Espírito Santo. E na presença desse Trino Deus queremos nos colocar, com o pedido de que ele volte seu rosto a nós, para que assim possamos celebrar o seu amor e o seu poder. Amém

CANTO DE INVOCAÇÃO
18 – HPD l – Louvado sejas, Ó Jesus

CONFISSÃO DOS PECADOS
Elevemos os nosso pensamentos a Deus e confessemos as nossas culpas.
Confessamos-te Senhor que em muitos momentos de nossa vida, nós não estamos firmes na promessa que tu fizestes a nós. Estamos sempre tentando resolver os nossos
Problemas e dificuldades com nossas mãos, esquecendo que somente tu podes mudar nossas vidas.
Confessamos Senhor, que no corre-corre da nossa vida, muitas vezes esquecemos de Ti. Colocamos todas as coisas em primeiro lugar, não vivendo sob a graça do nosso Batismo. Damos mais valor às coisas materiais esquecendo do principal que é agradecer-te pela nossa vida, pelo teu cuidado e teu amor. Somos egoístas e gananciosos, estamos sempre em busca de valores que para Ti, nada significam.            
Confessamos-te amado Pai, que poucos são os momentos que nos alegramos em nossa vida. Estamos sempre insatisfeitos, reclamando de tudo e de todos, e assim, esquecemos de todas as dádivas que tu nos dás. Perdoa porque muitas vezes reclamamos e estamos tristes e, poucas e poucas vezes nos alegramos e agradecemos pelas bênçãos e dadivas recebidas. Por isso pedimos-te: Tem piedade, de nós Senhor. Amém

ANÚNCIO DO PERDÃO
Por amor a nós Jesus Cristo se entregou à morte e morte de cruz a fim de nos livrar dos pecados. Como nos dizem as sagradas escrituras em (Romanos 3.25) “Deus ofereceu Cristo como sacrifício para que, pela sua morte na cruz, Cristo se tornasse o meio das pessoas receberem o perdão de seus pecados, pela fé Nele”. Portanto, a todos que estão verdadeiramente arrependidos e desejam vida nova anunciamos o perdão dos pecados em nome do Pai, Filho e Espírito Santo. Amém

KYRIE
Como comunidade cristã não podemos viver indiferentes aos problemas que geram dor e sofrimento, especialmente às pessoas mais necessitadas. Por isso, clamamos e numa só voz cantemos “Pelas dores deste mundo …”

GLÓRIA IN EXCELSIS
Na certeza que Deus é rico em misericórdia e atenta para as nos necessidades queremos cantar o hino 253 - “Glorificado seja teu nome.........”

ORAÇÃO DO DIA
Deus eterno, Senhor misericordioso. Te louvamos por Jesus Cristo, teu Filho amado, que veio até este mundo nos visitar. Hoje lembramos e comemoramos, com alegria, o nascimento dEle. Gratos estamos porque Ele carregou os nossos pecados e ressuscitou, e nos dá a possibilidade de andar em tua presença. O aniversário é de Jesus, mas nós é que ganhamos o presente. Obrigado por este presente! Ensina-nos a presentear a Jesus com nossa vida, de modo que aprendamos que precisamos do Senhor em nossa vida, para que nos oriente e instrua, Por isso pedimos dá-nos sabedoria para entendermos tua palavra e que possamos vive-la no dia a dia de nossa vida. Em nome de Nosso Senhor e Salvador que Contigo e com o Espírito Santo reina de Eternidade a eternidade. Amém

LITURGIA DA PALAVRA
LEITURAS BÍBLICA
1ª – Leitura Bíblica: 2 Samuel 7.1-11,16
2ª Leitura Bíblica: Romanos 16.25-27 – Lucas 1.26-38

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
24-HPD l – Ó vinde meninos

PREGAÇÃO LUCAS 1.46-55

A CANÇÃO DE MARIA (MAGNIFICAT)
Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos nós. Amém

OREMOS Senhor esteja entre nós para que nossa mente esteja aberta a palavra que vamos ouvir agora. Que teu Santo Espírito esteja entre nós e nos fortaleça, para que possamos ouvir essa palavra, entende-la e vive-la no dia a dia de nossas vidas. Que essa palavra nos anime a viver e proclamar a realidade do teu Reino de vida e salvação, Amém

LER O TEXTO

O texto para reflexão é uma canção de alguém que se encontra muito alegre. Esse alguém é Maria a mãe de Jesus. Esse cântico é semelhante a um Salmo, onde Maria expressa seus sentimentos. Porque tanta felicidade? Se fizermos a leitura dos versículos 26 a 38, vamos entender o motivo de tanta alegria.
Maria recebera a notícia de que ela seria mãe do Salvador através do anjo Gabriel (Lucas 1.16-38). Imediatamente ela se dispôs a visitar sua parente Isabel que também estava grávida, apesar de sua velhice e o fato de ser estéril, daria à luz a João Batista, aquele que iria preparar o caminho para a vinda do Salvador.
Esta atitude de Maria demonstra que ela havia acreditado na mensagem que recebera da parte de Deus.
Assim que entra na casa de sua prima gravida, esta a saúda de forma especial: “Você é abençoada, pois acredita que vai acontecer o que o Senhor lhe disse” (v 45)
As palavras de Isabel devem ter calado fundo na alma de Maria por duas razões. Uma humana, porque elogios sempre fazem muito bem, fortalecem o ego, aumentam a auto estima. Outra muito mais importante porque as palavras da prima não eram meramente humanas, mas eram divinas, pois Izabel falou “cheia do poder do Espírito Santo” (v 41). As palavras da parente de Maria confirmavam o que havia anunciado o anjo Gabriel.
Outra atitude que mostra que Maria creu na mensagem é que antes que pudesse ver qualquer saliência em seu ventre ou qualquer outro sinal de gravidez, ela entoa uma canção cheia de gratidão como se já tivesse acontecido o que o Senhor dissera.
Querida comunidade! Até que ponto nós cremos antes de ver? Temos tal confiança no Senhor como Maria demonstrou? Até que ponto estamos disposto a louvar a Deus antes de receber, de fato o que cremos que haveremos de receber? Que o Senhor nos ajude a sermos como Maria e aprendamos com ela, a crer para ver. De manifestarmos a nossa fé com alegria. Um bom exemplo é aquilo que é dito por Maria v. 47: “O meu espírito está alegre por causa de Deus, o meu Salvador”.
Maria é tomada de imenso sentimento de gratidão. Tal sentimento é descrito em forma de uma canção “CANÇÃO DE MARIA” (também conhecida como MAGNIFICAT). Na letra do cântico, a mulher louva a Deus. Ao louvar ela exalta aquilo que Deus faz em favor de mulheres e homens. Aqui ela ressalta a ação misericordiosa de Deus consigo.
Maria Canta que a humildade é apreciada por Deus, Humildade, neste texto, é a qualidade de quem procura ser humilde, ou seja, a pessoa que não age com arrogância. A mulher e homem que tem uma conduta humilde é alguém gentil, bem educado, que está pronto para ajudar, não é arrogante, nem orgulhoso, reconhece a dependência de Deus e sabe que o bem estar de todos as realizações está em Deus.
É possível constatar que no Antigo e Novo testamento a benção de Deus está sobre os humildes e Maria em seu cântico expressa isso. Assim Deus escolhe uma mulher humilde, abençoa e lhe concede a graça de ser mãe do Salvador do mundo.
Maria testemunha também que os povos reconhecem essa benção, reconhecem que a graça está sobre as pessoas humildes e aquelas que buscam ser humildes e temem a Deus e serão agraciadas pela misericórdia celestial.
Nos versículos 51 a 56, temos algo tão profundo quanto o que já fora dito anteriormente. Embora os versos lidos façam alusão aos feitos de Deus que se deram no Antigo Testamento, o Cântico de Maria toma uma conotação profética. Maria louva a Deus, pois ele inverte valores antigos para estabelecer novos valores. Os valores antigos são o orgulho, o poder e a confiança na riqueza. Já os valores novos são a força de Deus, a humildade e a fé no Senhor independente da riqueza ou pobreza.
A prática do orgulho dá a sensação de que a pessoa é auto suficiente, indestrutível, intocável. Por outro lado, Deus valoriza e cuida das pessoas que reconhecem que são dependentes de sua força. Na sociedade do tempo do Velho Testamento, as pessoas que detinham o poder eram homenageadas, diziam que elas eram portadoras da benção e da graça de Deus, logo podiam exercer o poder como bem quisessem. No entanto o cântico diz que Deus valoriza e cuida das pessoas que são humildes, sobre essas está a benção do Senhor.
Outra ideia muito difundida naquele tempo era a de que as pessoas eram ricas porque Deus estava com elas, por isso elas podiam saciar-se com os melhores manjares da época. Por conseguinte, nessa lógica, as pessoas pobres e famintas eram amaldiçoadas. O cântico profético já aponta: uma mulher humilde dará à luz ao Salvador, este nascerá num lugar pobre e simples, exaltará as pessoas consideradas indignas segundo os valores da época, saciará a fome, cobrirá a nudez, curará a enfermidade, entre outras coisas.
Existem pessoas que pensam muito mais em si mesmas do que convém. Essa postura é inadequada para quem faz parte da igreja, ainda mais, se o membro atua em algum ministério valendo-se de um dom que possui pela graça e misericórdia do Senhor. Nesse caso falta-lhe humildade para que tenha equilíbrio e saiba se colocar diante dos outros.
Devemos admirar Maria e ter sua vida e obediência como um espelho para as nossas vidas. Confiante e obediente no Senhor, ela sabia que poderia ser apedrejada até a morte caso descobrissem sua gravidez e José a rejeitasse. Mas ela confiou no Senhor e na Sua proteção, ela simplesmente disse “eis-me aqui”. Ela tinha total liberdade para rejeitar aquele proposito de Deus para a sua vida, mas ela preferiu confiar e obedecer.
Maria era fiel a Deus e somente a Ele prestava culto, louvor e adoração e somente a Ele ela direcionava suas orações. Se não fosse assim, garanto que ela nunca teria sido escolhida para ser a mãe de Jesus. O Senhor é como um marido ciumento. Um marido ciumento não aceita dividir sua esposa com ninguém. Assim Deus não quer que você dívida do seu amor, espiritualmente falando, com mais ninguém, isso incluí suas orações, seus louvores, seus cultos, seus pensamentos, seus pedidos de auxílio......
Uma das atitudes que mais agrada a Deus é a obediência irrestrita de sua vontade. Na pratica da lei divina só consegue obedecer sem questionar aquele que, mesmo não vendo Deus pelos olhos naturais, tem inteira convicção de Sua majestade como Criador de todas as coisas. Essa é a razão de Jesus haver dito que bem-aventurado é aquele que não viu e creu (Jo 20.29). Olhando para o passado vemos ao longo do tempo muitas pessoas vencerem obstáculos humanamente impossíveis porque não tiveram medo de crer em Deus. Fé sem medo e obediência sem restrição não é fácil, mas é uma atitude que Deus mais deseja daqueles que almejam alcançar o reino da glória (Hb. 11,6).
O versículo acima referido relata a atitude de Maria ao receber a notícia de que dela haveria de nascer o Salvador que é Cristo. Hoje com toda revelação do mundo espiritual que temos através das Sagradas escrituras, ainda sentimos dificuldades em compreender como Maria pode ter tamanha fé e coragem de assumir uma postura tão digna diante de Deus. Pelas lei da época ela correu o risco de ser apedrejada até a morte por acusação de infidelidade. Mas ainda assim, não duvidou das palavras do mensageiro, e se colocou prontamente à disposição da vontade de Deus, demonstrando uma fé que nenhum Sacerdote de sua época tinha. Pouco tempo antes, o mesmo anjo havia anunciado o nascimento de João Batista ao Sacerdote Zacarias que duvidou e foi punido (Lc. 1.19-20). Maria movida pela fé inabalável tinha confiança e a certeza de que Deus jamais a abandonaria nos momentos de aflição. Deus honrou a atitude de Maria, revelando a verdade a José, seu futuro marido, e não deixou que ele a abandonasse.
Assim, o nascimento de Jesus foi precedido da perfeita submissão de Maria, acompanhada do caráter honesto de José. Nada pode barrar a determinação de Deus no sentido de enviar seu Filho para abrir a porta da salvação, e reconciliar os seres humanos que estavam afastados da comunhão com o Criador desde o tempo de Adão
Que na comemoração do aniversário do nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador, possamos seguir o exemplo de Maria e, receber em nossos corações o Salvador, colocar nossas vidas em suas mãos, crer indiscutivelmente Nele, ser obediente e fiel, prestar culta e louvor a Ele por tudo que faz em nossas vidas e a ele direcionar nossas orações. Como Maria foi recompensado você também terá a sua recompensa. Amém

HINO
312 -HPD ll - Natal

CONFISSÃO DE FÉ
Em resposta ao evangelho lido e pregado, queremos confessar a nossa fé com as Palavras do Credo Apostólico
Creio em Deus ............

CANTO PÓS CONFISSÃO (Motivação e recolhimento de ofertas)

HINO
29 – HPD - l -Jubiloso, venturoso

AVISOS
Próximo Culto_______/____/_______às______:____h.
Destino da oferta_______________________________
Oferta último culto R$________________ destinada

ANIVERSARIANTE
¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração
______________________________________________________________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Senhor Jesus, somos gratos pelo teu amor incrível e maravilhoso, pela tua graça e misericórdia, também pela tua bondade e fidelidade. Sabemos que Tu és Deus vivo e forte, por isso pedimos que o Senhor nos abençoe através de seu Espírito Santo, para que busquemos o Senhor. Cerca-nos com teu cuidado, e mantém sobre nós a tua mão, para nos abençoar. Ajuda-nos a ouvir tua doce voz, que não cansa de dizer: Eu sou o Senhor teu Deus; não temos, pois, confia em mim e meu amor verás. Ensina-nos a te buscar, para que ouçamos o teu conselho e sigamos o teu caminho.
Ajuda-nos para que neste Natal te recebemos em nossos corações com confiança e obediência irrestrita de tua vontade.
Assim, apresentamos ó Senhor os nossos pedidos (pedidos da comunidade). Obrigado por todas às dadivas e bênçãos que tens derramado sobre nós. Vem ao nosso encontro com teu Espírito Santo e traz a restauração física, emocional e espiritual que necessitamos, de maneira que o teu querer se cumpra em nós. Abençoa todas as pessoas aqui presentes. R tudo mais que queremos colocar diante de ti através da oração que teu filho nos ensinou.

PAI NOSSO
Pai nosso...

LITURGIA DE DESPEDIDA

BENÇÃO
Que o Espírito de Deus te revele a verdade. Que é Cristo;
Que a verdade vença a mentira em teu coração;
Que tua mente seja renovada, para que experimente e comproves a boa, perfeita e agradável vontade de Deus em sua vida. Amém

ENVIO
Vamos todos em paz para viverrmos como discípulos de Cristo no mundo.

CANTO FINAL
13 _ HPD l – Noite feliz
 


Autor(a): Ari Schneider Sobrinho
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Advento
Perfil do Domingo: 4º Domingo de Advento
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 1 / Versículo Inicial: 47 / Versículo Final: 55
Título da publicação: Caderno de Cultos / Ano: 2017
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 43004
REDE DE RECURSOS
+
Quando Deus não está no barco, não se navega bem.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br